conecte-se conosco


Tecnologia

Você emprestaria seu rosto a milhares de robôs por R$520 mil?

Publicado

Olhar Digital

robô arrow-options
Unsplash/Franck V

Empresa quer rostos humanos em robôs


Uma empresa inglesa está procurando candidatos dispostos a emprestar seu rosto para uma nova geração de robôs humanoides . Embora não possa divulgar muitos detalhes sobre o projeto devido a um acordo de confidencialidade, a Geomiq afirma que os robôs serão usados no cuidado de idosos , e que estarão disponíveis ao público no ano que vem.

De acordo com a empresa o projeto está sendo desenvolvido há cinco anos e conta com o apoio de grandes investidores, bem como de um fundo de investimentos em Shanghai. O candidato ideal deve ter um rosto “gentil e amigável” e estar disposto a ceder seus direitos de imagem para o uso em “potencialmente milhares de cópias” do robô em todo o mundo. O valor do contrato seria de 100 mil libras esterlinas, cerca de R$ 520 mil pela cotação atual.

Leia também: Conheça Gita, o robô que segue o dono carregando suas coisas

É um pedido curioso, já que estamos em uma época em que redes neurais conseguem gerar rostos extremamente convincentes e não seria difícil criar o “rosto perfeito” combinando alguns parâmetros. Mas a própria Geomiq admite que o marketing pode ser um dos objetivos, já que sua cliente “espera que a campanha gere interesse extra antes do eventual lançamento”.

Leia mais:  Vídeo revela novo design do PlayStation 5; assista

Interessados devem mandar um e-mail (em inglês) com uma foto de seu rosto para [email protected] . Apenas os candidatos selecionados para uma segunda fase do projeto reeberão uma resposta, e de acordo com a Geomiq ficarão sabendo de “todos os detalhes” do projeto.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

WhatsApp deixa de mostrar status ‘online’ e ‘visto por último’, relatam usuários

Publicado

O WhatsApp se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta sexta-feira (19) depois que usuários perceberam mudanças inusitadas em seu funcionamento. O aplicativo de mensagens deixou de mostrar o status “online”, “visto por último”, “digitando” e “gravando áudio” em suas conversas. Ao atualizar o aplicativo mudanças serão percebidas.

As novidades deixaram os internautas confusos sobre um possível erro no sistema, já que a empresa de Mark Zuckerberg não anunciou as atualizações. Antes, os usuários do aplicativo conseguiam apenas optar por desabilitar a função de “visto por último” e a de “confirmação de leitura” nas configurações de privacidade.

REUTERS/Thomas White

Segundo o site Downdetector, que monitora o relato de erros em redes sociais, o número de reclamações sobre o mau funcionamento do Whatsapp começou às 13h e atingiu seu pico às 14h.

Downdetector gráfico

Gráfico do Downdetector mostra pico de reclamações sobre mau funcionamento do WhatsApp

Entre os afetados pelas alterações repentinas, existem os que ficaram felizes pela maior privacidade e aqueles que lamentaram a falta de informações sobre seus contatos. E ainda no final da tarde desta sexta, alguns perfis no Twitter também começaram a relatar o retorno da visualização do status.

Leia mais:  Motorola lança Moto G Power e Moto G Stylus; confira especificações

Já entre os concorrentes, o Telegram ironizou a suposta falha no sistema, convidando os insatisfeitos com as novidades a “convidarem um amigo para ficar online” no aplicativo.

Procurada pela CNN, a assessoria do WhatsApp ainda não respondeu ao contato para explicar as mudanças.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana