conecte-se conosco


Política

Vereador Dr. Xavier diz que aprovação de projeto de gratuidade no transporte coletivo “é resolutivo na área de transtorno mental”

Publicado

Para surpresa do vereador, seu projeto teve aprovação praticamente unânime na última quinta-feira, 22, com 42 assinaturas favoráveis dos pares na Casa de Leis. “Empreendemos mais um tento vitorioso para que a Saúde Pública – um dos focos permanentes do nosso trabalho parlamentar – seja guarnecida de suporte auxiliar aos mais carentes”, enfatizou
O vereador Dr. Xavier disse hoje (22) que a aprovação do projeto de lei de sua autoria, que garante gratuidade no sistema de transporte coletivo a pacientes em tratamento de transtorno mental, representa importante passo evolutivo no setor. “Atende um dos princípios do SUS, o da integralidade: todo tratamento deve ter início, meio e fim. Assim, se o paciente comparece regularmente às unidades de Saúde para receber assistência, o alcance da cura fica, o objetivo real, fica mais viável”.
Ele explicou que, por conta das dificuldades de deslocamento dos pacientes com transtorno mental às unidades de Saúde do município, em função dos custos das tarifas, o tratamento tem sido interrompido e, por vezes, sequer iniciado. “Há casos complexos, em que alguns pacientes necessitam comparecer aos CAPS duas a três vezes por semana, inclusive acompanhados de familaires. Mas, para isto acontecer, eles precisam dispor de recursos para bancar as tarifas de transporte. Se não têm, simplesmente desistem do tratamento. Uma interrupção danosa, sem dúvida”.
“Milhares de pessoas convivem com transtorno mental em Cuiabá. A maioria pertence a camadas sociais mais humildes, de carência total. Mal conseguem recursos para alimentação, e nenhum para transporte. Daí a inviabilidade de que compareçam regularmente às unidades de Saúde Pública do município isso deveria ser praxe após o início do tratamento”, descrevem técnicas de Saúde Mental
Conforme uma das técnicas da área de Saúde Mental de Cuiabá, Kellen Karina, do CAPS Adolescer, a aprovação do projeto de Dr. Xavier “traduz alívio inegável a milhares de pessoas que convivem com problemas de transtorno mental”. Kellen ainda acrescentou: “Para nós, profissionais, que sempre desejamos o melhor para nossos pacientes, é ainda uma grande satisfação saber que, doravante, nossos pacientes poderão sequenciar o tratamento”. Opinião compartilhada por Doramy Souza Silva de Araújo, do CAPS II do Jardim Paulista.
“Os CAPS oferecem consultas médicas e oficinas terapêuticas. Porém, em função de muitos pacientes não terem condições de bancar os custos das passagens de ônibus no sistema municipal, o tratamento é abandonado de vez, e o problema de transtorno mental, consequentemente, tende a se agravar. Não há, enfim, como ofertarmos garantia de cura quando algo do tipo acontece, pois é preciso continuidade assistencial”, enfatizou.
João Carlos de Queiroz/Secretaria de Comunicação Social – CMC
&nbsp

Leia mais:  Governador Mauro Mendes suspende aulas durante todo mês de abril

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado assina TAC e promete não realizar mais festas

Publicado

O deputado estadual Faissal Calil (PV) assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE) no qual se compromete a não realizar festas em sua residência, localizada no bairro Shangri-lá em Cuiabá, que excedam o volume de som permitido na “Lei do Silêncio”. O desrespeito à norma renderá multa no valor de R$ 3 mil.

“Se abster, a partir desta data, de produzir nos eventos realizados em sua residência ou sob sua responsabilidade, ruídos em níveis tais que possam resultar em danos à saúde humana”, diz o promotor 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Natalício Barbosa.

 

De acordo com o TAC, chegou ao conhecimento da promotoria de Justiça que o deputado realizou uma festa para comemorar a vitória do vereador Marcus Brito Jr. (PV), que é seu aliado político. O termo de compromisso foi assinado no dia 15 de dezembro.

Ainda consta no documento que as celebrações são realizadas com frequência no local. “De acordo com a notícia, as festas organizadas pelo senhor Faissal Jorge Calil Filho são recorrentes e causam grande perturbação à vizinhança”.

Leia mais:  Governo apresenta relatório para a Comissão de Saúde

 

Veja vídeo da festa 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana