conecte-se conosco


Mato Grosso

Pivetta afirma que meta é cortar 50% dos comissionados: “muitos não têm função

Publicado

O vice-governador eleito, Otaviano Pivetta (PDT), insinuou que a equipe de transição tem encontrado dificuldades em obter números com a atual gestão. Por conta disso, ele acredita que a dívida do Estado pode ser superior aos R$ 4 bilhões estimados pela equipe do governador eleito Mauro Mendes (DEM) durante a campanha eleitoral.

“Não se sabe exatamente o número, pois falta transparência, falta exatidão, mas nós pelas pesquisas que estamos fazendo na transição, imaginamos que seja R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões de dívidas vencidas e não pagas. O prazo médio de inadimplência é de 240 dias”, afirmou o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde em entrevista ao Jornal do Meio Dia.

O próximo vice-governador, que coordenou a equipe de transição do Governo Taques em 2014, destaca que dentro do levantamento já realizado foi constatado a necessidade de cortes na máquina. Segundo ele, essa medida é necessária para que sobre recursos para pagar as dívidas e ainda poder realizar algum investimento no Estado.

Pivetta estima que cerca de 50% das secretarias podem ser fundidas ou, até mesmo, eliminadas. Essa redução, segundo o vice, implicará ainda na redução dos cargos de confiança.

Leia mais:  Doação de pistolas, compartilhamento de imagens e radiocomunicação são temas de parceria

O vice-governador eleito criticou o “inchaço” da máquina. “A máquina está desgovernada. Muito cargo sem função e a pessoa recebendo todo mês sem entregar nada. Estou falando de cargos de confiança”, colocou.

Ele citou ainda outros setores que podem gerar economia ao Estado.  “Podemos economizar a partir do Palácio, no fretamento de avião, por exemplo. Não é muita coisa, mas são sinais que queremos dar de que as coisas mudaram. O coordenador não precisa utilizar tanta liturgia, nós podemos fazer do jeito que a gente faz hoje como empresário, como prefeito”.

Destacando que será um vice-governador atuante, Pivetta revela que, com o fortalecimento da economia estadual, ele e Mauro poderão liderar um momento de boa gestão, com entrega de serviços aos cidadãos e onde os municípios sejam contemplados.

Para isso, ele enfatizou a “parceria” que deve ser feita com os servidores efetivos no Estado. “Com servidores concursados e seletivos nós precisamos fazer um acordo, um pacto de mutirão por Mato Grosso. Temos que chamar essa força de trabalho para essa nova ordem que a sociedade nos deu, que é desempenhar uma função de servidor: ser mais eficiente, custo menor e entregar os serviços públicos no lugar e na qualidade que o cidadão precisa”, finaliza.

Leia mais:  Polícia Civil prende cinco por latrocínio de motorista de aplicativo

por: Larissa Malheiros / folhamax

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

PM prende dois e recupera produtos roubados de distribuidora em Várzea Grande

Publicado

por

Policiais militares do 4º Batalhão prenderam nesta quinta-feira (18.04), no bairro Mapim em Várzea Grande, duas pessoas envolvidas em um assalto a uma distribuidora de bebidas. Os suspeitos possuem ficha criminal, um deles com mandado de prisão em aberto e outro fazia uso de tornozeleira eletrônica, que foi rompida. Foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições intactas e foram recuperados uma carga de cigarros com notas fiscais, um veículo Fiorino, dinheiro e celular.

Os militares faziam ronda quando foram informados por moradores de que uma distribuidora de bebida havia acabado de ser assaltada. No local, encontraram os dois suspeitos em fuga, um de motocicleta e outro com o Fiorino da vítima, carregado de caixas de cigarros.

L.F.M.L. (28), saiu em alta velocidade na moto Honda Fan, mas foi contido e abordado logo em seguida. A motocicleta usada na ação teve a placa adulterada com uma fita adesiva colada no último número para dificultar a identificação.

Já L.G.L. (30), que fugiu no veículo, promoveu uma perseguição pelas ruas do bairro, não obedecendo a ordem de parada. Em certo momento, abandonou o carro ainda em movimento vindo a colidir com a viatura da guarnição. Tentou fugir pulando muros de residências e ainda apontou arma de fogo em direção ao policial, que revidou com um tiro na perna do suspeito. Ele foi encaminhado para atendimento médico e o segundo suspeito entregue na Central de Flagrante.

Leia mais:  Com aval de ministro, governador decreta calamidade financeira

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana