conecte-se conosco


Esportes

STJD marca julgamento do pedido de impugnação de Botafogo x Palmeiras

Publicado

jogadores do Botafogo cercam juiz
O Globo/Reprodução

Botafogo contesta a atuação do VAR no gol que deu a vitória ao Palmeiras

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) divulgou que a impugnação do resultado da partida entre Botafogo e Palmeiras, pela 06ª rodada do Campeonato Brasileiro, será julgada na próxima terça-feira (18), em Salvador.

Leia também: Chance de Botafogo x Palmeiras ser anulado é mínima, ressalta especialista

Derrotado por 1 a 0, o Botafogo indicou que o  VAR  , o assistente de vídeo, foi utilizado de forma incorreta na partida. A equipe se baseia na regra 5 da Fifa e no protocolo 8.12 do VAR, que alega que a decisão do árbitro não pode ser alterada após o reinício da partida.

O lance da reclamação aconteceu quando o goleiro Gatito soltou a bola na finalização do atacante Dudu, do Palmeiras . Gabriel, do Botafogo, pisou no tornozelo direito de Deyverson , do Palmeiras, que caiu no gramado. Primeiro, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior deu cartão amarelo para o atacante alviverde por simulação. Depois, o juiz foi alertado pelo VAR e foi conferir as imagens, quando sinalizou o marcou o pênalti, que foi convertido por  Gustavo Gómez .

Leia mais:  Em clássico movimentado, São Paulo vence Santos de virada no Morumbi

Leia também: Palmeiras alcança a 3ª maior invencibilidade do Brasileirão; veja o top 10

O Botafogo alega que a partida já havia sido reiniciada depois que Deyverson recebeu o cartão amarelo. Gatito, então, dá a saída de jogo, toca a bola para Gabriel, que devolveu ao paraguaio antes que Paulo Roberto apitasse e paralisasse a partida para receber a ajuda do VAR.

Gustavo Gómez bate pênalti
Rudy Trindade / FramePhoto / Agência O Globo

Gustavo Gómez marcou o gol do Palmeiras de pênalti


O QUE DIZ A REGRA?

O protocolo do VAR informa que as decisões devem ser tomadas antes que a bola entre em campo novamente, porém, em um dos tópicos, ele afirma que um jogo, a princípio, não pode ser invalidado em quatro situações. Uma delas é ”em caso de revisão de uma situação/decisão não passível de revisão”, que seria o caso do lance reclamado pelo Botafogo .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Corinthians e Fluminense ficam no 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana

Publicado

por

Lance

Corinthians e Fluminense ficam no empate em 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana arrow-options
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians e Fluminense ficam no empate em 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana

Ficou tudo igual entre Corinthians e Fluminense no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, na noite desta quinta-feira, na Arena, em Itaquera. Num jogo muito equilibrado, com poucas chances de gol, as equipes ficaram no 0 a 0. Agora, quem vencer o segundo jogo avança para a semifinal. Em caso de empate com gols, o Timão passa para encarar o Independiente del Valle, do Equador.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h30, no Maracanã. Antes disso, o Corinthians entra em campo pelo Brasileiro, no domingo, fora de casa, às 19h, contra o Avaí. O Fluminense não joga no fim de semana porque o jogo contra o Palmeiras foi adiado para o dia 10 de setembro.

Começo quente

O início da partida foi tenso e muito brigado em Itaquera. Com menos de cinco minutos, Nenê e Clayson se desentenderam no meio de campo e chegaram a trocar empurrões. Quatro minutos depois, ocorreu um princípio de cenas lamentáveis na área do Fluminense. Nino se machucou sozinho e ficou caído no gramado. O volante Allan colocou a bola pela lateral, mas, quando o Timão repôs a bola em jogo, tentou uma jogada de ataque, enquanto os jogadores do Flu esperavam que devolvessem a bola. Frazan partiu para cima de Pedrinho e um bolo se jogadores se formou, trocando empurrões. O árbitro esperou os ânimos se acalmarem e resolveu tudo na conversa. Foi o lance mais quente do primeiro tempo.

Leia mais:  Neymar se lesiona, mas seleção brasileira fecha 2018 com vitória sobre Camarões

Ainda no começo do jogo, Nenê recebeu cartão amarelo por falta dura em Mateus Vital, enquanto o meia corintiano também foi advertido pelo árbitro por deixar a mão no rosto de Ganso.

Timão volta melhor

Após um primeiro tempo fraco tecnicamente, sem nenhuma das duas equipes conseguir criar boas jogadas ou dar trabalho para os goleiros Cássio e Muriel, o Corinthians voltou melhor para a segunda etapa. Retornando com o mesmo time, o Timão teve outra postura e conseguiu pressionar o Flu nos minutos iniciais. Manoel, pelo alto, e Pedrinho, com um chute da entrada da área, tiveram chances para abrir o placar para o Timão.

Depois de bons 20 minutos do Corinthians na segunda etapa, o Fluminense conseguiu sair mais para o jogo. E logo aos 25, Daniel obrigou Cássio a fazer uma boa defesa em chute de fora da área

Muriel salva

Com a entrada de Boselli e Gustagol no time do Corinthians, os donos da casa passaram a apostar mais ainda na jogada aérea. E quase deu certo. Aos 35, Clayson cruzou, Gil escorou e o argentino cabeceou no meio gol, para defesa de Muriel. Depois, já aos 46, Fagner deu um belo cruzamento e Gustagol subiu alto e mandou para o gol. O goleiro tricolor desviou com a ponta dos dedos a bola, que ainda bateu no travessão antes de sair, para garantir o 0 a 0 no placar.

Leia mais:  Herdeiro de grupo chinês, Steven Zhang é o novo presidente da Inter de Milão

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana