conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Usinas produzem 49% mais etanol na safra deste ano

Publicado

Marcelo Toledo
RIBEIRÃO PRETO (SP)
Com preços mais atraentes para as usinas, a produção de etanol hidratado –utilizado diretamente nos veículos flex– cresceu 49,03% neste ano no centro-sul do país, enquanto a fabricação de açúcar despencou.

Os dados estão em relatório da safra de cana-de-açúcar no centro-sul do país divulgado nesta quarta-feira (24) pela Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar).

De acordo com o levantamento, desde o início da safra, em abril, até o último dia 16, a produção de etanol –incluindo o anidro, que é misturado à gasolina antes da comercialização–, atingiu 25,86 bilhões de litros.
Desse total, 17,87 bilhões foram de hidratado, que apresentou o forte crescimento em relação à safra 2017/18.A maioria das usinas do centro-sul tem plantas industriais com capacidade de fabricar etanol e açúcar, e a definição do total de cana que vai para cada um depende muito do cenário econômico.

Como o etanol nesta safra tem sido mais rentável para as empresas do que o açúcar, preferiram produzir o combustível. Reflexo disso, a fabricação de açúcar alcançou 23,39 milhões de toneladas, enquanto no mesmo período de 2017 foram produzidas 31,33 milhões, queda de 25%.

Leia mais:  Começa nesta segunda-feira (6), inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio

Além disso, de acordo com Antonio de Padua Rodrigues, diretor-técnico da Unica, outro fator que contribui para a menor produção açucareira foi o fato de 17 usinas terem optado por não fabricá-lo.

Enquanto na safra passada as usinas que produziram só etanol representaram 14,43% do total de cana moída, nesta safra elas passaram a responder por 19%.

PRODUÇÃO EM QUEDA
Na safra deste ano, foram processadas 483,56 milhões de toneladas de cana, ou 3,54% menos em comparação às 501,3 milhões do mesmo período na safra passada.

A queda no acumulado da safra ocorreu devido à estiagem e deve se acentuar até dezembro, quando a maioria das usinas já terá encerrado a moagem.

A projeção da Unica é de que a safra atinja cerca de 560 milhões de toneladas de cana, queda de 6,04% em relação às 596 milhões de toneladas previstas inicialmente.

Essas 36 milhões de toneladas equivalem praticamente à produção do Paraná todo na safra 2017/18, quinto maior produtor do país e que colheu 37 milhões de toneladas. O maior produtor é São Paulo, com 357,1 milhões de toneladas na última safra.

Leia mais:  Apresentadores receberam dinheiro do governo para elogiar reforma da Previdência

Até agora, 15 usinas concluíram a safra e tiveram queda média de 15,5% no total de cana moída.

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Publicado

Os cartórios brasileiros já podem autenticar documentos por meio eletrônico. O novo serviço possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site

A novidade vem para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado. Entre eles, assinaturas digitais de escrituras, procurações por videoconferência, atas notariais e testamentos, bem como separações e divórcios extrajudiciais.

Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), órgão responsável por gerir o módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad), o novo recurso permite “a materialização e a desmaterialização” de autenticações em diferentes cartórios. Dessa forma, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos, além de verificar de forma segura a autenticidade do arquivo digital.

A Cenad foi é o único meio nacional válido para a autenticação digital de documentos. Para tanto, será necessária a apresentação de um documento originalmente físico, junto a algum cartório de notas, para que ele seja digitalizado para, então, ser enviado para autenticação.

Leia mais:  Equipe de Bolsonaro entrega 22 nomes do grupo de transição ao Planalto

Segundo a presidente do CNB, Giselle Oliveira de Barros, o novo procedimento permite ao usuário trabalhar com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.

“Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente (emailwhatsapp ou qualquer outra ferramenta) a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, informou.

Como acessar o serviço

Para acessar esse serviço, “o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autenticado for físico, é necessário levar o impresso ao cartório para digitalização e autenticação.

Ao receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento”, informa o CNB.

A autenticação notarial gera um registro na plataforma, com dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação. “O usuário receberá um arquivo em PDF assinado digitalmente pelo cartório. O envio do arquivo poderá ser feito por e-mailWhatsApp ou outro meio eletrônico”, finaliza.

Leia mais:  Asa Branca morre aos 57 anos, em São Paulo, vítima de câncer

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana