conecte-se conosco


Mato Grosso

Sinfra cria três turnos, conclui 92% da trincheira e prevê liberação de trânsito

Publicado

Com trabalhadores atuando em três turnos, o Governo do Estado aumenta o ritmo da construção da trincheira de 365 metros que está sendo erguida entre as rodovias Helder Cândia (Estrada da Guia / MT-010) e Emanuel Pinheiro (Estrada da Chapada / MT-251). A mudança na jornada de trabalho foi necessária para aproveitar a “trégua” dada pelas chuvas intensas que atingem a capital, que em novembro registrou as maiores médias dos últimos 57 anos.

Até o momento, 92% da obra da trincheira foi concluída, conforme dados oficiais do Governo do Estado. Nesta semana, as obras seguem em ritmo acelerado e serão finalizadas: a pavimentação das pistas, que passam por dentro da trincheira, e também o futuro heliponto – área destinada exclusivamente a pouso e decolagens de helicópteros.

Responsável pela gestão da obra, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) trabalha para liberar, nos próximos dias, o tráfego de veículos por cima da trincheira para os condutores que seguem no sentido Estrada da Chapada/Av. República do Líbano, passando pela a alça lateral em frente ao prédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Leia mais:  Veículo roubado em São Paulo tinha placa gerando multa em Santa Catarina

Os trabalhos para construção da trincheira entraram na reta final e a obra será entregue ainda em 2018. “A trincheira vai mudar a realidade da mobilidade urbana de Cuiabá, tornando o trânsito mais seguro e eficiente para quem mora na região e para quem vem dos municípios do norte e sul do estado”, frisou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

Chuvas intensas

As constantes chuvas dos últimos dias desaceleraram o trabalho de construção na semana passada. Por esse motivo, os serviços se estenderam até às 22h de terça-feira (04), quando os operários aproveitaram os dois dias de sol consecutivos para compensar as interrupções.

Ao todo, o Governo do Estado de Mato Grosso está investindo R$ 25 milhões na construção da trincheira de 365 metros. Os recursos são oriundos do Pró-Turismo, programa ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Duplicação

Paralelo à construção da trincheira, o Governo está duplicando o perímetro urbano da rodovia da Estrada da Guia até o trevo de acesso ao Rodoanel, no total são 4,9 quilômetros, com investimentos de R$ 35 milhões. A rodovia terá uma ciclovia no canteiro central, três pistas de rolamento e iluminação em LED, assim como os serviços realizados na Estrada da Chapada.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Recuperandos trabalham em limpeza e reforma de prédios públicos na capital e interior

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana