conecte-se conosco


TCE MT

Várzea Grande recebe homenagem do presidente do TCE pelo aniversário de 152 anos

Publicado

“Quero destacar a nossa fé, a nossa cultura e a força do povo várzea-grandense. Como bom torcedor, trago também minhas saudações ao Clube Esportivo Operário Várzea-grandense, time do meu coração, que traz suas cores vermelha, branca e verde”


GONÇALO DOMINGOS DE CAMPOS NETO
CONSELHEIRO PRESIDENTE DO TCE-MT
 

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto, prestou homenagem alusiva ao aniversário de Várzea Grande, que será comemorado no dia 15 de maio, quarta-feira. A cidade completa 152 anos de emancipação. Em sua manifestação, feita na abertura da sessão plenária de julgamento desta terça-feira, 14/5, o conselheiro lembrou aspectos que marcam a cultura da população várzea-grandense.

“Quero destacar a nossa fé, a nossa cultura e a força do povo várzea-grandense. Como bom torcedor, trago também minhas saudações ao Clube Esportivo Operário Várzea-grandense, time do meu coração, que traz suas cores vermelha, branca e verde”, disse o presidente, salientando a religiosidade e a união que caracterizam aquela comunidade.

O conselheiro registrou ainda que Várzea Grande é uma cidade de habitantes “hospitaleiros e guerreiros”, que constroem o futuro do município com muita garra e determinação. Em nome da prefeita Lucimar Sacre de Campos, ele desejo de sucesso à atual administração do município.

Leia mais:  Prazo para Prefeitura cumprir cautelar objetiva evitar paralisação de serviços

História

 foto por: SECOM/VG

No dia do aniversário de Várzea Grande a comemoração dos 152 anos acontece com tradicional Desfile Cívico e Militar, na Av. Couto Magalhães

A cidade de Várzea Grande tem suas raízes na guerra do Paraguai. Oficialmente, conforme o site da Prefeitura Municipal, seu marco de fundação data de 15 de maio de 1867 com a ocupação da margem direita do Rio Cuiabá, por alguns ribeirinhos e chacareiros. A urbanização iniciou mesmo a partir da criação de um campo de prisioneiros paraguaios na localidade.

Tropas militares cuidavam de cidadãos comuns de nacionalidade paraguaia que eram hábeis açougueiros, artesões do couro e outros profissionais. A região logo se transformou em lugar com fama de boa carne seca e de reconhecidos artesões. Da miscigenação entre a população local branca e negra, os paraguaios e indígenas Guanás, surgiu o várzea-grandense, matriz de uma cultura rica em todos os aspectos.

O boom populacional, que transformou Várzea Grande no segundo maior município de Mato Grosso, se deu a partir do final da década de 70 e ganhou força com a divisão do Estado em 1979. A partir de então, o município passou a ser conhecido como Portal da Amazônia e, em seguida, como Cidade Industrial de Mato Grosso.

Leia mais:  Pleno aprova reexame de tese e revoga Resoluções nº 17/2014 e 09/2018

Comentários Facebook
publicidade

Política

TCE-MT e MPC seguem com trabalho remoto e retomam atividades normais até dia 13

Publicado

por

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), conselheiro Guilherme Antonio Maluf, e o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Alisson Carvalho de Alencar, prorrogaram o trabalho remoto por prevenção aos riscos de contaminação pelo novo coronavírus (COVID-19). Os órgãos retomam as atividades normais no dia 13 de abril.

As duas sedes seguem fechadas e os servidores continuam trabalhando no sistema home office. As sessões virtuais e os prazos processuais virtuais e não virtuais continuam suspensos até o retorno das atividades normais.

A medida de combate ao novo coronavírus foi prorrogada em portaria publicada nesta quinta-feira (26), no Diário Oficial de Contas. O presidente do TCE-MT, Guilherme Maluf, que é médico, informou que o TCE e o MPC já haviam determinado ações preventivas, porém, diante do avanço do vírus no Brasil e a manutenção da precaução exigida por setores governamentais e não governamentais internacionais de saúde, entenderam pela necessidade de prorrogação das medidas.

O acesso ao TCE-MT e MPC somente será permitido nos casos estritamente necessários, pelos secretários, líderes das unidades e do consultor jurídico-geral, ou a quem por eles designados e previamente autorizados, munidos da vestimenta necessária ao resguardo pessoal.

Leia mais:  TCE-MT reúne os 23 municípios adesos ao PDI para definir ações de 2019

Após o retorno das atividades normais, as sessões plenárias presenciais não serão abertas ao público, sendo que o ingresso será permitido ao pessoal necessário ao efetivo funcionamento, bem como dos representantes dos jurisdicionados que vão fazer sustentação oral na Tribuna.

GRUPO DE RISCO

Os servidores que fazem parte do grupo de risco ou habitam na mesma residência de alguém que faz parte deste grupo, não retomam as atividades no dia 13 de abril e seguem com o trabalho remoto até o dia 12 de maio. Nestes casos, os servidores devem apresentar o seu atestado ou da pessoa com quem mora, elaborado por autoridade médica competente ou agente de vigilância epidemiológica, além de uma declaração subscrita pessoalmente explicando que faz parte ou mora com alguém que faz parte do grupo do risco.

Confira a portaria:

https://www.tce.mt.gov.br/diario/preview/numero_diario_oficial/1877

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana