conecte-se conosco


Entretenimento

Xô folia! Três playlists para quem quer fugir do Carnaval

Publicado

Estamos a poucos dias do Carnaval, mas os sambas e marchinhas estão por toda parte. Muita gente, porém, não é entusiasta da folia e procura alternativas sempre que pode para fugir do Carnaval.

Leia também: “Green Book”, “O Pianista” e filmes do Oscar disponíveis no Amazon Prime Video

Anaviória arrow-options
Divulgação

A dupla Anavitória é destaque nas playlists para fugir do Carnaval

Quem deseja fugir do Carnaval pode se acolher nas playlists do Amazon Music, que elaborou um punhado de ótima qualidade justamente para atender a demanda desse público. Separamos três delas a seguir: 

Carnaval alternativo

Skank, Paralamas do Sucesso, Otto, Mallu Magalhães, BaianaSystem, Caetano Veloso, Céu e Gabi Amarantos estão nessa playlist para quem valoriza o diferentão. A curadoria é dos editores da Amazon Music e vai agradar em cheio quem aprecia uma boa música fora da caixinha. 

Fuja da Folia

Na linha MPB relax, essa playlist agrega Anavitória, Roberta Campos, Zeca Baleiro, Kid Abelha, Silva, Tiê e Tribalistas para quem quer evitar a folia, mas faz questão de saudar a brasilidade emprenhada em seu ser. 

Leia mais:  “Órfãos da Terra”: Perseguição a Laila continuará no Brasil

Carnaval sertanejo

Muito bloco por aí trocou o samba pelo sertanejo e se você veste essa camisa, essa playlista é para você. Muita Marília Mendonça, Jorge & Mateus e Wesley Safadão, sem deixar de lado Simone & Simaria, Maraia & Maraisa e Paula Fernandes. 

Conheça o Amazon Music Unlimited

O Amazon Music Unlimited é o serviço premium do Amazon Music que proporciona acesso a mais de 50 milhões de músicas, sem anúncios para ouvir off-line e de onde quiser. No Unlimited estão disponíveis os planos individual e família mensal. O primeiro custa R$ 16,90, enquanto o segundo R$ 25,90. Clique aqui para assinar !

Opção mais barata?

Quem não ouve tanta música assim ou já assina outra plataforma de streaming musical ainda pode usufruir do Amazon Music , mas não na modalidade Unlimited. Ao assinar o clube de benefícios Prime , por apenas R$ 9,90 mensais, que dá direito a frete gratuito e ilimitado para todo o Brasil, o cliente passa a dispor de acesso a mais de dois milhões de músicas na bibilioteca do Amazon Music.

Leia mais:  Patricia e Tiago Abravanel falam sobre SBT e relação com Silvio Santos

A assinatura também dá acesso ao Kindle e às versões digitais das revistas da editora Abril e ao Prime Video, plataforma de sreaming de séries e filmes da Amazon. Clique aqui para assinar !

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Instagram proíbe conteúdo que promova a terapia de conversão sexual

Publicado

por

O Instagram proibirá qualquer conteúdo que promova terapia de conversão depois que ativistas pediram que ela impedisse os provedores de anunciar seus serviços online. A plataforma de mídia social informou a decisão à CNN na sexta-feira (10).

A mídia social, de propriedade do Facebook, disse que expandiria suas políticas existentes sobre discurso de ódio em todo o mundo para incluir na política postagens que anunciam ou promovem a prática.

A terapia de conversão ou terapia de reorientação sexual, um processo pseudocientífico que professa mudar a sexualidade de uma pessoa, é amplamente desacreditada e condenada como prejudicial pelas principais associações médicas. Mesmo assim, ela é legal na maior parte do mundo, inclusive nos Estados Unidos e no Reino Unido.

A ação do Instagram segue os apelos dos usuários para remover uma conta usada pelo Core Issues Trust, um serviço de terapia de conversão com sede no Reino Unido.

“Não permitimos ataques contra pessoas com base em orientação sexual ou identidade de gênero e estamos atualizando nossas políticas para proibir a promoção de serviços de terapia de conversão”, afirmou Tara Hopkins, diretora de políticas públicas do Instagram para Europa, Oriente Médio e África, em um comunicado.

Leia mais:  Silvio Santos e Edir Macedo participam com Bolsonaro do desfile de 7 de setembro

“Removemos o conteúdo violador do perfil @coreissuestrusttv. Estamos sempre revisando nossas políticas e continuaremos a consultar especialistas e pessoas com experiências pessoais para informar nossa abordagem”, acrescentou.

Além disso, a plataforma deixará de recomendar conteúdo relacionado à terapia de conversão, como depoimentos sobre sua eficácia ou postagens com elogio ou apoio à prática, exceto aqueles em um contexto legislativo.

No início deste ano, o Instagram proibiu anúncios pagos desse tipo de serviço.

Terapia de conversão é qualquer tentativa de alterar a orientação sexual ou a identidade de gênero de alguém. Não funciona, e estudos mostram que aqueles que se sujeitam a ela correm um risco maior de depressão e suicídio.

Vários estados dos EUA o proibiram e, em maio, a Alemanha se tornou um dos primeiros países grandes a proibi-la para menores de idade.

No Reino Unido, uma proibição total prometida pela ex-primeira-ministra Theresa May em 2018 ainda não se concretizou e não foi incluída em nenhuma das agendas legislativas do primeiro-ministro Boris Johnson.

O Facebook e o Twitter não responderam imediatamente a perguntas sobre suas políticas.

Leia mais:  “Órfãos da Terra”: Perseguição a Laila continuará no Brasil

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana