conecte-se conosco


Política

Vereadores aprovam livre parada para veículos de oficiais de justiça

Publicado

Os vereadores de Cuiabá aprovaram, em sessão plenária desta terça-feira (30), o projeto do Executivo que autoriza oficiais de justiça e avaliadores a estacionarem seus veículos particulares em vagas públicas quando estiverem executando suas funções.
A iniciativa corresponde a um anteprojeto do vereador Luis Claudio (PP), em razão da particularidade da função desses profissionais, que dão cumprimento a ordens judiciais utilizando de seus próprios veículos.
“Quando o oficial de justiça está no cumprimento de mandato judicial, ele é um representante do juiz. O processo só vai conseguir ter andamento se a parte da qual o oficial de justiça tem o mandado for intimada. Ele&nbsp tem dificuldade, porque&nbsp utiliza o próprio veiculo para estacionar em determinados lugares&nbsp e&nbsp tem que pagar do próprio bolso aquele estacionamento”, disse Luis Claudio.
O vereador afirmou ainda que a livre parada é destinada apenas em vagas de estacionamentos públicos, não privados.
Com o projeto, os profissionais também ficam isentos do pagamento da tarifa de estacionamento quando estiverem em diligência para o Poder Judiciário, nas vagas de estacionamento rotativo denominado “faixa verde”.
Terão direito a isenção os profissionais que tenham o veículo cadastrado do veículo junto ao Executivo e devidamente identificado com adesivo oficial também emitido pela Prefeitura de Cuiabá. Cada profissional terá direito a cadastrar dois veículos.
Para Luis Claudio, a aprovação&nbsp é importante para os servidores públicos e não afeta a coletividade.
“O oficial de justiça está no exercício de uma atividade pública. Nada mais justo do que conceder essas vagas de estacionamento. Esses profissionais terão os veículos identificados e&nbsp terão direito somente&nbsp quando estiverem no cumprimento do seu devido mandado judicial. Ninguém está aqui&nbsp para taxar privilégios para&nbsp a categoria. Estamos fazendo justiça a essa categoria”, encerrou.

Leia mais:  Bolsonaro passa por nova cirurgia para correção de hérnia

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado assina TAC e promete não realizar mais festas

Publicado

O deputado estadual Faissal Calil (PV) assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE) no qual se compromete a não realizar festas em sua residência, localizada no bairro Shangri-lá em Cuiabá, que excedam o volume de som permitido na “Lei do Silêncio”. O desrespeito à norma renderá multa no valor de R$ 3 mil.

“Se abster, a partir desta data, de produzir nos eventos realizados em sua residência ou sob sua responsabilidade, ruídos em níveis tais que possam resultar em danos à saúde humana”, diz o promotor 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Natalício Barbosa.

 

De acordo com o TAC, chegou ao conhecimento da promotoria de Justiça que o deputado realizou uma festa para comemorar a vitória do vereador Marcus Brito Jr. (PV), que é seu aliado político. O termo de compromisso foi assinado no dia 15 de dezembro.

Ainda consta no documento que as celebrações são realizadas com frequência no local. “De acordo com a notícia, as festas organizadas pelo senhor Faissal Jorge Calil Filho são recorrentes e causam grande perturbação à vizinhança”.

Leia mais:  Retomada ou não das obras do VLT só será anunciada em 2020

 

Veja vídeo da festa 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana