conecte-se conosco


Política

TVAL e Rádio Assembleia transmitem, ao vivo, eleição em MT

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

HAROLDO ASSUNÇÃO / Secretaria de Comunicação

Neste domingo (7), a Rádio Assembleia (FM 89.5) e a TVAL (via satélite e também no canal 29 Full HD Exclusivo) transmitirão, ao vivo, a cobertura jornalística do primeiro turno das eleições no estado – realizada por meio de parceria com o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT). 

“Nossas equipes têm experiência, desde 2010 acompanhamos as eleições desde o começo, para bem informar aos eleitores mato-grossenses sobre a importância de votar e bem escolher seus candidatos, aos quais abrimos espaço para exposição de suas propostas, tudo com absoluta imparcialidade e respeito às recomendações do Ministério Público Eleitoral”, assinala o superintendente da TVAL, Wanderley Oliveira.

Nestas eleições, em parceria com a seccional mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT), importante debate foi realizado entre os cinco postulantes ao Palácio Paiaguás – Arthur Nogueira (Rede Sustentabilidade), Mauro Mendes (DEM), Moisés Franz (PSOL), Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR) – com transmissão ao vivo para os 141 municípios mato-grossenses.

Leia mais:  Proposta quer aumentar para 23,5% o repasse de parte da arrecadação federal a municípios

“Também fizemos, ao vivo, entrevistas individuais com cada um dos candidatos a governador, com tempo estritamente igual e mesmo número de reprises em nossa programação”, ressalta Oliveira.

VOTAÇÃO

No dia decisivo do primeiro turno, desde a abertura das seções eleitorais, às 8h, mais de trinta profissionais da emissora – entre motoristas, técnicos, cinegrafistas, repórteres e editores – estarão a postos para informar os telespectadores, até a contagem do último voto.

Ao longo da transmissão, flashes ao vivo sobre os locais de votação e os fatos mais marcantes, inclusive o momento em que cada um dos cinco candidatos for à urna.

APURAÇÃO

Depois do fechamento das seções eleitorais, às 17h, as equipes irão se concentrar no Centro de Eventos do Pantanal para acompanhar a apuração do sufrágio até o resultado final. A transmissão será ancorada pelos jornalistas Anderson Sartori e Osmair Thiago.

A contagem dos votos também será transmitida ao vivo pela Rádio Assembleia – Lucky Marlon fará a apresentação em estúdio, com reportagens de Bruno Pini, trabalhos técnicos de Edilson Peixoto e direção-geral de Jaime Neto. Rádio e televisão também irão transmitir boletins para as emissoras parceiras da Câmara dos Deputados e Senado Federal.

Leia mais:  Rotam prende três suspeitos com 16 pacotes de ecstasy

 

Comentários Facebook
publicidade

Política

Governo autoriza vacinar professores após forças de segurança

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) autorizou a reserva de 10% das vacinas contra a covid-19 que o Estado receber para a imunização dos profissionais da educação das redes públicas e privadas. A informação é do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Segundo Carvalho, a decisão ocorreu na manhã desta segunda-feira (12) durante reunião com os secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo (Saúde), e da Educação, Alan Porto.

“Estamos fazendo um ofício para a Secretaria de Saúde, solicitando que após a vacinação dos profissionais das forças de segurança, que também sejam imunizados os profissionais da educação”, disse durante entrevista ao programa Tribuna da rádio Vila Real FM.

A decisão tem por base a pressão por parte dos deputados estaduais e do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep). Isso porque na semana passada, os deputados aprovaram em 1ª votação a educação como serviço essencial na pandemia. Caso seja aprovada em 2ª votação, as aulas presenciais poderão retornar.

Com isso, muitos deputados cobraram que os professores entrassem na lista de prioridades para a vacinação no Estado, já que o retorno das aulas está em votação.  O projeto de retorno às aulas garante que a rede privada pode voltar com as aulas presenciais. Já  na rede pública poderia ocorrer de maneira virtual, até que se criem as condições para o retorno presencial.

Leia mais:  ONG se reúne com presidente da Câmara em busca de benefícios às crianças autistas

O Sintep chegou ameaça greve em fevereiro, caso o governo determinasse o retorno das aulas presenciais. Atualmente as aulas continuam remotas e o governador Mauro Mendes (DEM) aprovou na Assembleia um projeto para a compra de notebooks e o auxílio internet para mais de 15 mil professores da rede pública estadual.

O valor depositado aos professores é de até R$ 6.020. Os profissionais terão que comprovar a compra dos computadores e a assinatura da internet.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana