conecte-se conosco


Polícia

Suspeitos de matar homem em Sorriso são presos no Pará com carro da vítima

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um roubo seguido de morte (latrocínio) ocorrido na zona rural do município de Sorriso (420 km ao Norte) foi esclarecido pela Delegacia da Polícia Judiciária Civil.Três homens apontados como autores do crime foram presos na sexta-feira (14.12), no Estado do Pará, com apoio da Polícia Militar do Pará

As diligências iniciaram após a equipe da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) da Delegacia de Sorriso, ser acionada na terça-feira (11.12), para atender uma ocorrência de encontro de cadáver, no alojamento de um armazém na Comunidade de São Luiz Gonzaga.

Durante investigação foi descoberto que a vítima identificada como, Adão Rodrigues de 57 anos, e residente na cidade de Lucas do Rio Verde, estava alojada no armazém para fazer um trabalho de desmontagem de estrutura metálica.

A vítima  Adão Rodrigues estava na companhia de outros três homens, João Batista da Silva Junior, 29, Lourivaldo Girão dos Santos, 34, e Adriano Poles, 31, os quais eram seus subordinados.

Leia mais:  Disque denúncia é ampliado para nove municípios de Mato Grosso

Após cometerem o crime, os três envolvidos subtraíram pertences e dinheiro da vítima, fugindo em seguida utilizando um veículo Ford EcoSport prata, que também pertencia a Adão Rodrigues.

Diante dos indícios levantados, os policiais civis descobriram que os suspeitos tinham fugido para Estado do Pará. Os três tiveram os mandados de prisão preventiva representado pelo delegado André Eduardo Ribeiro, e deferidos pelo juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso.

Com as ordens de prisões decretadas e informações do destino seguido pelo automóvel roubado, a Polícia Civil de Sorriso solicitou apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, além das Polícias Civil e Militar do Estado do Pará.

Nesta sexta-feira (14), os policiais de Sorriso foram comunicados que uma guarnição da PPD 106º de Creporizinho (PA) havia conseguido efetuar a prisão dos três procurados.

Após cumprimentos dos mandados judiciais, João Batista da Silva Junior, Lourivaldo Girão dos Santos e Adriano Poles, foram conduzidos pelos policiais militares à Delegacia de Polícia de Itaituba (PA) para as providências cabíveis.

Leia mais:  Cinco mulheres são detidas tentando entrar com drogas e aparelho celulares na PCE

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Agentes prendem cinco pessoas por embriaguez ao volante em retomada de operações

Publicado

Apesar de terem ocorrido ações de fiscalização a fim de evitar o consumo de álcool pelos condutores de veículos, a operação ficou suspensa desde março de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus

Cinco pessoas foram presas por dirigirem embriagadas, durante Operação Lei Seca, na madrugada deste domingo (20.09), na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, em Cuiabá. Apesar de terem ocorrido ações de fiscalização a fim de evitar o consumo de álcool pelos condutores de veículos, a exemplo do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPMTRAN), a operação ficou suspensa desde março de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Os condutores de veículos automotores foram presos por descumprirem o Art.306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que estipula penas de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter habilitação para dirigir a quem “conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência”.

Leia mais:  Dupla viajava em ônibus com espingarda

Os profissionais de segurança também efetuaram a prisão de uma pessoa por desacato à autoridade, em descumprimento ao estabelecido no Art. 331 do Código Penal. A 7ª edição da Operação Lei Seca resultou também na remoção de 18 carros.

Foram efetuados 58 testes de alcoolemia e lavrados 23 Autos de Infração de Trânsito (AIT). Deste total, 09 foram por condução de veículo sob efeito de álcool (Art.165); 06 por recusa a soprar o etilômetro (Art.165-A); 01 por conduzir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH); 01 por dirigir veículo registrado sem estar licenciado; e 06 por motivos diversos.

A coordenadora do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), major PM Monalisa Furlan Toledo, ressalta que a retomada da operação integra a Semana Nacional de Trânsito, realizada de 18 a 25 de setembro. “É um momento importante, pois o trabalho preventivo e repressivo da Lei Seca influencia muito na conscientização das pessoas, para que não dirijam alcoolizadas e evitem acidentes e transtornos no trânsito”.

Leia mais:  Polícia Civil solicita internação de adolescente por envolvimento em furto e outros atos infracionais

Sob coordenação do GGI da Sesp-MT, a operação Lei Seca conta com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito; Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Sistema Penitenciário; Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob); e em Várzea Grande, também conta com o apoio da Guarda Municipal.

Semana de Trânsito

Uma blitz educativa abriu a Semana Nacional de Trânsito, na sexta-feira (18.09), em ações realizadas em Cuiabá e Várzea Grande. A campanha de 2020 tem como mote “Perceba o risco, proteja a vida” e visa à conscientização de condutores de veículos e de pedestres quanto à promoção de um trânsito seguro. Na oportunidade, foram distribuídos panfletos e lixo car com orientações para que as pessoas evitem dirigir sob efeito de álcool.

Nos próximos dias, ocorrerão outras ações educativas e fiscalizatórias, incluindo, além de vias urbanas, as rodovias, em parceria com a PRF.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana