conecte-se conosco


Esportes

Xadrez vira prioridade de investimento esportivo para o governo federal

Publicado


O governo federal anunciou investimento no xadrez
Reprodução/ Governo do Estado de S. Paulo

O governo federal anunciou investimento no xadrez

O xadrez será um esporte que ganhará investimento especial do governo federal nos próximos anos. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (10) pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, durante a abertura do Aberto do Brasil Terra Viva, em Brasília.

Leia também: Série documental sobre vida de Serena Williams estreia na HBO segunda-feira

Classificado como esporte da mente, o jogo de xadrez está presente no Brasil desde a década de 1920 e a Confederação Brasileira de Xadrez é a responsável por regulamentar o investimento em campeonatos oficiais e amadores do país.

Durante o evento, o ministro Osmar Terra exaltou os benefícios de jogar xadrez e salientou que o governo aumentará o suporte financeiro no esporte. “O xadrez vai entrar para a prioridade dos esportes brasileiros. Vai ter aporte de recursos públicos”.

E completou. “É um esporte que desenvolve habilidades matemáticas, aprimora o raciocínio lógico, auxilia a pessoa a prever acontecimentos e ter a soluções para problemas. É completo nesse aspecto, porque também ajuda na formação de disciplina, na focalização”, disse Terra.

Leia mais:  Ministro da Itália é criticado por ir em festa de torcida organizada do Milan

No Campeonato Brasileiro de Xadrez, realizado desde 1927, a paulista Juliana Terao é tricampeã. A nível internacional, o Brasil não conta com nenhuma mestre de xadrez entre os 100 maiores do ranking da FIDE – Federação Internacional de Xadrez.

Leia também:  Com 16 anos, joia da base do Santos assina primeiro contrato com o clube

A ideia é incentivar as competições nas escolas, nos municípios e nos estados do Brasil. O futuro secretário especial dos Esportes , Marco Aurélio Vieira, também comentou sobre os novos rumos do esporte brasileiro.

“Nossa ideia é fazer uma revisão do planejamento estratégico para incluir esportes que não vinham tendo a devida atenção dos brasileiros, notadamente os da mente, os eletrônicos e os radicais. O foco vai ser um equilíbrio entre o que é esporte de alto nível e o que é educacional e de lazer”, comentou o secretário.

São considerados jogos da mente o xadrez, o bridfge, damas, go e pôquer. Essas modalidades tem um campeonato próprio, os Jogos Mundiais de Esportes Mentais, que teve sua primeira edição em 2008.

Leia mais:  Questionado sobre a volta de Neymar ao Barça, Arthur revela: “Estou rezando”

Já os esportes eletrônicos, conhecido também como E-sports tem crescido no Brasil nos últimos anos. Com competições transmitidas pelos canais a cabo e em grandes ginásios, as premiações das competições de esportes eletrônicos já chegaram na casa dos milhões.

Leia também:  Vaticano cria equipe de atletismo e sonha em participar das Olimpíadas

O que você espera sobre o investimento do Governo Federal em jogos da mente, como o xadrez?

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Sampaoli diz que não sabia dos problemas financeiros do Santos e exige reforços

Publicado

por


Sampaoli comandou o Santos pela primeira vez no último domingo (13), em empate por 1 a 1 contra o Corinthians
Reprodução / Santos FC

Sampaoli comandou o Santos pela primeira vez no último domingo (13), em empate por 1 a 1 contra o Corinthians

O técnico Jorge Sampaoli concedeu uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (18), dia que antecede a estreia do Santos no Campeonato Paulista e foi sincero ao responder sobre os principais assuntos envolvendo o time, como a falta de dinheiro para trazer reforços, a saída de Bruno Henrique e também sobre o goleiro Vanderlei.

Leia também: Sampaoli confirma busca por goleiro e Vanderlei admite: “Chateado”

Sampaoli falou sobre suas expectativas ao assumir o Santos , afirmou que tinha ciência da saída de jogadores importantes, mas que não sabia que a situação financeira do clube era tão complicada, e espera que as promessas feitas pela diretoria sejam cumpridas.

“Se estava inteirado da situação financeira, a verdade é que não. Tinha claro que viria com a chance de assumir um clube grande, que vai brigar por muitas coisas no ano, que teríamos um time competitivo, apesar das saídas de Gabigol e Rodrygo (para o Real Madrid. Sempre se falou da possível venda de Bruno Henrique”, disse.

Leia mais:  Ministro da Itália é criticado por ir em festa de torcida organizada do Milan

“O time que terminou em décimo em 2018 (no Campeonato Brasileiro), sabendo das saídas e de um novo estilo de treinador, teria que ser reforçado. Isso foi conversado com a direção. Estamos esperando que aconteça. Eu vim para cá fazer um time forte, tenho ilusão que aconteça”, continuou.

Leia também: Multa de €50 milhões! Joia da base, Kaio Jorge assina 1º contrato com o Santos

Sobre a possível saída de Bruno Henrique para o Flamengo, o treinador argentino não revelou o que sabe sobre a negociação, mas lamentou o poder de influência que o dinheiro tem no futebol nos dias atuais.

“Não posso falar sobre conversas entre dirigentes. Não sei o que se passa. Falo com jogadores. Bruno Henrique está contente com a forma de jogo, com o Santos, se encaixa bem, mas tem possibilidades que tem a ver com interesses. Hoje, os interesses econômicos estão acima do futebol, os interesses dos empresários. Tudo muda de um dia para o outro. É muito dinheiro mexendo com a cabeça dos garotos. O dinheiro está acima, e nós abaixo”.

Leia mais:  Justiça aceita denúncia contra acusados pela morte do jogador Daniel

Outro assunto que não sai do noticiário santista é a procura do clube por um outro goleiro, que tenha mais habilidade com os pés do que Vanderlei, apesar disse, o técnico elogiou o jogador e o colocou como titular.

Leia também: Ex-Santos, Flamengo e seleção brasileira, Narciso relembra como venceu o câncer

“Estou muito animado com o que Vanderlei pode oferecer, porque nos assegura um goleiro que evita gols rivais. Estamos trabalhando para que ele melhore com os pés.Vanderlei tem todas as chances de ser titular. Temos que somar coisas a seu jogo. Não vejo ele não sendo titular hoje, depois, durante o ano, dependendo de desempenho, concorrência com outro goleiro, aí veremos”, concluiu Sampaoli .

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana