conecte-se conosco


Tecnologia

Twitter lança “Stories”com compartilhamento de fotos e vídeos em tempo real

Publicado


Twitter lança nova função nesta quarta-feira (13), que permite compartilhar fotos e vídeos em tempo real
Divulgação/Twitter

Twitter lança nova função nesta quarta-feira (13), que permite compartilhar fotos e vídeos em tempo real


O Twitter lançou, nesta quarta-feira (13), uma atualização que permite o compartilhamento de fotos e vídeos em tempo real, sem a necessidade de abrir uma nova publicação. Similar ao Stories do Instagram e do Facebook, também é possível fazer transmissões ao vivo a partir da ferramenta.

Leia também: WhatsApp, Messenger e Instagram Direct serão integrados, confirma Zuckerberg

A nova função do Twitter traz, como nos conhecidos Stories, uma câmera integrada. Para acessá-la, basta deslizar a tela para esquerda dentro do aplicativo, e pronto: será possível fotografar, filmar ou fazer uma transmissão em tempo real.

De acordo com a empresa, a novidade tem como objetivo tornar o compartilhamento em tempo real , algo que já é bastante visado na plataforma, ainda mais fácil. “O Twitter é o melhor lugar para ver e falar sobre o que está acontecendo, e temos trabalhado para desenvolver recursos que tornem isso ainda mais fácil. Com essa atualização, os usuários poderão capturar momentos com mais rapidez, atingindo uma audiência interessada em acompanhar e conversar sobre aquilo em tempo real”, disse Keith Coleman, vice-presidente de produtos.

Leia mais:  Como fazer figurinhas do WhatsApp no Android e no iPhone

Leia também: Rainha Elizabeth publica foto no Instagram pela primeira vez

O ” Stories ” do Twitter já está disponível tanto para aparelhos com sistema Android, do Google, quanto para iOS, da Apple.

Saiba como funciona a nova função do Twitter


Similar ao Instagram e ao Facebook ,
Divulgação/Twitter

Similar ao Instagram e ao Facebook ,”Stories” do Twitter vai permitir compartilhar fotos, vídeos e fazer transmissões ao vivo




Depois de deslizar para a esquerda, acessando a câmera, basta dar um clique para tirar uma foto ou manter o botão pressionado para gravar um vídeo. Já para encontrar a função ao vivo, é só clicar em um menu na parte inferior da tela.

Depois de filmar ou fotografar, como no Instagram e no Facebook , os usuários poderão acrescentar hashtags e localizações. A diferença dessas plataformas, no entanto, é que o conteúdo não vai sumir em 24 horas: ficará por tempo indeterminado na rede social.

Leia também: Pornhub agradece Bolsonaro: buscas ao termo “golden shower” cresceram 688%

Na timeline do Twitter , as postagens por meio do “Stories” aparecerão de um jeito diferente do que nas publicações comuns: as imagens ocupação um espaço maior, e o texto será acompanhado de uma cor de fundo que poderá ser escolhida pelo usuário.

Leia mais:  Yellow e Grin anunciam fusão; Grow compartilhará patinetes e bicicletas




Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Pais afirmam ver Momo ensinando suicídio em vídeos infantis; YouTube nega

Publicado

por


Boneca Momo foi inserida por hackers em alguns vídeos infantis do YouTube e ensina crianças a cometerem suicídio
Reprodução/Twitter

Boneca Momo foi inserida por hackers em alguns vídeos infantis do YouTube e ensina crianças a cometerem suicídio


Pais e responsáveis afirmam que uma boneca macabra está assustando crianças em todo o mundo. Batizada de Momo, a personagem, que tem aparência assustadora, teria sido inserida em diversos vídeos de conteúdo infantil do YouTube Kids, plataforma feita especialmente para crianças, aparecendo em momentos aleatórios, no meio das imagens, com mensagens suicídas. 

Leia também: Conhece os chans? Autores do massacre em Suzano acessavam fóruns da deep web
Sem qualquer aviso prévio, essas imagens da Momo  estariam aparecento dentro de vídeos feitos para o público infatil. Assim, enquanto as crianças assistem um determinado programa ou o clipe de uma música, as imagens são interrompidas para darem lugar à boneca.

De acordo com depoimentos, a boneca dá instuções, em inglês, de como cometer suicídio .  Além do áudio ensinando como cortar os pulsos com diversos objetos que podem estar presentes em casa, também há imagens demonstrando o ato, fazendo com que se torne facilmente imitável pelas crianças.

Há relatos de aparição da boneca no meio de vários vídeos do YouTube Kids : alguns em que crianças fazem slime, em episódios de desenho e até mesmo roubam alguns minutos de músicas infantis, como a famosa ” Baby Shark “. 

No Twitter, diversos usuários começaram a confirmar o problema, deixando o assunto entre os mais comentados da rede social. Os internautas afirmam que as crianças de sua família ou de conhecidos já conhecem a  boneca Momo e que estão com medo dela.

Leia também: Má influência? Gamers rebatem associação de videogames ao massacre em Suzano

Há também relatos de que, além de cometer suicídio, a personagem estimula as crianças a fazerem outros desafios, como esfaquear outras pessoas da casa. Para influenciar os pequenos a realmente fazerem o ato, a boneca retorna no fim do vídeo com ameaças e diz que, caso a criança não cumpra a ordem, ela vai voltar para pegá-la durante a noite. Assim, causando medo, é mais provável que a criança realmente o faça.

Leia mais:  Twitter vai ganhar News Camera, sua própria versão dos Stories

Confira:


















Leia mais:  Clientes do Banco do Brasil podem pagar o IPVA por WhatsApp





YouTube diz que Momo não foi encontrada





Em resposta à polêmica, o YouTube se pronunciou, em nota, alegando que não foi encontrado “nenhum vídeo que promova um desafio Momo no YouTube Kids” e pedindo para que qualquer conteúdo com “atos nocivos ou perigosos” seja denunciado. 

Leia também: Netflix aumenta preço dos serviços no Brasil; confira os novos valores

“Sobre o desafio Momo : não encontramos nenhum vídeo que promova um desafio Momo no #YouTubeKids. Qualquer conteúdo que promova atos nocivos ou perigos é proibido no YouTube. Se encontrar algo parecido, denuncie”, escreveu a empresa no Twitter.




Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana