conecte-se conosco


Polícia

Vídeo mostra assassinato de advogado no interior de MT; Suspeitos são detidos

Publicado

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que o advogado Milton Queiroz Lopes, de 51 anos, foi executado a tiros em Juara. (690 km de Cuiabá).

Pelo circuito interno é possível ver a vítima sentada em seu escritório trabalhando enquanto o bandido de forma covarde saca uma arma e dispara três vezes contra o advogado.

O crime ocorreu no escritório da vítima, na Rua Belo Horizonte, no Centro da cidade de Juara

Informações da Polícia Civil, a vítima ainda correu em direção à rua para pedir ajuda, mas não resistiu os ferimentos morreu em frente do seu escritório.

Advogado Milton Queiroz Lopes, de 51 anos, foi assassinado em Juara — Foto: Facebook/Reprodução

 

Prisão dos suspeitos

Após o homicídio, o criminoso fugiu em um Pajero com a ajuda de um comparsa.  A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender dois suspeitos momentos mais tarde.

Foram presos pela força tática do município que em revista encontrou uma arma, possivelmente a usada para matar o advogado.

Leia mais:  Suspeitos de envolvimento a roubo em loja de celulares são presos em flagrante

Os criminosos foram encaminhados para a Delegacia da polícia civil para a confecção de boletim de ocorrência.

Prisão

Homens foram presos suspeitos de morte de advogado em Juara — Foto: Divulgação

 

 ( imagens são fortes).

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Marido de avó é preso após menina de 7 anos passar mal e contar a médicos sobre abusos em MT

Publicado

Por Bruno Henrique, TV Centro América

Um homem de 40 anos foi preso, nessa quinta-feira (24), suspeito de estuprar a neta da mulher dele, de 7 anos, na casa onde moram em Vera, a 486 km de Cuiabá. A própria criança foi quem contou aos médicos os abusos sofridos.

De acordo com a Polícia Militar, a menina foi levada em uma unidade de saúde pela mãe após passar mal na casa da avó.

Devido ao estado de saúde, ela foi encaminhada de Vera para um hospital de Sorriso, no norte do estado. No local, a criança foi examinada pelos médicos, que descobriram infecções e ferimentos graves nas partes íntimas da menina.

Ao questioná-la, a menina contou aos profissionais que era abusada pelo marido da avó. O hospital acionou a polícia, em seguida, que fez a prisão do suspeito.

Ainda conforme a PM, os médicos acreditam que, pela gravidade das infecções, a criança estava sendo abusada há algum tempo pelo suspeito.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados contra autores de homicídio ocorrido em 2016

A mãe e a avó da menina disseram aos policiais que não desconfiavam da situação.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana