conecte-se conosco


Polícia

Vítima só deve procurar delegacia em casos extremamente graves

Publicado

Polícia Civil de Mato Grosso está orientando a população para só se deslocar até uma delegação em crimes de natureza graves ou em flagrante.

Desde sábado (2), o formato para o registro de boletim de ocorrência de qualquer natureza está sendo feito apenas por meio eletrônico, pelo site da Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br), ficando restrita a ida à delegacia para impressão do boletim de ocorrência.

Nos casos dos crimes em que é  necessário o pré-registro, logo após o preenchimento das informações pelo site: www.delegaciavirtual.mt.gov.br, no campo Pré-registro, o cidadão deverá ligar para os telefones (65) 3901-4839 ou 98463-3009 ou 98463-3698. O comunicante será atendido pelo policial plantonista para finalização do registro e receberá na sequência as instruções necessárias.

O boletim virtual será validado através dos telefones acima mencionados e o comunicante receberá a ocorrência registrada pelo e-mail.

As medidas são devido à crise de coronavírus. Após a quarentena, o atendimento voltará ao modelo anteior.

 

 

Durante a quarentena, as pessoas devem evitar sair de casa, porém em situação de emergência devem acionar o sistema de segurança pública pelos números 190 ou 197.

Leia mais:  Polícia Civil prende estelionatário em cartório da Capital e continua buscas por comparsa

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Polícias Civil e Militar cumprem 17 mandados contra facção criminosa em Juína

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana