conecte-se conosco


Cidades

TSE e TREs tratam dos últimos preparativos para as Eleições 2020

Publicado

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, participou de reunião virtual com o Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel) para tratar dos últimos preparativos para o primeiro turno das eleições municipais do próximo domingo (15).

Um dos principais temas discutidos foi a situação da falta de energia no Amapá em virtude de problemas em gerador que abastece a região. O presidente do TRE-AP, Rommel Araújo, informou que a energia está sendo retomada de forma gradativa, e que a expectativa é de que, no dia da eleição, 70% a 80% do abastecimento esteja normalizado. No domingo (8), o estado recebeu baterias reservas enviadas pelo TSE para garantir o funcionamento das urnas.

Nesse sentido, o ministro Barroso afirmou que devem ser adotadas novas estratégias voltadas aos eleitores do Amapá, para garantir uma votação segura. A ideia é tranquilizar os eleitores do estado de que não haverá nenhum tipo de interrupção durante a votação.

A pedido do ministro Barroso, também participou da reunião o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, que informou sobre a criação de um gabinete de situação após os ataques de hackers sofridos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última semana.

Leia mais:  Prefeitura cumpre ação de desocupação e demolição na Avenida Beira Rio

O objetivo é prevenir e estar preparado para ações semelhantes no dia da votação. Os integrantes desse gabinete têm duas reuniões diárias, uma delas com os secretários regionais, com orientações implementadas de acordo com as ações que estão sendo tomadas dentro do TSE.

Além disso, estão sendo feitos back-ups de hora em hora, diariamente, com vários requisitos de segurança e acesso. Senhas de todos os servidores e colaborares tiveram de ser alteradas e credenciais de acesso antigas foram eliminadas para garantir um ambiente ainda mais seguro. Ele também informou que 75% das urnas já estão carregadas e lacradas prontas para serem enviadas aos locais de votação. “Estamos tomando todas as ações preventivas no sentido de garantir que todas as fases tenham a total proteção sem qualquer possibilidade de invasão”, disse Janino, ao informar que tem equipes trabalhando 24 horas por dia no monitoramento.

O ministro Barroso agradeceu pelo trabalho extraordinário dos tribunais regionais e afirmou que todas as intercorrências serão acompanhadas, sendo esperado um percentual mínimo de abstenção.

Leia mais:  Prefeito se reúne com diretores administrativos para estabelecer metas e cobrar o equilíbrio fiscal

O presidente do Coptrel, desembargador Jatahy Júnior, agradeceu ao presidente do TSE em nome dos demais presidentes por facilitar o trabalho da Justiça Eleitoral em todo o país diante dessas condições de realizar eleições no meio de uma pandemia. Lembrou o diálogo rápido e permanente que o ministro Barroso manteve com o Congresso Nacional para garantir que as eleições seriam realizadas ainda em 2020, ainda que com o adiamento de 42 dias. Destacou também as parcerias com especialistas de saúde e instituições privadas que viabilizaram a segurança do pleito em relação à saúde dos eleitores.

Segundo ele, é por ações como estas que a Justiça Eleitoral, sob a liderança do ministro Barroso, vai entregar os novos prefeitos e vereadores eleitos no próximo domingo. “Em nome do colégio, só tenho a parabenizar e agradecer esse trabalho, que certamente vai entrar para a história da Justiça Eleitoral como uma das eleições mais difíceis a serem preparadas e realizadas”, afirmou.

O presidente do TRE de São Paulo, Waldir Nuevo Campos, reforçou as palavras ao fazer referência à “gestão eficiente e brilhante que facilitou sobremaneira o nosso trabalho”.

Fonte: TSE

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Mais de mil pessoas serão capacitadas na 2ª Etapa do Qualifica Cuiabá 300 que começa na segunda-feira (23)

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Prefeito se reúne com diretores administrativos para estabelecer metas e cobrar o equilíbrio fiscal

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana