conecte-se conosco


Cidades

Um novo tempo para a saúde dos cuiabanos

Publicado

Estamos virando uma página da nossa história em Cuiabá, estamos levando a saúde pública para um outro patamar na nossa Capital. A inauguração do novo Pronto Socorro é só o começo das mudanças que estão por vir. Estamos trabalhando diuturnamente para inaugurarmos a nova unidade. Mas apenas a obra física não é suficiente, temos que inovar em tudo! Isso inclui a gestão do hospital.

Há décadas sofremos acompanhando, dia após dia, a nossa população nos corredores do Pronto Socorro, em condições que não dão orgulho para nenhum gestor, em especial para mim que tenho como meta humanizar os serviços públicos na nossa amada Capital. Quero que todos tenham a qualidade dos serviços voltados para o respeito com o cidadão.

Por isso, encaminhei a apreciação dos dedicados membros do Conselho Municipal de Saúde a proposta do modelo de gestão que dá certo em Cuiabá: a gestão do Hospital São Benedito.

O São Benedito é um case de sucesso, ele é referência de atendimento pelo SUS. Na última pesquisa realizada sobre o hospital, a taxa de satisfação do usuário alcançou 99%, dentro da classificação bom e ótimo. A excelência de prestação de serviço público de saúde que o São Benedito oferece, humanizado, eficiente, digno, respeitando o cidadão é o motivo desse alto índice de satisfação.

Leia mais:  Plenária final da 13ª Conferência em Saúde delibera propostas à política SUS dos próximos dois anos

Quero obter a mesma qualidade no novo Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. Por isso propus que a Empresa Cuiabana de Saúde, responsável pela gestão do São Benedito, seja também a responsável em gerir o novo Pronto Socorro. Importante ressaltar que minha decisão está no fato da Empresa Cuiabana de Saúde ser uma empresa 100% pública; pertencente à Prefeitura Municipal de Cuiabá e com um histórico de excelência na gestão pública.

Com a Empresa Cuiabana de Saúde gerindo o novo Pronto Socorro teremos uma série de vantagens, dentre elas a agilidade na tomada de decisões e realização de atos administrativos. Por ser uma empresa pública, ela não está presa ao “retrocesso prejudicial” de burocracia da administração direta, avançando, portanto, a eficiência nos seus processos e eficácia nos seus propósitos. Tenho certeza que essa iniciativa vai garantir um sucesso muito maior na referência e excelência dos serviços prestados pela empresa pública de saúde.

Estamos realizando um sonho da população cuiabana entregando o novo Pronto Socorro e temos que aproveitar o momento para virar a página da história da saúde pública na Capital, oferecendo respeito ao usuário, humanização, excelência e eficiência dos serviços públicos prestados. Se eu não fizer isso, vou apenas mudar o problema de endereço. Nas mãos da Empresa Cuiabana de Saúde tenho certeza que conseguiremos oferecer a mesma qualidade, porque é assim que pretendo administrar: inovando e garantindo mais qualidade de vida para a nossa população.

Leia mais:  Prefeitura será parceira da 2ª Edição da exposição de carros antigos na Orla do Porto

Quero pedir o apoio de toda sociedade, da classe política, aliados ou não, para que juntos possamos melhorar a saúde de Cuiabá. É hora de darmos as mãos e trabalharmos com muita determinação, amor e sensibilidade para construir a capital dos nossos sonhos.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Alunos participam de aula de campo que resgata a história do bairro Campo Velho

Publicado

por

Divulgação

Alunos do 3º ano do 1º ciclo da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Filogônio Correia, do bairro Campo Velho, participaram nesta semana de uma aula de campo no Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, em comemoração aos 300 anos de Cuiabá. A aula faz parte do Projeto “Campo Velho e os voos continuam”, que resgata partes da história da cidade.

A iniciativa tem uma explicação, a escola está localizada no bairro em que aconteceu o primeiro pouso de avião em Cuiabá, no dia 29 de março de 1929, num campo improvisado. “Resolvemos realizar esse projeto para que as crianças conhecessem mais sobre o primeiro pouso de um avião em Cuiabá que aconteceu nosso bairro. Os alunos do 3º ano estão fazendo a parte do primeiro pouso, então solicitamos uma visita ao aeroporto”, explicou a diretora da escola Inês Ehrenbrienk.

Esta é a segunda turma da unidade educacional a fazer a visita. No dia 5 de abril, outra turma participou da aula de campo. A diretora Inês relembra que ao chegar ao aeroporto, os alunos foram recepcionados no auditório da Superintendência, onde assistiram a uma apresentação sobre a história do aeroporto e receberam gibis da Turma da Mônica com foco na aviação. Em seguida, entraram na área operacional, onde visitaram a Seção contra Incêndio (SCI). Lá, tiveram uma explicação sobre como funciona e participaram de uma simulação de incêndio.

Leia mais:  Prefeitura publica lista de selecionados do residencial Nico Baracat II

“Os alunos visitaram também o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIAOPER), onde puderam conhecer os aviões e os helicópteros da corporação e a função de cada um deles, além disso, as crianças puderam entrar no helicóptero”, acrescentou Inês. Depois, foi a hora de conhecer uma aeronave utilizada em voos comerciais e simularam um embarque, entraram na cockpit (cabine do Piloto). Pelo Finger, ponte que faz ligação entre o terminal de aeroporto e o avião, foi simulado o desembarque.

Nessa aula de campo, participaram 60 alunos divididos em duas turmas. “A experiência foi maravilhosa, as crianças ficaram extasiadas de tanta alegria. É gratificante para nós educadores podermos proporcionar momentos como esses para os nossos alunos. Com certeza ficará na memória deles por muito tempo”, destaca Inês.

A culminância do projeto será apresentada para a comunidade no final do mês de abril.

(Estagiária Emilly Rodrigues com supervisão da jornalista Maria Barbant)

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana