conecte-se conosco


Política

Vereador defende CPI para investigar possíveis “aluguéis fantasmas”

Publicado

Câmara Municipal de Cuiabá rejeitou na última sessão Comissão Processante, mas aprovou CPI para apurar se ocorreram irregularidades na locação de prédios pelo município.
A Câmara Municipal de Cuiabá rejeitou, na manhã desta terça-feira (2), a Comissão Processante proposta pelo vereador Diego Guimarães (PP) para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) no caso dos contratos de “aluguéis fantasmas”, supostamente realizados pela Prefeitura. A instalação da comissão processantefoi rejeitada por 14 votos a 9.
Denúncias apontam que o principal imóvel em questão está localizado na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Popular, e estaria sendo locado pela Secretaria Extraordinária dos 300 anos (Sec-300)por R$ 9 mil mensais.Mas até o momento o imóvel não teria sido ocupado para nenhuma finalidade administrativa, fato que estaria gerando prejuízos para o erário público.
Para o vereador, Diego Guimarães, faltou vontade política para aprovar a Comissão Processante proposta por ele, tendo em vista que há “motivos fáticos de sobra para justificá-la,uma vez que ficou comprovado que houve descuido do prefeito Emanuel na locação do imóvel, como a falta de licitação, desatenção às condições precárias do prédio, entre outros problemas e infrações”, destacou Diego.
O vereador Luis Cláudio (PP), líder do prefeito na câmara, afirmou que a maioria dos vereadores rejeitou a Comissão Processante, proposta pelo Vereador Diego Guimarães (PP), por entender que ela é um ato extremo e infundado para a situação apontada.Uma vez que ela afastaria o prefeitoantes de investigar, não dando direito de ampla defesa para o lado acusado.O vereador destacou a criação da CPIque vai investigar não só o prefeito Emanuel, mas todos os contratos de locação de imóveis feito nos últimos 5 anos.Inclusive pela administração do prefeito Mauro Mendes, que alugou durante um ano, sem funcionamento, o Hospital São Benedito, pagando por esta locação 135 mil reais por mês.
“Entendemosque a CPI instalada hoje pela maioria dos vereadores vai passar a questão dos aluguéis do município a limpo. Saberse foi pago um preço justo de mercado pelos imóveis locados por esta e por outras administrações, se há ou não responsabilidade do ex-secretário Júnior Leite, que comandou a Secretaria dos 300 anos. Queremos darà sociedade uma resposta madura e coerente, capaz de esclarecer os fatos e responsabilizar quem for preciso responsabilizar”, enfatizouLuis Cláudio.

Paulo Wagner | Assessoria Vereador Luís Cláudio

Leia mais:  Estado reforça aos professores que só dará aumento após cumprir LRF

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Max Russi participa de audiência sobre Transbananal e destaca melhorias na logística e escoamento da produção de MT

Publicado

por

Max Russi defendeu ainda a união de forças entre a esfera federal e as estaduais, como forma de alavancar a conclusão do projeto.

Foto: JOSÉ MARQUES

O deputado Max Russi (PSB) participou da audiência que debateu a construção da TO-500, conhecida como Transbananal, que ligará Mato Grosso a Tocantins. Nesse encontro, que aconteceu durante manhã de sexta-feira (18), no município de Gurupi, estado vizinho, o parlamentar destacou uma projeção no desenvolvimento de ambos os estados e a melhoria na balança comercial do país, através do agronegócio, produtos agrícolas e a logística no escoamento de produção.  

No evento, que reuniu os governadores de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM), além do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, Max Russi defendeu ainda a união de forças entre a esfera federal e as estaduais, como forma de alavancar a conclusão do projeto.   

 “Ajuda no desenvolvimento de Mato Grosso, ajuda no desenvolvimento do Tocantins e ajuda o Brasil, nas suas exportações. Ajuda o Brasil naquilo que ele tem, a cada ano, crescido mais. É por isso que o Governo Federal, junto aos governos estaduais, tem que dar uma atenção especial para todo e qualquer investimento, que venha ligar o nosso país, diminuir os custos da produção e de transporte”, argumentou.

Leia mais:  Marinho: reforma da Previdência pode recuperar confiança na economia

O deputado Max Russi ressaltou que confia na fusão entre desenvolvimento e preservação e acredita que, com a construção dessa rodovia, estão previstas mudanças muito positivas para o Leste do Araguaia, principalmente na região de São Félix do Araguaia, onde cumpriu agenda na semana passada, junto à prefeita Janailza Taveira, na inauguração de obras ligadas a Saúde e Infraestrutura. Evento reuniu os governadores de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM), além do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas

Foto: JOSÉ MARQUES

“Com a TO-500 o desenvolvimento vai chegar de forma mais rápida. Com isso, vamos melhorar a qualidade de vida de nosso povo, principalmente dessa região, que tanto precisa”, complementou.

Transbananal

A Transbananal está orçada em R$ 1 bilhão e possibilitará a ligação de dois trechos da BR-242 a ferrovia Gurupi e o Porto de Salvador. O projeto, de 190 km, será executado através de uma parceria pública- privada, que contempla ainda a construção de duas pontes ao longo da extensão.

Também participaram da audiência os senadores por Mato Grosso Wellington Fagundes (PR) e Jayme Campos (DEM), o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), o deputado estadual Ondanir Bortolini “Nininho” (PSD), o secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho, dentre outras autoridades.

Leia mais:  Deputados falam com servidores estaduais sobre votações na ALMT

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana