conecte-se conosco


Cidades

Várzea Grande é escolhida pelo Itaú Social; 100 novos aprovados são empossados

Publicado

Várzea Grande foi um entre cinco municípios em todo o Brasil escolhido como participante do Programa Melhoria da Educação que é da Fundação Itaú Social, uma das mais renomadas instituições de capacitação e melhoria no ensino público através de parcerias.

Segundo a gestão, a partir das 9 horas desta segunda-feira, 4 de fevereiro, 100 novos profissionais da educação aprovados no concurso do ano passado serão empossados.

“Todo o apoio e ajuda é bem-vinda pois o nosso interesse maior é melhorar a qualidade de vida das pessoas e dos serviços públicos ofertados em nossa querida Várzea Grande”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos ao receber Sonia Dias e Samara Fonteles da Cunha, ambas pertencentes ao Polo de desenvolvimento educacional da Fundação Itaú Social, que formalizaram o convite em nome de Tatiana Bello Djrdjrjan que é Gerente de Programas do Itaú Social.

A prefeita aproveitou para confirmar a posse de novos aprovados no último concurso realizado por Várzea Grande.

Na oportunidade a prefeita Lucimar Sacre de Campos acompanhada pelo secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidélis aceitaram o convite do Itaú Social e pontuaram que a Educação Municipal vai redobrar seus esforços para que a parceria atenda a toda sua estrutura educacional.

“Fortalecer a estrutura da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer na sua capacidade para garantir acesso, permanência e aprendizado com equidade para todos e todas é um conceito que se enquadra na política adotada pela prefeita Lucimar Sacre de Campos e que já começa a apresentar resultados positivos, pois sabemos que Educação precisa ter incentivos imediatos com resultados duradouros para que o máximo de pessoas sejam contempladas”, disse Silvio Fidélis.

Entre os objetivos específicos do programa está desenvolver e testar tecnologias educacionais de planejamento e gestão e de gestão administrativa e de Recursos, com assessoria técnica e ações formativas.

Leia mais:  Há 30 anos no transporte público, motorista explica aprovação do serviço por 72% dos usuários

A principal missão do programa é criar meios e maneiras para que os resultados da educação pública, leia-se os alunos e seus conhecimentos, permitam que o mesmos avancem e auxiliem na formação de profissionais melhor preparado para o mercado de trabalho.

As formações dos profissionais da educação, abordam o eixo de planejamento e gestão, gestão administrativa e de recursos, gestão pedagógica quanto o da gestão administrativo-financeira. Dessa forma, os profissionais se preparam de maneira ampla para desempenhar suas funções.

Criado em 1999 pela Fundação Itaú Social, em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), a UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) e o Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), o Programa Melhoria da Educação auxilia os participantes a elaborar um diagnóstico da realidade educacional do município e a produzir, implementar e avaliar um plano de ação educativa adequado às características locais e às possíveis dificuldades identificadas pelo diagnóstico.

Este ano, o Itaú Social pré-selecionou quatro estados brasileiros e cinco municípios para sua implementação. Várzea Grande foi a cidade escolhida entre os municípios do centro oeste para participar do Programa.

Para a representante do Polo de Desenvolvimento Educacional do Itaú Social, Sonia Maria Barbosa Dias, o fortalecimento das secretarias de educação dos municípios é fundamental para a melhoria dos processos de educação pública no país e o Programa Melhoria da Educação vem ressaltar o protagonismo das equipes da Secretaria de Educação na realização dos trabalhos, além de promover a redução das desigualdades na aprendizagem no ambiente escolar.

De acordo com Silvio Fidelis, Várzea Grande foi o primeiro município de Mato Grosso contemplado com um programa de iniciativa da Fundação Itaú Social.

Leia mais:  Após balanço trimestral, serviço do Táxi Pref se estende às 20 secretarias

O Programa Redes de Territórios Educativos executado pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), traz como foco o fortalecimento de redes e parcerias que promovam a educação e o desenvolvimento integral da criança, adolescente e do jovem. Em julho do ano passado, dez entidades que desenvolvem projetos nas áreas de Cultura e Arte, Defesa de Direitos, Empreendedorismo/Geração de Emprego e Renda, Esportes, Formação para o trabalho, Meio Ambiente e Saúde, voltados para a Infância e Adolescência e Juventude em Várzea Grande foram atendidas com recursos na ordem de R$ 30 mil cada, provenientes do Fundo de Fomento do Itaú Social.

Para Fidelis, o convite para que o município pudesse participar do Programa Melhoria da Educação só vem reforçar a confiança da Fundação Itaú Social por meio da parceria consolidada através da seriedade e do trabalho que está sendo desenvolvido em Várzea Grande, objetivando implementar ferramentas eficientes na busca de uma educação pública de excelência nas escolas municipais.

“Várzea Grande foi escolhida por apresentar o perfil que atende aos critérios definidos pela Fundação Itaú Social, entre eles, um contingente populacional inferior a 500 mil habitantes, matrícula anual na Rede Municipal superior a 10 mil estudantes do ensino fundamental da área urbana. Mas, também pelo seu potencial cultural, patrimonial, humano e social, e acima de tudo por ter apresentado evolução no ensino aprendizagem, e nas suas estratégicas de Gestão, visto que já aponta mudanças no seu modo de educar, com criatividade e aumento no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB – explicou a coordenadora do Programa Itaú Social, Sônia Dias.

Com Assessoria

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Cursos resgatam sonhos de mulheres de baixa renda em Cuiabá

Publicado

por

José Ferreira

Uma turma formada por 17 mulheres do bairro Jardim União em Cuiabá teve a oportunidade de mudar de vida e ter novas perspectivas com o curso de depilação do Programa Qualifica 300 – Edição Especial Mulher.

Com aulas de segunda a sexta-feira, intercaladas entre aulas teóricas e práticas, as alunas aprenderam desde comportamento, ética e relacionamento interpessoal como as técnicas de trabalho e alguns princípios que devem ser seguidos para se tornarem profissionais capacitados em uma das áreas mais antigas da beleza. A exigência por esses profissionais treinados para o mercado de trabalho cresce constantemente.

A aluna Jaqueline da Silva sabe dessa necessidade e tinha como um sonho de consumo fazer o curso, no entanto não tinha condições de arcar financeiramente, pois tem dois filhos e está desempregada. “Adorei o curso, cada informação repassada pela professora, anotei tudo para gravar e colocar em prática depois. Pois, na depilação, se uma vez que puxar errado vai machucar a cliente causando hematomas, e isso não é legal e nem profissional”, comentou.

Leia mais:  Emanuel Pinheiro entrega quadra poliesportiva no bairro Parque Ohara

Josefina Assunção é a instrutora do Senac faz questão de enfatizar que as alunas tem que ter em mente que o profissional depilador é aquele que trata exclusivamente de retirar os pelos indesejáveis. “Por se tratar de um serviço prestado de pessoa para pessoa, as questões éticas e de relacionamento são de grande importância. Este profissional deve estar sempre atento às novas técnicas desenvolvidas, e ao lançamento de novos produtos, realizando uma análise crítica, renovando o seu conhecimento e sua experiência sempre”, assegurou Josefina.
Por estarem sempre em contato com outras pessoas, alguns princípios devem ser seguidos, explicou a instrutora. Em primeiro lugar, a higiene pessoal e do próprio ambiente deve ser observada com rigor. Os cabelos devem estar limpos, as unhas curtas e limpas, sempre usar o protetor de boca descartável, a vestimenta deve ser de preferência branca. Não se deve fumar durante o trabalho nem atender um cliente mascando chicletes. “Se colocarem em prática os ensinamentos vão conseguir alcançar o lucro almejado e irão evitar o desperdício. Aliás, exagero nunca é bom, não é a quantidade da cera, na verdade prejudica a depilação, além de quebrar o pelo e não ter como resultado uma depilação perfeita”, reforçou.

Leia mais:  Nova tarifa de água e esgoto com aumento de 4,6% deve começar a valer a partir de março em Cuiabá

Alciangra Rodrigues dos Santos, 24 anos, levou seu filho de 03 anos para poder participar das aulas. “Já procurei oportunidade de emprego e não consegui. Esse curso oferecido pela Prefeitura de Cuiabá veio em ótima hora. E ainda vou conseguir agregar as duas coisas, o trabalho, pois posso atender em casa e cuidar do meu filho. Estou muito feliz por saber que vou conseguir meu salário”, comentou.

A 2ª Edição do Programa Qualifica 300 foi lançada recentemente com 3 mil vagas de cursos profissionalizantes.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana