conecte-se conosco


Educação

Univag e Microsoft promovem evento mundial de tecnologia SQL Saturday Cuiabá 2019

Publicado

O Univag – Centro Universitário de Várzea Grande recebe no dia 13 de julho (sábado) o evento mundial SQL Satuday Cuiabá 2019, que será realizado pela primeira vez em Mato Grosso. O evento é gratuito e as inscrições são feitas pelo site: http://bit.ly/SQLSaturday2019.

Aberto ao público, o evento é voltado para temas referentes às tecnologias relacionadas a banco de dados, BI, BigData, IA e desenvolvedores.

O SQL é uma linguagem de consulta estruturada (Structured Query Language) que por meio de comandos utilizando ferramentas ad-hoc é possível recuperar dados que estão armazenados em objetos, mais conhecidos como tabela.

Organizado pela Comunidade SQL-MT e o PASS, em parceria com a Microsoft e o Univag, o SQL Saturday Cuiabá 2019 terá a presença de MVPs (Microsoft Most Values Professional), palestrantes especialistas do Brasil em Plataforma de Dados da Microsoft e áreas afins. Além de palestras e workshops em ferramentas Microsoft de Programação, Banco de Dados, Business Intelligence, BigData e Inteligência Artificial.

O professor do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Univag, Aislan Honorato Moraes, explica que o PASS é uma organização sem fins lucrativos dirigida por uma comunidade diversa e oferece suporte a profissionais de dados em todo o mundo que usam a plataforma de dados da Microsoft.

Leia mais:  Bussiki vai homenagear primeira-dama Virginia Mendes e mulheres de destaque em Cuiabá

Confira a programação completa no link: http://bit.ly/SQLpalestrantes

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Mendes é hostilizado por grevistas durante visita à Chapada

Publicado

por

O governador Mauro Mendes (DEM) foi hostilizado por profissionais da Educação – que estão em greve há mais de 50 dias – durante passagem por Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá), na manhã desta sexta-feira (19).

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o governador caminhando pela praça da cidade com a primeira-dama, Vírginia Mendes e o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho enquanto os profissionais gritam palavras de ordem.

“Você é um imoral. Os deputados fizeram uma proposta, mas você não aceitou. Você cortou o nosso salário e ainda quer dividir. Cadê o que você cortou da gente?”, disse um servidor usando um alto-falante, enquanto os demais gritavam que “a greve continua”.

O governador se mostrou bastante tranquilo durante o protesto e até sorriu em algumas ocasiões.

Mauro foi até Chapada fazer uma visita técnica aos pontos turísticos da cidade. O Governo estuda a viabilidade da execução de projetos que fomentem o turismo e o desenvolvimento local.

A greve

Os servidores da Educação estão parados desde o dia 27 de maio e exigem, entre outras coisas, o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) e o cumprimento da lei da dobra salarial (aprovada em 2013), que dá direito a 7,69% a mais na remuneração, anualmente, durante 10 anos.

Leia mais:  Vereador faz alerta e pede conscientização para diminuir violência no trânsito

No último dia 10 de julho, a Assembleia Legislativa apresentou uma proposta ao Governo para pagar os 7,69% dividido em três parcelas.

A primeira seria de 2,6% a ser paga na folha salarial de agosto;  a segunda (2,6%) entraria na folha de novembro e a última (2,49%) em fevereiro do ano que vem.

O Governo, no entanto, não acatou a proposta alegando estouro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que estabelece o limite máximo de gastos com folha salarial em 49%. Mato Grosso já atinge 58,55%.

Outro lado 

A assesoria de imprensa do Governo do Estado informou que o governador Mauro Mendes não irá se manifestar sobre o episódio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana