conecte-se conosco


Carros e Motos

SUV-cupê do VW Polo projetado no Brasil será global, confirma executivo

Publicado

Motor Show

Projeção:João Kleber do Amaral

Motor Show já havia publicado com exclusividade a chegada de um novíssimo SUV cupê derivado do Volkswagen Polo ( CONFIRA AQUI TODOS OS DETALHES ), que foi chamado internamente — e mostrado em uma apresentção á imprensa sem imagem, apenas com o código “CUV”. Agora, a fabricante acabar de confirmar que a novidade será global.

LEIA MAIS: Ford prepara novo EcoSport para 2021 com a marca chinesa Changan, diz site

“Achamos o carro muito bonito e bacana”, declarou, nesta quinta-feira (15), Ralf Brandstätter, chefe global de Operações.

Projeção:João Kleber do Amaral

O lançamento está previsto para o próximo ano, que estuda a possibilidade de fabricá-lo também na Alemanha. Assim como o Polo/Virtus, o SUV cupê será feito sobre uma variação da plataforma modular A0. Sob o capô, o responsável por impulsioná-lo será o motor 1.0 TSI associado ao câmbio automático de seis marchas para entregar 128 cv de potência. Variantes 1.4 TSI não estão descartadas.

LEIA MAIS: Segredo! VW prepara versão do VW T-Cross com jeito de cupê

Projeção:João Kleber do Amaral

Comentários Facebook
Leia mais:  Um passeio de Harley-Davidson pelo sul da Espanha
publicidade

Carros e Motos

General Motors confirma o fim da fabricante australiana Holden

Publicado

por

General Motors arrow-options
Divulgação

Parceira da General Motors desde a década de 30, Holden encerrará suas operações na Austrália, Nova Zelândia e Tailândia até o fim do ano

Em mais um passo no processo de reestruturação global, a General Motors anunciou que fechará a marca Holden na Austrália, Tailândia e Nova Zelândia, encerrando as operações nos países. A GM ainda terá o compromisso de abastecer os mercados com peças e serviços de manutenção até o fim da década.

LEIA MAIS: FCA e PSA anunciam acordo de fusão; confira os detalhes

Estima-se que 600 funcionários perderão o emprego no encerramento da Holden na Oceania. Em Detroit (EUA), Mary Barra, chefe-executiva da GM Global, afirma que fechar a representante no continente é uma decisão difícil, porém correta. 

Mark Reuss, presidente da GM, complementa a declaração de Barra dizendo que a marca tinha planos de reerguer a Holden, mas continuar atuando em um mercado fragmentado como a Oceania teria custo alto.

LEIA MAIS: Renault, Nissan e Mitsubishi revelam novas estratégias para 2020

Leia mais:  Compare 5 carros que nasceram quase iguais aos protótipos mostrados nos salões

Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, se diz inconformado com a situação. “Estou desapontado, mas não surpreso. Sei que muitos australianos estão irritados neste momento”, disse ele. “Os nossos contribuintes colocaram milhões de dólares nesta companhia multinacional e eles simplesmente encerraram as operações”.

LEIA MAIS: Veja como a parceria entre Ford e VW vai impactar os carros elétricos

Aos poucos, a GM está abandonando mercados não-lucrativos para focar em regiões pontuais, como Estados Unidos, China, Coreia do Sul e Brasil. Em 2017, a fabricante vendeu as marcas Opel e Vauxhall para a Peugeot-Citroën.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana