conecte-se conosco


Cidades

Vice-prefeito Niuan Ribeiro celebra a formatura de jovens da Escola Técnica Estadual

Publicado

Investir no conhecimento científico e na formação técnica ainda na pouca idade é um dos diferenciais que impulsionará o desenvolvimento econômico de Cuiabá e Mato Grosso, conforme refletiu o vice-prefeito Niuan Ribeiro, durante a colação de grau dos jovens alunos da Escola Técnica Estadual de Ensino Profissionalizante de Cuiabá – ETEP, dos cursos de Agronegócio, Agropecuária e Informática. Durante a solenidade, que aconteceu na noite desta quarta-feira (24), o gestor público orientou os recém-formados a respeito do papel social que passam a exercer, encorajando-os a desbravarem as fronteiras mato grossenses, a fim de contribuírem para o crescimento do estado. 

“Eu digo isso como um jovem que acredita muito no desenvolvimento científico e tecnológico como uma ferramenta para a nossa Capital e – de fato – para todo o país. E a partir desta celebração, começa a nascer uma responsabilidade social para cada um destes formandos, de devolver todos os conhecimentos obtidos ao longo dessa jornada para a nossa região. De agora em diante eles possuem essa missão, entregando seus dons e talentos para que Cuiabá e Mato Grosso se fortaleçam ainda mais. Precisamos de cada um desses novos profissionais, pois sei que nosso estado é vocacionado para o agronegócio, assim como compreendo que para avançarmos a um novo patamar dentro da nossa economia, inovação, tecnologia e conhecimento técnico precisam caminhar lado a lado. E temos um cenário completamente a nosso favor, sendo os donos do maior rebanho bovino e das maiores produções de soja, algodão e milho. Mas diante dessa imensurável riqueza, ainda existem muitas ilhas de pobreza, que não são abraçadas por esse crescimento. Que a partir desse sonho concretizado nesta noite, essas fronteiras mato grossenses ainda não alcançadas possam ser conquistadas por cada um desses vitoriosos jovens”, afirmou Niuan, vice-prefeito de Cuiabá.

Leia mais:  Fanfarra do Siminina se apresenta pela primeira vez no desfile de 7 de setembro

Diante de 41 formandos, sendo 16 Técnicos em Informática, 11 Técnicos em Agropecuária e 14 Técnicos em Agronegócio, o secretário-adjunto de Educação Profissional e Superior do Estado, Stephano Benevides do Carmo, pontuou sobre a importância de investir nessa modalidade de ensino, a fim de garantir maior dignidade para as famílias. De acordo com o gestor, esse tipo de formação abre novas portas para os jovens ingressarem no mercado de trabalho de maneira mais justa, conferindo oportunidades melhores e que sejam mais adequadas, valorizando toda o ensino conquistando ainda na pouca idade.

“Esse grupo de jovens faz parte dos 8% que concluíram o curso Técnico Profissionalizante. O Brasil é uma potência mundial, estando entre as 10 maiores economias do planeta, e nós precisamos – mais do que nunca – investir na educação profissional. Este é o nosso compromisso, fazer com que consigamos ampliar a oferta dessa modalidade de ensino em todos os municípios do estado. Atualmente estamos em 10 escolas técnicas e com 42 unidades remotas, ultrapando a marca de 4 mil alunos. E queremos que esse número cresça cada vez mais, para que mais famílias sejam contempladas pela mudança que essa formação traz para dentro de casa. Hoje temos formandos que passarão a construir uma jornada muito mais promissora, com oportunidades que melhorarão suas vidas e a de seus familiares. Por meio de um trabalho digno e de muito conhecimento, eles começam a escrever uma nova história de sucesso nesta noite”, revelou o secretário-adjunto. 

Leia mais:  Sine oferece 101 vagas de emprego para esta semana; confira

Para a diretora da ETEP, Simey Adriany Alcalá Souza, a conquista desses 41 jovens precisa ser diariamente pautada por alguns princípios, que os ajudarão a traçar sua rota em direção à uma vida profissional bem sucedida. “Amor pela profissão, bom humor para lidar com as adversidades, ética e comprometimento são algumas das crenças que cada um desses novos técnicos precisam adotar em suas rotinas. Alicerçados nessas verdades, eles conseguirão alçar novos voos, vão conquistar seu espaço com graça e determinação e serão a diferença nos contextos onde estiverem posicionados”, ponderou.

E ser a diferença na nova profissão é um dos desejos dos alunos formados. Para Mateus da Silva Fragoso, formando do curso Técnico de Agronegócio, a maior inspiração para seguir a nova carreira foi o apoio dos professores, que os auxiliaram a compreender as temáticas ensinadas e se transformaram em modelos a serem seguidos. “Nossa principal homenagem é justamente para eles, que nos apoiaram, nos ajudaram e nos mostraram que é possível chegar mais longe. Com suas formações em Mestrado e Doutorado, eles trouxeram todo o seu conhecimento para dentro da sala, nos inspirando a querer ser melhores e a continuar persistindo nesses cursos. Somos todos muito gratos a eles, pois sabemos de seus esforços para nos ajudar a estar aqui, celebrando essa vitória tão sonhada”, concluiu o sorridente jovem.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Assistência Social recebe 500 cestas básicas da Aprosoja para doação a famílias cadastradas nos Cras

Publicado

A contribuição soma com os outros trabalhos desenvolvidos pelo Município, visando amenizar os impactos da Covid-19

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência recebeu a doação de 500 cestas básicas na tarde desta quarta-feira (05). Desta vez, os mantimentos vieram da ajuda solidária da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja-MT) e faz parte do Programa Agrosolidário, que veio para complementar e amenizar a situação da crise social e econômica provocada pela pandemia da Covid-19 no Brasil. Mais de duas mil cestas já foram entregues pela iniciativa.

As cestas básicas, compostas por alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e de higiene pessoal serão distribuídas conforme demandas apresentadas pelas unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

“Essa doação veio para somar com os nossos trabalhos, que têm como foco principal as famílias em situação de vulnerabilidade social. Serão mais 500 famílias beneficiadas e atendidas nesse momento de enfrentamento a pandemia do novo coronavírus”, disse a secretária-adjunta de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Clausi Barbosa.

Leia mais:  Encerrado o prazo de recrutamento de interessados em atuar como Cuidadores de Alunos com Deficiência

Para o diretor administrativo da Aprosoja, Lucas Beber, essas ajudas que estão sendo realizadas às famílias carentes não só da Capital como de todo Estado foi a forma de retribuir e mostrar para qual missão a Associação foi criada em Mato Grosso. “Nós, da Aprosoja, gostaríamos muito de ajudar as famílias que foram atingidas pela Covid-19 e, por sermos uma associação de produtores de soja e milho, pensamos em doar alimentos. E o sentimento é de gratidão, de saber que essas famílias terão um pouco amenizada essa situação que o mundo está vivendo”, complementa Lucas.

“Esperamos que mais parcerias como essa da Aprosoja sejam efetivadas. Quanto mais doações mais famílias poderão ser assistidas”, concluiu Clausi.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana