conecte-se conosco


Esportes

Swing, divórcio, briga… o que apareceu de novo no Caso Daniel na última semana

Publicado

Caso Daniel ainda está sendo investigado no Paraná arrow-options
Reprodução

Caso Daniel ainda está sendo investigado no Paraná

Os próximos passos do caso Daniel, processo que investiga a morte do jogador no ano passado, no Paraná, serão dados pela Justiça a partir de 13 de agosto deste ano, podendo se estender até o dia 15, com os depoimentos dos sete acusados pelo crime, incluindo os membros da família Brittes .

Leia mais sobre o caso Daniel

Enquanto as audiências não acontecem, novas peças do quebra cabeça do caso Daniel apareceram na semana passada e podem, inclusive, mudar os rumos da investigação.

Uma perícia realizada no celular de Cristiana Brittes , mulher de Edison Brittes , o assassino confesso do jogador Daniel, mostra que a  moça pesquisou por casas de swing no Google alguns dias antes do crime.

Casas de swing são locais onde aconrecem trocas de casais para relações íntimas. E essa informação reforça a tese de que Edison teria chamado Daniel para dormir com Cris na manhã do crime, como informou uma testemunha logo após o assassinato, ainda em 2018.

Daniel mandou fotos ao lado de Crtistiana Brittes logo após gravar um áudio para amigo arrow-options
Reprodução

Daniel mandou fotos ao lado de Crtistiana Brittes logo após gravar um áudio para amigo

O rapaz, que não foi identificado, disse ao programa Tribuna da Massa que  Edison teria convidado Daniel a manter relações sexuais com Cristiana naquela fatídica manhã, pouco antes do atleta ser morto.

Por usar muitas drogas, Edison teria surtado com a ideia e praticou o crime. “A família tem direito de saber que Daniel não tentou estuprar ninguém, ele realmente é inocente na história”, disse o entrevistado.

→  Clique aqui e confira tudo sobre o caso Daniel no iG Esporte

Leia mais:  Diego Hypólito lança seu primeiro single no palco da Parada LGBT

A defesa da família Brittes se apoia na questão de que Daniel teria tentado estuprar Cristiana Brittes enquanto ela dormia. E que a ação do marido da mulher seria por “legítima defesa”.

Briga feia e busca por divórcio

Cris e Edison Brittes estariam em pé de guerra arrow-options
Reprodução/Instagram

Cris e Edison Brittes estariam em pé de guerra

A perícia feira no celular de Cristiana Brittes constatou também que o casal não estava passando por um bom momento, com brigas e xingamentos via WhatsApp . Conversas realizadas pelo aplicativo mostram que Cris e Edison estavam em pé de guerra e que a mulher, inclusive, estaria buscando se divorciar do marido.

Em um trecho do bate-papo, Cristiana briga com Edison: “Vem logo para casa. Quem é essa mulher atrás de você. Que se f…, vou sair. Você não me merece! Você me paga! Desgraçado!”.

Na resposta, Edison foi bastante agressivo e fez até ameaças à esposa: “Eu odeio você. Não pise teu pé mais aqui por favor. Suma sua maldita. Espero que você morra”, disse o homem que matou o jogador Daniel no WhatsApp.

Em um outro print de conversa, Cris Brittes manda uma mensagem para uma pessoa registrada na sua agenda como “Advogada Divorcio”, indicando que ela estava com intenções de se separar antes mesmo do crime: “Olá, tudo bem? Confirmado o horário de amanhã?”

Combinando versão do crime

Família Brittes combina versão da morte de Daniel com testemunhas arrow-options
Reprodução

Família Brittes combina versão da morte de Daniel com testemunhas

Outra novidade do caso são as conversas de Allana Brittes , filha do casal, com pessoas que estavam na sua festa. Nas mensagens, a jovem tenta marcar um encontro com essas testemunhas no dia seguinte ao assassinato com o intuito de combinar uma versão do crime .

“Os Purkote vão sair junto com você? Que horas você volta mais ou menos, você acha? Ou que horas, tipo, que dá um ar pra gente? Que é só pra gente conversar rapidinho”, disse Allana em uma das mensagens por áudio à Lucas Mineiro, seu amigo.

Leia mais:  Tv francesa afasta dois funcionários por frases sexistas sobre caso Neymar

As mensagens foram trocadas na noite de 27 de outubro, dia em que o jogador Daniel foi encontrado pela manhã. O encontro das testemunhas com a família, marcado por Allana, aconteceu apenas no dia 29, em um shopping da cidade de São José dos Pinhais. Câmeras de segurança flagraram a conversa.

Quem são os acusados

Allana Brittes e Cris Brittes arrow-options
Reprodução

Allana Brittes e Cris Brittes

Além da família Brittes (Edison, Cristiana e Allana), outras quatro pessoas são acusadas do crime.

O empresário Edison Brittes já confessou ter matado Daniel, alegando que jogador tentou estuprar Cristiana Brittes, sua esposa, em casa. Por outro lado, a Polícia Civil e o MP-PR (Ministério Público do Paraná) entendem que não houve tentativa de estupro.

De todos os acusados, apenas Evellyn Perusso responde em liberdade. Os outros seguem detidos.

Veja quem são os acusados do caso Daniel e pelo que respondem :

  • Edison Brittes Júnior : acusado de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor e coação no curso do processo;
  • Cristiana Brittes : acusado de homicídio qualificado por motivo torpe, coação do curso de processo, fraude processual e corrupção de menor;
  • Allana Brittes : acusada de coação no processo, fraude processual e corrupção de adolescente;
  • Ygor King : acusado de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor;
  • Eduardo da Silva : acusado de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor;
  • David Willian da Silva : acusado de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual, corrupção de menor e denunciação caluniosa;
  • Evellyn Brisola Perusso : acusada de denunciação caluniosa, fraude processual, corrupção de menor e falso testemunho.
Evellyn Brisola Perusso ficou com Daniel na noite anterior ao crime arrow-options
Reprodução/Átila Alberti/Tribuna do Paraná

Evellyn Brisola Perusso ficou com Daniel na noite anterior ao crime

A juíza do caso Daniel já ouviu testemunhas de acusação e defesa em outras duas fases de audiência, em fevereiro e em abril deste ano de 2019. Prestaram depoimento pessoas que estavam na festa de aniversário de Allana Brittes, na véspera do crime, e familiares do jogador e dos acusados.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Goiás, com um a menos e de virada, bate o Internacional no Serra Dourada

Publicado

por

Lance

Goiás x Internacional - Campeonato Brasileiro arrow-options
reprodução / Twitter

Goiás x Internacional – Campeonato Brasileiro

Se o panorama do primeiro tempo com expulsão no time adversário e a abertura do marcador davam a entender que vinha pela frente uma tranquila vitória do Internacional sobre o Goiás no Serra Dourada, a etapa complementar transformou o panorama da partida e quem parecia condenado no jogo virou o placar para um heroico 2 a 1.

Com o resultado, o  Goiás foi para a 11ª posição com 21 pontos ganhos enquanto o Internacional segue com 24 unidades e em sétimo lugar do Campeonato Brasileiro.

GOL COLORADO E PREJUÍZO DOBRADO

Em partida que estava bastante corrida e com busca de alternativas para os dois lados, aos 11 minutos Wellington Silva achou uma bola muito bem enfiada visando a infiltração de Guilherme Parede que, de frente com Tadeu, chutou de perna esquerda no meio das pernas do arqueiro goiano. 

Depois do gol, a arbitragem analisou o lance desde sua origem com o uso do Árbitro de Vídeo e, além de confirmar o tento, ainda viu lance de falta onde Léo Sena acabou pisando com a ponta do pé na mão de Rithely e decidiu dar cartão vermelho para o atleta do Goiás.

MUDANÇAS FORÇADAS

Com o panorama modificado tanto pelo gol como pela expulsão de Léo Sena, Ney Franco decidiu fazer a transição de estilo de jogo com a saída do centroavante Rafael Moura para a entrada de Leandro Barcia, prevendo maior dificuldade em conseguir prender a bola no sistema ofensivo e apostar mais nos lances de velocidade.

Leia mais:  Em goleada do Tottenham, Lucas Moura marca 1º hat-trick na Europa; veja os gols

Por sua vez, o Inter teve Natanael caindo no gramado acusando dores musculares aos 23 minutos e Odair colocou o nome que tinha à disposição para o lado esquerdo, o jovem Erik. 

LOMBA, NO REFLEXO

A vantagem no marcador e o domínio da posse de bola faziam com que o time visitante tivesse mais interesse em administrar a partida tirando a velocidade do confronto e evitando momentos de reação do Esmeraldino. 

Mesmo assim, aos 36, os anfitriões acharam espaço para Michael, na pura habilidade, driblasse três marcadores e só parasse em uma defesa precisa de Marcelo Lomba em chute rasteiro.

QUASE O SEGUNDO!

Logo aos dois minutos do tempo complementar, em grande jogada pelo lado direito de ataque do Inter, Guilherme Parede quase conseguiu retribuir a assistência de Wellington Silva e cruzou na medida para o camisa 11, mas o atacante não conseguiu concluir de maneira equilibrada e ela subiu por sobre o travessão da meta defendida por Tadeu.

MELHOROU E MERECEU

Com pouco mais de 30% de posse de bola na etapa inicial e após tomar o um susto logo na volta da partida, o time da casa começou a se soltar mais para o campo de ataque, elevando sua atuação na partida e as chances de chegar a igualdade.

O Inter até conseguiu uma oportunidade interessante nesse período em cobrança de falta que deu trabalho a Tadeu. Todavia, aos 25, a extrema habilidade de Michael, que já havia aparecido bem na etapa inicial, surgiu bem novamente com o camisa 11. Dessa vez, de maneira letal. Partindo pra cima da marcação, o atacante saiu muito bem da marcação após dois dribles desconcertantes já na grande área do Internacional e bateu no extremo canto esquerdo de Lomba para deixar tudo igual.

Leia mais:  Diego Hypólito lança seu primeiro single no palco da Parada LGBT

SALVA, TADEU!

Tomar o gol acabou fazendo com que o time gaúcho se sentisse praticamente na obrigação de ser mais ofensivo e passasse, nesse momento, a ser bem mais intenso do que havia conseguido em praticamente todo o confronto mesmo tendo um homem a mais em campo. Foi aí que o goleiro Tadeu apareceu com destaque fundamental para garantir o precioso ponto.

Em cruzamento rasteiro, Parede recebeu com liberdade na marca do pênalti e tocou de letra para defesa providencial de Tadeu. Dois minutos depois, Nico López fez incrível lance individual ao chapelar Yago Felipe e bater para uma intervenção magistral do arqueiro Esmeraldino.

O GOLAÇO DA VIRADA

Já no último minuto do confronto, após falta do zagueiro Klaus em Leandro Barcia, ficou sob o encargo de Rafael Vaz a responsabilidade de fazer o tento da virada. E o zagueiro bateu com uma cobrança excelente, no ângulo direito de Marcelo Lomba, e concretizou o resultado positivo do Goiás .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana