conecte-se conosco


Carros e Motos

Toyota Yaris da linha 2020 estreia multimídia com Android Auto

Publicado

source

Motor Show

Toyota Yaris arrow-options
Divulgação

Além da atualização na multimídia, o Toyota Yaris X Way agora traz pintura em dois tons para não ficar para trás

Disponível a partir da versão XL Plus Tech dos Toyota Yaris Hatch e Sedã, a central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay é uma das novidades da linha 2020 do compacto premium da marca japonesa. Os preços partem de R$ 66.490 (Hatch) e R$ 68.490 (Sedã) (confira abaixo a tabela completa).

LEIA MAIS: Toyota Yaris Sedan encara o rival Honda City

Toyota Yaris arrow-options
Divulgação

Atualização na central multimídia adiciona conectividade Android Auto pela primeira vez na marca

De acordo com a Toyota, a atualização do software do sistema multimídia e a instalação do microfone compatível com comando de voz também estará disponível para os Toyota Yaris da linha 2019. O serviço poderá ser agendado na rede de concessionários da marca, por R$ 429,99 (peça e mão-de-obra).

LEIA MAIS: Toyota Yaris é a aposta da montadora. Peca em detalhes, mas tem a sua solidez

Toyota Yaris arrow-options
Divulgação

Nova central multimídia terá também comando de voz, Apple Car Play e atualização do software a partir do modelo 2019

Leia mais:  Confira 5 modelos que são injustiçados no mercado brasileiro

Além da multimídia atualizada, outra novidade do Toyota Yaris 2020, desta vez exclusiva para a versão X-Way aventureira, são as opções de pintura em dois tons (preto e branco, preto e vermelho e preto e cinza) para a carroceria e as rodas diamantadas.

LEIA MAIS: Toyota Yaris 1.3 CVT: (quase) tudo que o Corolla tem de bom por R$ 69.590

Confira abaixo as versões e preços do Toyota Yaris 2020:
YARIS HATCH
1.5L
XLS
CVT
R$ 83.990
X-WAY
R$ 81.990
XS
R$ 77.990
1.3L
XL Plus Tech
R$ 71.990
XL
CVT
R$ 68.590
MT
R$ 66.490
YARIS SEDÃ
1.5L
XLS
CVT
R$ 85.990
XS
R$ 80.990
XL Plus Tech
R$ 75.190
XL
R$ 69.990
MT
R$ 68.490

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Triumph Tiger 900 é revelada com mais aptidão e modernidade que a 800

Publicado

por

source
Triumph Tiger arrow-options
Divulgação

Triumph Tiger 900: Nova bigtrail inglesa chega para elevar a dirigibilidade e a modernidade

A Triumph Tiger 900 é revelada em seis novas versões, para substituir o modelo 800. Confirmada para chegar no ano que vem — possivelmente ainda no primeiro semestre — a versão de entrada Standard começará mais cara que os R$ 43.190 do que o modelo atual. As outras cinco configurações são a Tiger 900 GT, 900 GT Low, 900 GT Pro, 900 Rally e 900 Rally Pro, em ordem de preços e equipamentos. Enquanto as GT são voltadas para o asfalto, as Rally preferem o off-road.

LEIA MAIS: Triumph Bobber Black é eleita a melhor moto custom do Brasil

Entre as principais novidades, destacam-se o novo desenho do farol duplo em LED — que lembra a Street Triple RS lançada em outubro — assim como o novo visual do bico e da carenagem lateral. Entre outras mudanças, estão um novo assento, um pouco mais estreito, além do guidão mais recuado em 10 mm, o que ajuda o condutor da nova Triumph Tiger a manusear a moto com mais conforto e se equilibrar melhor quando de pé.

Leia mais:  Hyundai Creta 2.0 Prestige: retoques sutis no visual justificam a compra?

Conjuntos mecânicos e estruturais

Triumph Tiger arrow-options
Divulgação

Traz novo motor, novos componentes estruturais, peso reduzido e novas possibilidades de condução

O seu motor é totalmente novo. Com três cilindros e 888 cc, gera 95,2 cv e 8,87 kgfm (ante 95 cv e 7,86 na 800, ainda à venda no Brasil. Apesar das diferenças entre as versões, todas oferecem seletor de modo de condução. A versão básica da Tiger 900 permite escolher entre ‘Rain’ e ‘Road’, enquanto as opções GT adicionam ‘Sport’ e as Rally ganham o ‘Off-Road’. A GT Pro ainda traz uma opção configurável, e a Rally Pro tem o modo exclusivo ‘Off-Road Pro’.

LEIA MAIS: Nova trail KTM 250 Adventure é revelada na Índia e pode vir ao Brasil

Fabricado com uma treliça de aço modular de baixo peso, junto com a adoção de um bloco mais leve para o motor, resultaram em uma perda de 7 kg. O tanque de combustível da bigtrail aumentou de 19 litros para 20 litros, bem como a sua altura máxima em 2 cm. Enquanto as versões Standard e GT vêm com rodas de liga leve de 19 polegadas na frente e 17″ na traseira, as Rally trazem rodas raiadas, com 21 polegadas na dianteira.

Já os freios, por sua vez, estão na versão de entrada um par Stylema 4, com quatro pistões e discos de 320 mm na roda dianteira, com pistão único e disco de 255 mm na traseira, combinado ao sistema ABS. As versões GT e Rally têm o mesmo conjunto, mas com ABS otimizado para curvas. Entretanto, ao invés de também serem Stylema, são da italiana renomada Brembo.

Leia mais:  VW antecipa imagens e detalhes do novo SUV T-Roc R, atração do Salão de Genebra

LEIA MAIS: Trail Royal Enfield Himalayan traz novas cores e equipamentos na linha 2020

Migrando para a suspensão, é composta por bengalas de 45 mm na frente e com 177 mm de curso, enquanto a traseira é monoamortecida, com 186 mm de curso. As GTs passam a ter compressão e retorno ajustáveis para os amortecedores. Enquanto isso, as Triumph Tiger Rally são equipadas com Showa, com 238 mm de curso na frente e 228 mm na traseira.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana