conecte-se conosco


Carros e Motos

VW T-Cross vai abalar a prova dos 9 dos SUVs

Publicado


VW T-Cross: o novo SUV compacto vem aí e seu preço será determinante para o futuro do segmento
Divulgação

VW T-Cross: o novo SUV compacto vem aí e seu preço será determinante para o futuro do segmento

Quanto vai custar o VW T-Cross? O valor de venda do novo SUV compacto da Volkswagen será determinante para o futuro dos nove modelos que dominam o mercado de utilitários esportivos no Brasil. O Jeep Renegade largou na frente em 2019, com 4.783 vendas em janeiro, mas o reino dos SUVs está longe de ter um soberano governando com tranquilidade.

LEIA MAIS: Volkswagen responde ao Ford EcoSport 16 anos depois

Isso porque a liderança momentânea (e surpreendente) do Renegade em 2019 está muito condicionada ao seu desempenho nas vendas diretas (leia-se locadoras de carro). Nada menos que 65,5% das vendas do Renegade, rival do VW T-Cross , foram feitas nesse formato. É muito.

Sem as vendas diretas, o Jeep Renegade cairia para sexto lugar no ranking dos SUVs. E a liderança voltaria a ser do Honda HR-V, que ocupa atualmente o terceiro lugar, mas que teve apenas 4,5% de seus emplacamentos feitos por meio das vendas diretas. Hoje podemos dizer claramente que o HR-V continua sendo o preferido do público que compra nas concessionárias, enquanto a dupla Renegade/Compass, da Jeep, já há algum tempo vem sendo a queridinha das locadoras de veículos.


Antes da chegada do VW T-Cross, o Jeep Renegade tem a preferência por parte das locadoras de veículos no Brasil
Divulgação

Antes da chegada do VW T-Cross, o Jeep Renegade tem a preferência por parte das locadoras de veículos no Brasil

É difícil dizer o que é bom ou ruim nesse caso, pois tudo depende da estratégia das montadoras. Porém, o fato de que apenas nove modelos são responsáveis por 70,6% de todo o segmento é bastante significativo. Mostra que o mercado ainda carece de competidores.

Leia mais:  Yamaha Fazer 250 ABS 2020 chega R$ 200 mais cara e com nova cor

LEIA MAIS: iggo 2, 4 e 7 mostram que o rei dos SUVs ataca novamente

E é aí que entra o Volkswagen T-Cross, pois o mais acessível dos nove líderes é o Nissan Kicks, que parte de R$ 73.990. Não é barato, especialmente no Brasil, cuja renda média familiar é de apenas R$ 1.268, segundo os últimos dados disponíveis. Considerando só os brasileiros que trabalham, a renda é um pouco maior (R$ 2.154), mas ainda assim baixa para que a maioria possa sonhar em comprar um SUV.

Jeep Compass é o único SUV médio entre os 9


Maior que o VW T-Cross, o Jeep Compass é o único SUV médio a parecer entre os 9 modelos mais vendidos do segmento
Divulgação

Maior que o VW T-Cross, o Jeep Compass é o único SUV médio a parecer entre os 9 modelos mais vendidos do segmento

É essa renda baixa, por exemplo, que faz os hatches compactos serem responsáveis pela maior fatia do mercado de carros no Brasil. Porém, os SUVs continuam em alta. Fecharam a temporada passada com 23,9% da preferência e largaram este ano com 24,3%. Quanto aos nove SUVs que lideram o segmento, eles também são influenciados pela questão financeira.

Para se ter uma ideia, somente o Jeep Compass é considerado um SUV médio – todos osoutros são compactos. O décimo colocado do ranking é o primeiro grandalhão. Trata-se do Toyota SW4, que pode ser considerado um “dinossauro” perto dos demais, porém é também o único SUV-raiz, com carroceria sobre chassi, tração 4×4 e todos os requisitos que fizeram a fama dos utilitários esportivos algum tempo atrás. Só os Jeep, o EcoSport e o Duster oferecem tração 4×4.

Leia mais:  Escort XR3 Benetton: conheça a série limitada com motor 1.8

LEIA MAIS: Honda e Toyota acirram a guerra no mercado mundial de SUVs

A chegada do novo Chevrolet Tracker, no final do ano, também poderá mexer no ranking futuramente, mas certamente não na classificação de 2019. Como dissemos na coluna anterior, a GM colocará o novo Tracker para brigar diretamente com o Jeep Compass, pois precisa de carros mais lucrativos para manter sua operação no Brasil financeiramente saudável.

Veja na tabela abaixo, montada pela REPÚBLICA DO AUTOMÓVEL, a posição de cada carro no ranking deste ano, as vendas totais, as vendas no varejo (concessionárias), as vendas diretas (locadoras) e o preço da versão mais barata. Assim fica mais fácil visualizar de que forma o VW T-Cross pode causar um estrago nessa prova dos 9 ou apenas ser mais um SUV na paisagem.

POS. CARRO VENDAS VAREJO % DIRETAS % PREÇO
1 JEEP RENEGADE 4.783 1.650 34 3.133 66 R$79.990
2 JEEP COMPASS 4.109 1.674 41 2.435 59 R$113.990
3 HONDA HR-V 3.667 3.503 96 164 4 R$92.500
4 NISSAN KICKS 3.486 1.783 51 1.703 49 R$73.990
5 HYUNDAI CRETA 3.236 2.426 75 810 25 R$78.990
6 FORD ECOSPORT 2.798 2.061 74 737 26 R$78.990
7 RENAULT CAPTUR 2.557 756 30 1.801 70 R$82.990
8 RENAULT DUSTER 1.911 1.102 58 809 42 R$74.490
9 CHEVROLET TRACKER 1.514 1.508 100 6 R$92.590

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Conheça as 5 melhores centrais multimídia do Brasil

Publicado

por

As centrais multimídia surgiram em 1987 no inovador Buick Riviera, nos Estados Unidos. No vídeo acima, o proprietário de uma conservadíssima unidade mostra todas as funcionalidades disponíveis naquela época. Vários detalhes chamam atenção, como o design primitivo que remete aos filmes de ficção científica da década, a interface bem confusa e a infinidade de recursos. Tinha até computador de bordo com consumo e autonomia!

LEIA MAIS: Conheça 5 micos de mercado que não compraríamos

Os anos passaram, as fabricantes se aprimoraram e as centrais multimídia passaram de um mero detalhe tecnológico para critério de compra. Não é difícil encontrar uma pessoa que tenha abandonando uma aquisição em potencial por não ter curtido o sistema multimídia de um determinado modelo. Quanto mais recursos, melhor!

Partindo disso, a reportagem do IG Carros elege as cinco centrais multimídia mais legais disponíveis do Brasil em diversas categorias. Acompanhe a lista!

1 – App-Connect

App Connect arrow-options
Divulgação

O App Connect se destaca pelo processamento e rapidez dos comandos, que podem ser controlados pelo volante

A Volkswagen deu um verdadeiro show ao lançar o sistema App-Connect. É realmente uma pena que seja tão caro e apenas apareça em carros acima de R$ 80 mil. Bonita, sofisticada e intuitiva, destacamos a facilidade para utilizar os recursos nativos e de pareamento. Em modelos como Jetta e T-Cross, por exemplo, é possível até escolher o modo de condução, além dos espelhamentos Apple CarPlay, Android Auto e Mirror Link.

Leia mais:  Renault Duster 2.0 com tração dianteira e  Captur mais em conta saem de linha

Disponível nos modelos: Polo, Virtus, Jetta, Golf GTI, Tiguan, Amarok e Passat

2 – Media NAV

Media Nav arrow-options
Divulgação

Sem vaidades, mas usual. O Media Nav aposta na simplicidade para conquistar o cliente

O Media NAV não tem uma interface bonita, mas também não se propõe a ser muito sofisticada. As animações são simples ou inexistentes, mas o processamento é rápido. Além de câmera de ré e GPS nativo para o Captur, destacamos um mini-game que ajuda o motorista a dirigir de forma mais econômica. Todas as funcionalidades são facilitadas pelo menu de fácil acesso.

LEIA MAIS: Conheça os 5 carros mais procurados para compra na internet

Disponível nos modelos: Kwid, Sandero, Logan, Duster, Oroch, Captur e Zoe

3 – Sync 3

Sync 3 arrow-options
Divulgação

Antes disponível nas linhas Freestyle de EcoSport e Ka, a Ford passou a optar pelo sistema Sync 2.5

O Sync 3 é um daqueles sistemas de multimídia que adoram conversar. Apesar de irritante, a voz robótica desnecessária pode ser desativada nas configurações, revelando uma central multimídia muito interessante. Ela também conta com espelhamento de smartphones por Android Auto e Apple CarPlay, além de GPS nativo e sistema de som da Sony no EcoSport. É uma pena que o sistema tenha sido removido da linha 2020 de Ka e EcoSport Freestyle

Leia mais:  Mitsubishi Pajero Sport: novo SUV é “brucutu” cheio de tecnologia

Disponível nos modelos: EcoSport, Fusion, Ranger, Edge, Mustang

4 – MyLink 2

MyLink 2 arrow-options
Divulgação

Lançado com o Onix em meados de 2012, o MyLink foi a primeira central popular do Brasil

O primeiro entre todos os sistemas de conectividade do Brasil. O MyLink também tenta ser básico, mas oferece uma interface intuitiva e comandos interessantes. Também é possível utilizar o espelhamento de smartphones com Android e iOS. A partir do Onix LTZ, a Chevrolet também oferece o assistente pessoal OnStar, que pode marcar um horário no barbeiro ou informar o resultado do jogo do seu time. 

LEIA MAIS: Conheça 5 SUVs seminovos que valem a pena por até R$ 60 mil

Disponível nos modelos: Onix, Prisma, Cobalt, Cruze, Tracker, Equinox, Trailblazer, Bolt e S10

5 – BlueMedia

Blue Media arrow-options
Divulgação

Além de pareamento com o Apple CarPlay e Android Auto, o Blue Media ainda conta com TV Digital

Eis o primeiro sistema multimídia a contar com TV Digital (nas versões mais caras, claro). A imagem na central multimídia some com o carro em movimento, voltando a aparecer apenas em paradas no semáforo ou com o freio de estacionamento acionado. Um bom sistema para quem curte assistir TV, além de conectar o Smartphone pelo Android Auto e Apple CarPlay.

Disponível nos modelos: HB20, HB20S, Creta, Elantra, Santa Fe

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana