conecte-se conosco


Política

Uso de faixa de ônibus é compartilhado com transporte de emergência e individual de passageiros

Publicado

class=”olho”>RÁDIO CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ
23/04/2019
Uso de faixa de ônibus é compartilhado com transporte de emergência e individual de passageiros
Você sabia que, em Cuiabá, a faixa que exclusiva para ônibus pode ser compartilhado com transporte de emergência de ambulâncias e individual de passageiros, como táxis e moto taxis?
Isso mesmo. Desde novembro de 2017 foi aprovada a Lei nº 6.236, que permite a circulação mais ampla de veículos nesse tipo de via, existente nas principais avenidas da Capital. De forma que os condutores desses tipos de transportes veiculares poderão trafegar por essas vias durante as 24 horas do dia.
A lei municipal é de autoria do vereador Adevair Cabral e dita algumas regras para o uso compartilhado, como: proibição de embarque e desembarque de passageiros usuários de táxis nos corredores exclusivos à esquerda, sendo permitido somente nos da direita ficando a sinalização do uso da via sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Transportes, dentre outras.
Dana Campos | Câmara Municipal de Cuiabá

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
Leia mais:  PGE garante agilidade no cancelamento de protestos em dívida ativa já pagos
publicidade

Cidades

Churrascaria Favo de Mel anuncia que está encerrando suas atividades em Cuiabá; 70 perdem emprego

Publicado

por

A Churrascaria Favo de Mel anunciou nas redes sociais que está encerrando suas atividades em Cuiabá. A rede de churrascaria, que tem como sócio o cantor Marrone, foi inaugurada na Capital em agosto de 2019 e se envolveu em episódios polêmicos em pouco mais de nove meses de operação.

A churrascaria operava desde março no sistema delivery em virtude da pandemia do novo coronavírus. Na próxima semana, assim como outros restaurantes e bares de Cuiabá, estava prevista a reabertura do estabelecimento para receber clientes, cumprindo as normas de biossegurança para evitar a disseminação da doença.

Contudo, a churrascaria anunciou o encerramento das atividades, pegando boa parte dos clientes de surpresa. Isso porque, até o fim de semana, a empresa vinha anunciando suas ofertas no sistema delivery.

O motivo, segundo comunicado nas redes sociais, são as “incertezas econômicas” que pairam sobre o país em virtude da pandemia, que reduziu as atividades de diversas empresas. “Reduzimos despesas e tivemos significativamente redução de nossas receitas. Sendo assim, não conseguimos encontrar motivação para continuarmos desempenhando com a mesma qualidade, diversão e alegria nossos trabalhos”, diz o texto da churrascaria.

A churrascaria também comentou que, neste curto espaço de tempo de atividades em Cuiabá, viveu polêmicas que “mancharam sua imagem”. A primeira surgiu no fim do ano passado – entre o Natal e Ano Novo -, quando dezenas de clientes relataram terem passado mal após se alimentarem no local.

Leia mais:  Senado aprova PEC que prorroga prazo de quitação de precatórios 

Outro episódio que prejudicou a imagem do restaurante foi um vídeo de larvas saindo dos alimentos. “Passamos por momentos altos e baixos, vivenciando situações delicadas, às quais nunca fugimos das responsabilidades, buscando sempre fazer as devidas correções para poder oferecer sempre produtos e serviços de qualidade”, frisou.

A Favo de Mel afirmou que, com o fechamento, 70 colaboradores diretos ficam sem emprego. “Infelizmente, o grupo gestor decide encerrar as atividades da empresa em Cuiabá a partir de hoje”, decidiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana