conecte-se conosco


Sem categoria

Sonho da mãe, Servidora deixa meio político para se dedicar à arte sacra

Publicado

Dominique Biancardini, 35, sempre trabalhou no meio político, fazendo assessoria para prefeitos e governadores. Sua mãe, Nádia Biancardini, também trabalhou a vida toda no meio, na Assembleia Legislativa, mas sempre amou a arte sacra. Há dois anos, sem grandes pretensões, a filha acabou mergulhando de cabeça no meio e, hoje, tem o artesanato religioso como seu meio de vida.

Dominique e a mãe, Nádia (Foto: Arquivo Pessoal)

Leia também: Multiartista desde a infância, gaúcha cria acessórios em couro em Cuiabá

O primeiro trabalho veio quando Nádia construiu uma casa no sítio, e queria um quadrinho para decorar a parede. Ela pediu a ajuda da filha, que nunca tinha feito artesanato. “Era um momento em que eu estava de licença maternidade, tinha acabado de ganhar meu filho e não estava trabalhando, estava há um tempo dentro de casa. Eu tive tempo pra poder fazer essa procura pra ela, de ir atrás dessas lojas que vendem material pra montar essas coisas”, lembra Dominique.

Quadrinho feito para o sítio da mãe (Foto: Arquivo Pessoal)

Foi um vendedor de uma dessas lojas que a ajudou. Os quadrinhos ficaram prontos e fizeram sucesso entre parentes, amigos e vizinhos, que começaram a pedir também. A licença maternidade acabou, mas Dominique continuou em casa, pois tinha combinado com o marido que ficaria por três anos cuidando do filho. Os pedidos continuaram, até que uma tia elogiou o trabalho dela – que nasceu em Poconé, mas vive em Cuiabá desde pequena. O vendedor da loja, que a esta altura já tinha se tornado um amigo, também elogiou, e perguntou porque ela não investia nisso como um negócio.

Leia mais:  Superintendente da PRF em Mato Grosso aponta os números da Operação Natal no estado. Ouça áudio.

“Um dia estava na casa da minha sogra, e uma amiga minha que se chama Elizete – que é hoje a coordenadora da nossa loja, o Empório Cuiabano – estava sabendo dos meus trabalhos. Ela estava num projeto de montar uma parceria com algum shopping, de montar uma loja coletiva, mas que na loja só vendesse produtos que nós mesmos confeccionássemos”. A amiga a convidou, e ela aceitou o desafio.

Ao mesmo tempo, outra amiga, que vendia essências e aromatizantes propôs a Dominique que ela fizesse bandejas para compor sua vitrine. O aprendizado foi todo pelo Youtube, e o resultado, mais uma vez, agradou a todos.

No Empório Cuiabano, que se instalou no Goiabeiras Shopping, suas peças fizeram sucesso, e mais desafios chegaram: um dia, uma cliente pediu para que ela fizesse uma Nossa Senhora decorada com pérolas.

“Fui novamente no Youtube, busquei como fazia isso, e fiz. Ela achou lindo. Então apresentei essa possibilidade pras minhas sócias da loja. Todas concordaram e eu iniciei”. Depois disso, Dominique começou a buscar ajuda neste meio. As concorrentes não se prontificaram a ajudar, até que ela encontrou uma artesã antiga da cidade e começou a fazer um curso. “Ela não queria ensinar, mas disse que foi com a minha cara e abriu a possibilidade”.

Leia mais:  MP pede rejeição das contas de mais votado em MT

Hoje, Dominique recebe as peças ‘cruas’ de Minas Gerais, e faz ela mesma a pintura e decoração. Os santos são ‘campeões’ de venda dentre seus produtos, seguidos das caixas com divino pra batizado, primeira comunhão, casamento; quadrinhos infantis e bandejas. Todos são feitos sob encomenda, mas também estão disponíveis à pronta entrega na loja do Goiabeiras Shopping.

“Eu busco muito a qualidade. Eu não procuro fazer de qualquer forma só visando lucro. Acho que por isso que eu vejo nos clientes a satisfação, porque eles percebem o carinho com que eu faço a peça”, finaliza.

Serviço

Bendita Arte
Pedidos e encomendas: (65) 99215-7106
INSTAGRAM FAN PAGE

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Deputada estadual Janaína Riva (MDB) diz que Max Russi pode ser o nome indicado para TCE

Publicado

por

A deputada estadual Janaína Riva (MDB) é grande articuladora responsável pela da candidatura de seu colega de Parlamento, Guilherme Maluf (PSDB), ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Em reunião realizada  nesta  terça-feira (19), a maior parte dos deputados chegou ao consenso que a indicação do tucano causaria transtornos jurídicos ao Parlamento, podendo atrasar ainda mais o preenchimento do cargo, vago desde 2014, quando Humberto Bosaipo renunciou à sua cadeira.

De acordo com ela, o favorito dos parlamentares, depois desta reunião, é o deputado estadual Max Russi (PSB), 1º secretário da Casa, mas, além dele, ainda há outros parlamentares que colocaram suas candidaturas ao pleito. São eles os novatos Thiago Silva (MDB), Faissal Calil (PV) e o líder do Governo, Dilmar Dal Bosco (DEM). “Não tem deputado melhor ou pior! Nós temos condições mais favoráveis de alguns deputados e em detrimento a outros. E neste momento, não só na minha opinião, mas muitos deputados têm a opinião de que a indicação do colega Guilherme Maluf, mesmo que ele venha a provar sua inocência e tudo, traria um embaraço jurídico muito grande à nomeação do TCE”, avaliou.

A deputada afirmou ainda que a expectativa é que o restante dos deputados cheguem a um consenso ainda na tarde de hoje, tudo isso, segundo ela, para evitar polarização e constrangimento entre os parlamentares que terão de escolher entre um e outro colega. O prazo final decretado pela Mesa Diretora para a indicação dos postulantes ao cargo encerra-se na noite de hoje. A tendência é que até o final de semana a Assembleia finalize seu rito.

Leia mais:  MP pede rejeição das contas de mais votado em MT

Por: LARISSA MALHEIROS E TARLEY CARVALHO/ Folhamax

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana