conecte-se conosco


Cidades

Bazar da primeira-dama leva roupas à população a um preço simbólico

Publicado

 

O Núcleo de Apoio à primeira-dama, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá, promove a 1ª edição do Bazar da Primeira-dama Márcia Pinheiro no intuito de levar à população cuiabana peças de roupas com preços acessíveis em virtude das compras de final de ano alusivas às festividades de Natal e Réveillon.

Segundo a primeira-dama, a idealização do projeto representará uma economia considerável no bolso da população devido a essa comercialização intensa presente nessa época do ano. “Todo mundo procura economizar nas compras. As pessoas querem se vestir bem e busca preços justos até porque, mesmo com melhora da nossa economia, ainda sofremos impactos da crise, então procuramos levar aos cuiabanos uma opção a mais com variedade, qualidade e acima de tudo bem estar social”, pontuou.

As peças de roupas foram doadas, em maioria, pela própria primeira-dama, além de contas com vestuários de outros parceiros como lojas, grifes, socialites e amigos que formaram uma grande concentração de peças, com preços que variam de acordo com cada peça. Sapato, acessórios e perfumaria também farão parte do rol de vendas do bazar que aceitará pagamentos à vista em dinheiro ou cartões de crédito e débito.

Leia mais:  Prefeito lamenta o falecimento de João Batista de Jesus da Silva, o “Bolinha”

Toda renda arrecadada será destinada para alguma instituição social ainda a ser definida.

 

Serviços

Assunto: 1ª Bazar da Primeira-dama Márcia Pinheiro

Local: Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo – Salão Principal

Horário: 07h – 19h

Data: 04 de dezembro

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Prefeito lamenta o falecimento de João Batista de Jesus da Silva, o “Bolinha”

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  “Sine e Você” chega ao Cras do bairro Pedra 90 com vagas de emprego e outros serviços

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana