conecte-se conosco


Polícia

Suspeitos de homicídio identificados em Pontes e Lacerda

Publicado

 Assessoria | PJC-MT

Uma mulher de 49 anos e um homem de 61 anos foram identificados pelo Polícia Civil de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste), pelo assassinato do tratorista Adilson do Rosário Vieira, 55 anos, ocorrido no último domingo, 12 de maio. Ambos foram ouvidos nesta quarta-feira (15) e liberados por estarem fora do período de flagrante, mas devem responder por homicídio qualificado.

A vítima, conhecida como Valadares, foi encontrada sem vida nos fundos de um apartamento localizado em frente a um hotel, na Avenida Bom Jesus, no centro de Pontes e Lacerda. O corpo apresentava sinais de ferimentos com faca e queimaduras e não possuía nenhum documento de identificação.

A suspeita C.A.D, e 49 anos, e o suspeito L.F.S., 61 anos, conhecido por Mossoró, informaram que eles junto com a vítima estavam todos ingerindo bebida alcoólica na casa de C.A.D. Em determinado momento, a suspeita C.A.D que estava fazendo comida em um fogareiro, teria sido assediada sexualmente, e ela acabou arremessando um pote com álcool em Adilson, que pegou fogo provocando as queimaduras. Antes, o suspeito L.F.S também teria tomado partido a seu favor, entrando em luta corporal com a vítima.

Leia mais:  Alunos do projeto Judô e Vida garantem pódio em campeonato em Barra do Garças

Durante investigação, uma testemunha que mora no segundo piso do apartamento em que a vítima foi encontrada, relatou a polícia que a moradora do apartamento estava na noite de sexta-feira (10.05), ingerindo bebida alcoólica com a vítima e o outro suspeito.

A testemunha disse ter visto a briga entre eles e depois não viu mais a vítima. Policiais civis conseguiram identificar a vítima e os suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda.  

Mais ocorrências

No mesmo final de semana, foi registrado mais um homicídio, cuja vítima, identificada apenas por Fernando, foi encontrada ensangüentada com vários golpes de faca, no braço, pescoço, peito e barriga. O autor dessa morte, Marcos de Franca, 29 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar. O homicídio ocorreu nas primeiras horas de domingo (12), por depois da meia noite.

Na noite de sábado (11.05), por volta das 23h30, também foi registrada uma tentativa de homicídio contra A.R.M.S, 28 anos, ocorrida após briga generalizada em um bar. A vítima foi atingida por vários golpes de faca que atingiram a região do estomago, deixando as vísceras para fora. Ele foi socorrido e está hospitalizado. As investigações já estão avançadas para identificação da autoria.

Leia mais:  Operação detém 5 por embriaguez ao volante e crime ambiental em Juína

As investigações são do delegado Clayton Queiroz Moura.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de matar com golpe de faca mulher em Confresa

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

O homem que matou a ex-mulher, Daiane Oliveira Barbosa, 30, por não aceitar o fim do relacionamento, foi preso na cidade de Santa Terezinha (1.312 km a Nordeste), pela Polícia Civil, no último sábado (20.07). O suspeito  Gideon Silva de Moraes, 25 anos, estava com mandado de prisão temporária (30 dias) decretado pela Justiça de Confresa (1160 km a Nordeste), local do crime.  O suspeito responderá por feminicídio. 

Após o crime, o suspeito ficou escondido em uma comunidade rural, a 40 km da zona urbana do município de Santa Terezinha, mas acabou descoberto e quase foi linchado por populares, que acionaram a Polícia Civil para sua condução. O preso foi encontrado com vários hematomas decorrente de agressões praticadas por populares e amarrado com uma corda.

O delegado de Confresa, Allan Vitor Sousa da Mata, informou que o preso foi levado para Delegacia e confessou a autoria do crime, dando detalhes da morte motivada por ciúmes e por não aceitar o fim do relacionamento.

Vitima e suspeito tinham um relacionamento amoroso e haviam terminado há cerca de uma semana. Ela era ameaçada e agredida pelo companheiro, segundo informações de seus familiares, que narram também que ela era mantida frequentemente em cárcere privado enquanto morava com o suspeito.

Leia mais:  Polícias Civil e Militar cumprem mandado de prisão em Jaciara

Dias antes, a vítima tinha comparecido na Delegacia para pedir apoio na retirada de pertences, mas desistiu de registrar o boletim de ocorrência e pedir medidas protetivas.

A faca usada no crime foi encontrada próximo ao muro lateral da casa da vítima. O objeto estava com manchas de sangue e foi encaminhado à perícia na Politec.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana