conecte-se conosco


Cidades

Várzea Grande quita salário de junho e eleva nível de servidores

Publicado

Lucimar Campos antecipa pagamento de salário de junho e concede enquadramento para servidores públicos

Mais uma vez a Prefeitura de Várzea Grande antecipa o pagamento de salários dos servidores públicos. Inicialmente agendado para o dia 28, o pagamento será feito no dia 27 e vem com uma novidade para os servidores de carreira, o enquadramento através da elevação de nível. A folha de pagamento da Prefeitura de Várzea Grande, do Departamento de Água e Esgoto – DAE/VG e da Previdência de Várzea Grande – PREVIVAG, com os encargos sociais somaram R$ 28 milhões.

A folha teve um impacto a maior, decorrente do enquadramento para os servidores de carreira, ou seja, aqueles concursados e que atenderam exigências legais como capacitação profissional, assiduidade, zelo, cumprimento de ordens.

O anúncio foi feito pela prefeita Lucimar Sacre de Campos após reunião com a equipe econômica sinalizando que mensalmente são feitas reuniões de avaliação para ver o montante consumido com os salários e que são limitados pela Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF.

“Constantemente avaliamos as despesas para mantermos o controle rigoroso nos gastos e como tínhamos o compromisso com os servidores públicos municipais quanto ao enquadramento, então decidimos conceder o benefício em quatro etapas. Agora no salário de junho que será pago nesta quinta-feira, 1.178 servidores da Saúde e da Educação já receberão com o benefício da elevação de nível”, disse a prefeita.

Leia mais:  Bancada e 30 cargos federais

O secretário de Administração, Pablo Gustavo Moraes Pereira, assinalou que nos salários de junho, julho, agosto e setembro, os servidores de carreira serão contemplados com a elevação de nível que faz parte do enquadramento que se resume na elevação de nível e a progressão de classe.

“Depois de avaliações técnicas e financeiras da equipe econômica construímos uma solução plausível e que respeita a Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF para os gastos com salários do funcionalismo público”, disse Pablo Gustavo Moraes Pereira.

A secretária de Gestão Fazendária, Lucinéia dos Santos Ribeiro, pontuou que a decisão de conceder o benefício da elevação de nível para os servidores de carreira, é decorrente da responsabilidade com que as coisas são tratadas em Várzea Grande e de cumprir com as obrigações.

“Temos que ver que Várzea Grande contratou R$ 130 milhões em empréstimos de obras de pavimentação para todas as regiões da cidade e que beneficiará milhares de moradores, valorizando imóveis e a própria cidade. Essa contratação só foi possível por causa da capacidade de endividamento, porque a atual administração paga seus compromissos e principalmente por respeitar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF para os gastos públicos, seja com a folha de salários, seja com outras dívidas que não podem comprometer a capacidade de endividamento”, ponderou Lucinéia dos Santos Ribeiro.

Leia mais:  Moradores do bairro São João Del Rey são beneficiados com obras de pavimentação e área de lazer

Lucimar Sacre de Campos lembrou que mensalmente a equipe econômica já faz uma avaliação da situação e do equilibro entre receitas e despesas para se ter completo controle das finanças públicas, e agora com o enquadramento que será implantado em quatro etapas, sendo integral para os servidores contemplados no referido mês, novas avaliações terão que ser feitas para se respeitar os limites de gastos impostos pela legislação de uma maneira em geral.

 

Por: Da Redação 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Seis enfermeiros de hospital de Tangará da Serra (MT) testam positivo para Covid-19

Publicado

por

Por Guilherme Barbosa, TV Centro América

Seis funcionários do Hospital Santa Ângela, em Tangará da Serra, testaram positivo para Covid-19. Os enfermeiros e técnicos de enfermagem foram afastados e estão isolamento em casa.

De acordo com a direção do hospital, é feita periodicamente a desinfecção de todas as alas do prédio para evitar que a doença se propague.

Segundo o hospital, todas as medidas de segurança estão sendo tomadas. Não tem nenhum paciente com a Covid-19 internado no hospital, que está funcionando normalmente.

A Vigilância Epidemiológica do município informou que já são 77 casos confirmados em Tangará da Serra. Trinta e oito pacientes estão em isolamento domiciliar e 39 já foram curados.

Conforme a prefeitura, o isolamento social está em torno de 40%, bem abaixo do ideal de 70%. Por isso, foi decretado na última sexta-feira (22) um novo toque de recolher das 20h até as 6h da manhã.

A ideia é diminuir o fluxo de pessoas circulando nas ruas e assim reduzir o número de infectados.

Leia mais:  Bancada e 30 cargos federais

Tangará da Serra possui somente 13 leitos de UTI para tratar pacientes com Covid-19 no serviço público de saúde.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana