conecte-se conosco


Turismo de negócios da Capital será apresentado no Conotel 2019

Publicado

Com crescimento nos últimos anos, o setor do turismo de negócios da Capital ganhou notoriedade nacional e já figura na lista das melhores cidades brasileiras para se desenvolver a atividade. Com essa movimentação do setor em alta, o novo mapa do setor será apresentado no Congresso Nacional de Hotéis (Conotel) 2019 (um dos maiores eventos de hotelaria nacional). O Congresso acontece em Goiânia, nos dias 8, 9 e 10 de maio, deste ano e traz o tema “Tendências e Inovações no Segmento Hoteleiro”.

“Neste momento em que a cidade comemora seu marco dos 300 anos, participar deste grande evento é motivo de muita satisfação e só soma ao processo de difusão do setor local, que a gestão Emanuel Pinheiro vem promovendo. Mostrar ao restante do Brasil e do mundo nossos potenciais e o quanto Cuiabá agrega condições para receber um número grande de visitantes e também de eventos, é preponderante para que possamos construir e desenvolver as atividades deste setor, de forma mais sólida, galgando mais degraus e se consolidando cada vez mais, na lista das melhores cidades investidoras, geradora de novos empregos, com economia em expansão”, ressaltou o secretário de Cultura, Esporte e turismo, Francisco Vuolo.

O assunto foi pauta de uma reunião, na última semana, entre os gestores do Município, diretor de Turismo da prefeitura de Cuiabá, Rogério Bento Noronha; do Estado, o secretário-adjunto de Turismo, Jeferson Moreno; e o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Mato Grosso (ABIH/MT), Jack Abboudi.

Leia mais:  Prefeito se emociona ao visitar os alunos que escreveram cartas para ele

Na ocasião, os presentes dialogaram sobre o apoio ao município, para que Cuiabá consiga sediar este evento de grande porte – o Conetel –  em 2021.  À frente das negociações, Rogério Bento avaliou como positiva a tratativa e destacou a importância da Capital ser sede do Congresso.

“Estamos buscando os parceiros, para colocar a cidade como sede de mais esse grande evento. Nessa primeira conversa, o Estado já sinalizou positivamente à proposta e, com certeza, vai somar à ela. Com os parceiros somando ao nosso projeto, teremos condições de colocar a Capital como forte candidata à sediar o consolidado evento, trazendo a oportunidade de expor o que há de melhor no mundo, para segmento de Cuiabá”, observou Rogério.

Por que Cuiabá? 

Ao longo desses 300 anos, a Cidade Verde deu um salto na sua infraestrutura e hoje é dona de uma das melhores infraestrutura do país e de um potencial riquíssimo em todos os eixos do turismo.

Com uma economia em crescimento, a cidade está entre as Capitais com mais potencial para se investir. Isso trouxe à ela a expansão para receber pequenos, médios e grandes eventos e, assim, ganhou mais notoriedade com uma terra para grandes negócios. Para se ter uma ideia, a cidade possui mais de 200 estabelecimentos comerciais, entre restaurantes e bares, espaços para eventos, com áreas superiores a 12 mil metros quadrados, onde podemos produzir até quatro eventos ao mesmo tempo, aeroporto a 8 km do centro e uma malha viária toda recuperada, e um parque hoteleiro de 12 mil leitos.  Com esse mapa estrutural, a cidade ganhou capacidade para receber milhares de pessoas de todo o mundo.  

Leia mais:  Prefeitura disponibiliza listas dos pré-aprovados e não aprovados para o Nico Baracat III

Nesse crescimento do eixo do turismo de negócios e eventos, o de lazer também ganha notoriedade e vem se desenvolvendo. São inúmeros atrativos que fazem seus visitantes se sentirem em casa. Dentre esses, pode-se destacar a gastronomia, as danças e os grandes espaços em meio a natureza.

Cuiabá tem em seu entorno, em um raio de 100 km, municípios, que formam um grande complexo, que permitem aos que visitam à Capital, em um curto espaço de tempo, possam visitar belezas naturais como o Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres, Jaciara, com lindas cachoeiras, rios, florestas, com práticas de esportes radicais.

É todo um sistema ligado à cadeia do turismo, que torna a cidade esse grande berço para o empreendimento, em nível nacional, chegando ao internacional, a colocando ao lado de 22 municípios do país, considerados os melhores para se visitar. A lista foi elaborada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Comentários Facebook
publicidade

Assembleia prorroga recesso das atividades administrativas

Publicado

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), prorrogou o recesso das atividades administrativas até a próxima sexta-feira (14). A determinação, publicada no Diário Oficial Eletrônico de sexta-feira (7), mantém as atividades estritamente essenciais para o funcionamento do Parlamento.

Esse prazo, de acordo com a Resolução Administrativa nº 45/2020, pode ser prorrogado caso continue a evolução das condições sanitárias em Cuiabá e Várzea Grande. Nas duas cidades, voltaram a aumentar os casos de contaminação pelo novo coronavírus.

Na última determinação, publicada no DOE/AL do dia 29 de julho, por meio da Resolução Administrativa nº 42/2020, o recesso administrativo teve início em 3 de agosto e seguiu até o último dia 8. O documento descreveu a alteração das condições de funcionamento da Assembleia Legislativa nesse período de enfrentamento da Covid-19.

O documento mantém como atividades essenciais as sessões plenárias (ordinárias e extraordinárias), as reuniões das comissões permanentes e temporárias, as reuniões do Colégio de Líderes e da Mesa Diretora. Os horários do expediente dessas atividades legislativas serão das 8 horas até as 14 horas, com exceção das quartas-feiras, quando o expediente será das 8 horas até as 12 horas e, à tarde, das 13 horas até as 17 horas.

As atividades do Plenário ocorrerão através do Sistema de Deliberação Remota, instituído pela Resolução nº 6.719/ 2020, utilizando da plataforma digital Zoom ou equivalente, como medida excepcional destinada a viabilizar o funcionamento do Plenário durante a emergência de saúde pública.

Leia mais:  Juvam celebra Dia Mundial da Água em ação com crianças na Capital

Em dias de sessão, apenas será permitido o acesso ao Plenário de Deliberações, o presidente da Assembleia Legislativa, que será auxiliado pelos 1º e 2º secretários ou por parlamentares designados para tal incumbência e até mais um parlamentar a ser convocado, devendo todas as proposições serem remetidas ao e-mail [email protected]

A medida adotada pelo presidente Botelho está embasada no artigo 4º do Decreto Federal nº 10.282, de 20 de março de 2020, que regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que define os serviços públicos e as atividades essenciais dos Poderes Legislativos.

De acordo com o documento, os servidores que não estiverem em afastamento médico, em gozo de férias ou licenças, devem desempenhar suas atividades funcionais designadas pela chefia imediata em regime de trabalho home office, devendo permanecer durante o horário de expediente acessíveis e disponíveis.

De acordo com a resolução, apenas dois servidores terão acesso a cada um dos 23 gabinetes. Já nos gabinetes da Presidência, da Secretaria de Serviços Legislativos, da Secretaria Parlamentar da Mesa Diretora, dos Núcleos de Comissões Permanentes e da Coordenadoria de Segurança Militar, será autorizado o ingresso de servidores em quantidade essencial para o efetivo desempenho das atividades.

O documento restringe ainda o acesso de servidores nas secretarias administrativas e na Procuradoria. Nesses setores, será permitida a entrada do secretário e do procurador, respectivamente, e de até dois servidores.

Leia mais:  Gatos e cães não transmitem coronavírus a humanos

Na Superintendência de Contratos, Convênios e Correlatos e na de Licitação, será permitido o acesso dos superintendentes e de até três servidores. Na Gerência de Manutenção e Serviços Gerais, será permitido o acesso do gerente e de até quatro servidores.

Na Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida, será permitido o acesso do supervisor e de até dois servidores. Na TV Assembleia, será facultado o acesso de até quatro servidores por turno. Já na Rádio FM 89,5 será permitida a entrada de até dois servidores por turno.

Outra determinação da resolução é de os secretários, responsáveis pelos referidos setores, remeterem à Coordenadoria Militar a relação nominal única dos servidores, indicando as atividades essenciais a serem executadas. O acesso será submetido à autorização formal da Secretaria de Administração de Patrimônio.

No período de pandemia, a resolução autoriza a realização de obras, reformas e manutenções necessárias nas dependências do Parlamento durante o período de pandemia da Covid-19. Cabe à Secretaria de Administração e Patrimônio adotar as medidas necessárias para evitar a propagação interna da Covid-19. A secretaria deve intensificar a limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências da Assembleia Legislativa, especialmente banheiros, elevadores, corrimões e maçanetas. O setor deve também adotar medidas que visam renovar a circulação de ar e da abertura periódica das janelas em locais com uso de ar condicionado.

 

 

Por: HiperNoticias

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana