conecte-se conosco


Mato Grosso

TV Assembleia inicia transmissão de aulas do Pré-Enem

Publicado

O conteúdo atende alunos da rede pública de ensino que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem 2020

A TV Assembleia passou a transmitir nesta segunda-feira (18), as aulas do projeto Pré-Enem Digital produzido pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. As aulas são para os alunos da rede pública de ensino que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem 2020.

Os estudantes interessado podem assistir as aulas pela TV Assembleia, sintonizando nos canais 30.1 e 30.2 (aberto HD Digital), 10 (Net TV) e no satélite C2 Star One para quem tem parabólica, na frequência, 3645. As aulas podem ser assistidas pelo site www.al.mt.gov.br.

As aulas vão ao ar de segunda a sexta-feira, sempre das 7 horas às 8 horas. No sábado, as aulas começam às 9 horas vão até as 10 horas. De acordo com o superintendente da TV Assembleia, Jaime Fernandes da Costa Neto, a primeira etapa das aulas são para o Pré-Enem e depois deve prosseguir com as aulas para o ensino fundamental I e II.

Leia mais:  Câmara Municipal participa de lançamentos e inaugurações de obras em Cuiabá

“A TV Assembleia está disponibilizando esses horários na grade de programação diária da emissora. Além disso, está dando um suporte na gravação, quando é feita na sala de reuniões da Seduc. Já a edição do material, que vai ao ar, fica sob a responsabilidade da secretaria de Educação”, explicou Jaime Neto.

As vídeoaulas são produzidas e gravadas por professores da rede estadual e por  professores voluntários da rede privada de ensino. As gravações dessas aulas estão sendo feitas com equipamentos do Estado e no estúdio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) e na própria sede da Seduc.

Hoje, as duas aulas que levadas ao ar foram ministradas pelos professores Sérgio Cintra e Felipi J. Neto, de Literatura e de Filosofia, respectivamente. De acordo com Cintra, o Enem exige do estudante o conhecimento de nove competências cobrados na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias. Uma delas é Literatura.

As provas deste ano serão feitas em dois formatos: impressos e digital. A aplicação do vestibular tradicional será feita em dois domingos: nos dias 1º e 8 de novembro, respectivamente. E a novidade é que as provas digitais serão realizadas nos dias 22 e 29 de novembro. O novo modelo limitou o número de participantes a 100 mil pessoas neste primeiro ano.

Leia mais:  Autoridades repudiam declarações de secretário especial de Cultura

Inicialmente, os conteúdos das vídeoaulas atendem as quatro áreas do conhecimento que são cobrados Enem: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

A cada três dias, um veículo é incendiado por falta de manutenção na rodovia 163

Publicado

por

Um incêndio a veículo é registrado a cada três dias, em média, na BR-163/MT, colocando em risco a segurança de quem trafega pela rodovia e prejudicando o meio ambiente. A situação poderia ser evitada com a realização da manutenção preventiva antes de seguir viagem. Desde o início do funcionamento dos serviços operacionais da Rota do Oeste, em setembro de 2014, as equipes atenderam mais de 800 ocorrências desta natureza, 52 delas somente este ano, de 1º de janeiro a maio.

Com a aproximação do período de estiagem em Mato Grosso e o consequente aumento no número de queimadas no estado, o gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, chama a atenção para a situação e reforça aos motoristas a importância da manutenção veicular, especialmente quando for percorrer longas distâncias.

“A incidência de registros não é irrisória e chama a atenção a exposição ao perigo, tanto do motorista quanto de terceiros. Como estamos no período mais seco do ano, devemos ficar mais atentos, pois a vegetação fica mais seca e a umidade do ar muito baixa, o que pode agravar a situação em um caso de incêndio a veículos às margens da rodovia, especialmente com as características da BR-163, que conta com vegetação intensa”, explica.

Leia mais:  Governo poderá editar medida provisória para combater o coronavírus

Na maioria dos casos, as chamas nos veículos são provocadas por curto circuito e problemas na parte elétrica. Situações que poderiam ser sanadas em uma revisão veicular de rotina ou antes de seguir viagem. Ferreira alerta ainda sobre a importância de os motoristas recorrerem a empresas que oferecem serviço especializado e de qualidade para evitar transtornos.

“A instalação de equipamentos e acessórios adicionais também podem resultar em sobrecarga do sistema elétrico e iniciar um incêndio. Por isso, a orientação é sempre procurar um profissional de confiança para evitar um problema maior, como ficar parado na rodovia ou mesmo correr o risco de ter o veículo danificado pelas chamas”, orienta.

Atendimentos – Se durante a viagem pela BR-163 o motorista perceber fumaça no motor do veículo, a recomendação é estacionar em local seguro, se afastar do veículo e acionar as equipes da Rota do Oeste para adotar as providências cabíveis. Os serviços da Concessionária podem ser solicitados por meio do 0800 065 0163, nas bases de atendimento ao usuário ou nas praças de pedágio.

Leia mais:  Governo desenvolve várias ações de combate ao sedentarismo

A empresa dispõe de viaturas de inspeção, caminhões pipa e unidades de atendimento médico ao longo dos 850,9 quilômetros sob concessão. Os serviços prestados são custeados pelo valor arrecadado nas praças de pedágio, sem qualquer cobrança adicional ao motorista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana