conecte-se conosco


Entretenimento

“Vice” lidera corrida pelo Globo de Ouro 2019; veja lista completa dos indicados

Publicado

Nesta manhã de quinta-feira (6), a lista dos indicados ao Globo de Ouro 2019 foi anunciada pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood. A premiação, que consiste em avaliar as melhores produções do cinema e da televisão durante o ano em questão, terá a cerimônia realizada em 6 de janeiro de 2019, na cidade de Los Angeles, com apresentação de Andy Samberg e Sandra Oh.


Globo de Ouro 2019 anunciou a lista dos indicados nesta quinta-feira (6)
Divulgação

Globo de Ouro 2019 anunciou a lista dos indicados nesta quinta-feira (6)

Leia também: Facebook, Lady Gaga e diversidade são expectativas para lista do Globo de Ouro

Os principais destaques do Globo de Ouro 2019  são “Vice”,  que lidera a corrida com seis indicações, o segundo lugar segue em empate com “Nasce Uma Estrela”, “Green Book – O Guia” e “A Favorita” com 5 indicações. Já quando o assunto é TV, o principal destaque na lista de indicados foi a série “American Crime Story: The Assassination of Gianne Versace”, com quatro indicações. 

CINEMA

  • Melhor filme – Drama
  1. “Infiltrado na Klan”
  2. “Pantera Negra”
  3. “Bohemian Rhapsody”
  4. “Se a Rua Beale Falasse”
  5. “Nasce Uma Estrela”
  • Melhor filme – Comédia e Musical
  1. “Podre de Ricos”
  2. “A Favorita”
  3. “Green Book – O Guia”
  4. “O Retorno de Mary Poppins”
  5. “Vice”
  • Melhor ator em um filme de Drama
  1. Bradley Cooper  (“Nasce Uma Estrela”)
  2. Willem Dafoe (“Portal da Eternidade”)
  3. Lucas Hedges (“Boy Erased: Uma Verdade Anulada”)
  4. Rami Malek  (“Bohemian Rhapsody”)
  5. John David Washington (“Infiltrado na Klan”)
  • Melhor ator em um filme de Comédia ou Musical
  1. Christian Bale (“Vice”)
  2. Lin Manuel-Miranda (“O Retorno de Mary Poppins”)
  3. Viggo Mortensen (“Green Book – O Guia”)
  4. Robert Redford (“The Old Man and the Gun”)
  5. John. C. Reilly (“Stan & Ollie”)
  • Melhor atriz em um filme de Drama
  1. Glenn Close (“A Esposa”)
  2. Lady Gaga (“Nasce Uma Estrela”)
  3. Nicole Kidman (“O Peso Do Passado”)
  4. Melissa McCarthy (“Poderia Me Perdoar”)
  5. Rosamund Pike (“A Private War”)
  • Melhor atriz em um filme de Comédia ou Musical
  1. Emily Blunt (“O Retorno de Mary Poppins”)
  2. Olivia Colman (“A Favorita”)
  3. Elsie Fisher (“Eighth Grade”)
  4. Charlize Theron (“Tully”)
  5. Constance Wu (“Podre de Ricos”)
  • Melhor ator coadjuvante em filmes
  1. Mahershala Ali (“Green Book – O Guia”)
  2. Timothee Chalamet (“Querido Menino”)
  3. Adam Driver (“Infiltrado na Klan”)
  4. Richard E. Grant (“Poderia Me Perdoar”)
  5. Sam Rockwell (“Vice”)
  • Melhor atriz coadjuvante em filmes
  1. Amy Adams (“Vice”)
  2. Claire Foy (“First Man”)
  3. Regina King (“Se a Rua Beale Falasse”)
  4. Emma Stone (“A Favorita”)
  5. Rachel Weisz (“A Favorita”)
  • Melhor diretor
  1. Bradley Cooper (“Nasce Uma Estrela”)
  2. Alfonso Cuaron (“Roma”)
  3. Peter Farrelly (“Green Book – O Guia”)
  4. Spike Lee (“Infiltrado na Klan”)
  5. Adam McKay (“Vice”)
  • Melhor roteiro de filme
  1. “Roma”
  2. “A Favourite”
  3. “Se a Rua Beale Falasse”
  4. “Vice”
  5. “Green Book – O Guia”
  • Melhor trilha sonora para filme
  1. A Quiet Place

  2. Isle of Dogs

  3. Black Panther

  4. First Man

  5. Mary Poppins Returns

  • Melhor canção para filme
  1. All the Stars (“Pantera Negra”)

  2. Revelation (“Boy Erased
    : Uma Verdade Anulada”)

  3. Girl in the Movies (“Dumplin”)

  4. Shallow (“Nasce Uma Estrela”)

  5. Requiem for a Private War (” A Private War”)
  • Melhor animação
  1. “Incríveis 2”
  2. “Ilha dos Cães”
  3. “Mirai”
  4. “Wifi Ralph”
  5. “Homem-Aranha: no aranha verso”
  • Melhor filme língua estrangeira
  1. “Capernaum”
  2. “Girl”
  3. “Never Look Away”
  4. “Roma”
  5. “Shoplifters”
Leia mais:  Ativista LGBTQ, Ellen Page investe na persona de polemista para promover agenda

Leia também:  “Três Anúncios para um Crime” e “Big Little Lies” triunfam no Globo de Ouro 2018

TELEVISÃO

  • Melhor série de TV – Drama
  1. “The Americans”
  2. “Bodyguard”
  3. “Homecoming”
  4. “Killing Eve”
  5. “Pose”
  • Melhor série de TV – Comédia ou Musical
  1. “A Maravilhosa Sra. Maisel”
  2. “Barry”
  3. “The Good Place”
  4. “Kidding”
  5. “O Método Kominsky”
  • Melhor ator em série de Drama
  1. Jason Bateman (“Ozark”)
  2. Stephan James (“Homecoming”)
  3. Billy Porter, (“Pose”) 
  4. Richard Madden (“Bodyguard”)
  5. Matthew Rhys (“The Americans”)
  • Melhor atriz em série de Drama
  1. Caitriona Balfe (” Outlander”)
  2. Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale”)
  3. Sandra Oh (“Killing Eve”)
  4. Julia Roberts (“Homecoming”)
  5. Keri Russell (“The Americans”)
  • Melhor ator em série de Comédia ou Musical
  1. Bill Hader (“Barry”)
  2. Donald Glover (“Atlanta”)
  3. Jim Carrey (“Kidding”)
  4. Michael Douglas (“O Método Kominsky”)
  5. Sacha Baron Cohen (“Who is America”)
  • Melhor atriz em série de Comédia ou Musical
  1. Kristen Bell (“The Good Place”)
  2. Candice Bergen (“Murphy Brown”)
  3. Alison Brie (“GLOW”)
  4. Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
  5. Debra Messing (“Will & Grace”)
  • Melhor ator em série limitada ou filme para TV
  1. Antonio Banderas (“Genius: Picasso”)
  2. Daniel Bruhl (“The Alienist”)
  3. Darren Criss (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
  4. Benedict Cumberbatch (“Patrick Melrose”)
  5. Hugh Grant (“A Very English Scandal”)
  • Melhor atriz em série ilimitada ou filme para TV
  1. Amy Adams (“Sharp Objects”)
  2. Patricia Arquette (“Escape at Dannemora”)
  3. Connie Britton (“Dirty John”)
  4. Laura Dern (“The Tale”)
  5. Regina King (“Seven Seconds”)
  • Melhor ator coadjuvante em série ilimitada ou filme para TV
  1. Alan Arkin (“The Kominsky Method”)
  2. Kieran Culkin (“Succession”)
  3. Edgar Ramirez (“The Assassination of Gianni Versace”)
  4. Ben Whishaw (“A Very English Scandal”)
  5. Henry Winkler (“Barry”)
  • Melhor atriz coadjuvante em série ilimitada ou filme para TV
  1. Alex Bornstein (“The Marvelous Mrs.Maisel”)
  2. Patricia Clarkson (“Sharp Objects”)
  3. Penelope Cruz (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
  4. Thandie Newton (“Westworld”)
  5. Yvonne Strahovski (“The Handmaid’s Tale”)
  • Melhor filme para TV ou série limitada
  1. “The Alienist”
  2. “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”
  3. “Escape at Dannemora”
  4. “Sharp Objects”
  5. “A Very Englisch Scandal”
Leia mais:  Casamento de Carlinhos Maia promove encontro entre Safadão e Mileide

Leia também: Filmes protagonizados por mulheres ganham força na corrida pelo Oscar

A ansiedade do publico e, principalmente, dos indicados só aumentou para o dia 6 de janeiro, quando ocorre a premiação do Globo de Ouro 2019 .

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Roteirista de “Bright”, da Netflix, recebe novas acusações de abuso sexual

Publicado

por

Max Landis, roteirista do filme “Bright”, foi acusado novamente de abuso sexual. De acordo com uma reportagem especial do site Daily Beast , oito mulheres contaram seus relatos, detalhando os abusos. 

Leia também: Acusado de assédio, Cuba Gooding Jr. alega inocência; investigação continua

Max Landis
Reprodução/Instagram

Max Landis é acusado de abuso sexual por oito mulheres


A reportagem começa com a declaração de Ani Baker, ex-namorada do roteirista, que publicou uma mensagem em seu Instagram. “Se você encontrou minha página via Max Landis , oi. Eu vou te falar algumas informações sobre ele, porque a experiência/relacionamento com essa pessoa é realmente destrutivo, cheia de dor e um trabalho emocional que você não precisa gastar a sua energia e tempo”, declarou.

Leia também: Caio Blat curte comentário de fã e renova polêmica de assédio

Baker recebeu diversas histórias de outras mulheres que também acusaram o cineasta de ter sido abusivo. Umas delas, Julie (que teve seu nome verdadeiro trocado), contou que se relacionou com Landis por dois anos.

Leia mais:  Em “Verão 90”, Jerônimo levará surra de meliantes na frente de sua família

“Isso se tornou obscuro e sombrio, conforme nosso relacionamento se tornava mais tumultuado. Isso me levou a ser mais abusada. Ele disse que me ver chorando o excitava e ele gritava e me humilhava até que eu chorava. Depois, ele fazia sexo comigo enquanto eu continuava a chorar, sem nenhum respeito ou esforço para fazer as coisas direito. Ele me sufocou até eu desmaiar e fez coisas degradantes que eu não consigo escrever no papel”, afirmou.

Leia também: Kevin Spacey comparece, de surpresa, a julgamento por assédio

Uma outra jovem, Verônica, também relatou ter sido abusada por Max, dizendo que ele tentou fazer sexo com ela em um hotel. “Eu disse que estava desconfortável com a situação e não queria novamente. Ele ficou furioso e começou a gritar comigo, e jogou as coisas no quarto do hotel. Eu encolhi em um canto do quarto e ele se queixou que eu não estava sendo um bom encontro”, disse.

Esta não é a primeira vez que Max é acusado de algo tão grave. Em 2017, após o lançamento de “ Bright ”, ele também foi acusado de abuso sexual e assédio por uma atriz, Anna Akana. A partir daí, outras acusações contra ele vieram à tona.

Leia mais:  Listamos 20 séries novas da temporada que merecem sua atenção

Além do filme da Netflix, Max Landis também escreveu “Poder Sem Limites”, estrelado por Michael B. Jordan em 2012. Além disso, ele é filho do lendário cineasta John Landis, diretor de “Um Lobisomem Amricano em Londres”. Os dois, inclusive, trabalham num remake do filme. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana