conecte-se conosco


Entretenimento

Sheila Mello posta foto ao lado do ex-marido e bloqueia comentários na imagem

Publicado

No último domingo (12), Sheila Mello atualizou o feed do Instagram de um jeito diferente, ao lado do ex-marido, Fernando Scherer, conhecido como Xuxa, com quem foi casada durante 10 anos e anunciou o fim do relacionamento
 em agosto de 2018.


Sheila Mello brinda com Xuxa e a filha
Reprodução/ Instagram

Sheila Mello brinda com Xuxa e a filha

Na imagem em questão, Sheila Mello
aparece brindando com Xuxa
e a filha do ex-casal, Brenda, de 6 anos. Na legenda, ela dispensou falar sobre o ex-nadador, mas mostrou dedicação à pequena: “Obrigada meu Deus pela jóia de filha que colocou na minha vida! #DiaDasMães. Um brinde à todas as mamães!”. 

Leia também: Sheila Mello rebate comentário de seguidora e desabafa: “povo chato”

Para evitar polêmicas e burburinho,  Sheila Mello
bloqueou a aba de comentários na publicação do Instagram
. No entanto, em menos de 24 horas no ar, a imagem já coleciona mais de 92 mil curtidas, incluindo um like de Isabella Scherer, de 23 anos, filha mais velha do ex-atleta, fruto de um antigo relacionamento dele.

Comentários Facebook
Leia mais:  BTS libera trailer de DVD gravado da turnê em São Paulo “Speak Yourself”; veja
publicidade

Entretenimento

Instagram proíbe conteúdo que promova a terapia de conversão sexual

Publicado

por

O Instagram proibirá qualquer conteúdo que promova terapia de conversão depois que ativistas pediram que ela impedisse os provedores de anunciar seus serviços online. A plataforma de mídia social informou a decisão à CNN na sexta-feira (10).

A mídia social, de propriedade do Facebook, disse que expandiria suas políticas existentes sobre discurso de ódio em todo o mundo para incluir na política postagens que anunciam ou promovem a prática.

A terapia de conversão ou terapia de reorientação sexual, um processo pseudocientífico que professa mudar a sexualidade de uma pessoa, é amplamente desacreditada e condenada como prejudicial pelas principais associações médicas. Mesmo assim, ela é legal na maior parte do mundo, inclusive nos Estados Unidos e no Reino Unido.

A ação do Instagram segue os apelos dos usuários para remover uma conta usada pelo Core Issues Trust, um serviço de terapia de conversão com sede no Reino Unido.

“Não permitimos ataques contra pessoas com base em orientação sexual ou identidade de gênero e estamos atualizando nossas políticas para proibir a promoção de serviços de terapia de conversão”, afirmou Tara Hopkins, diretora de políticas públicas do Instagram para Europa, Oriente Médio e África, em um comunicado.

Leia mais:  BTS libera trailer de DVD gravado da turnê em São Paulo “Speak Yourself”; veja

“Removemos o conteúdo violador do perfil @coreissuestrusttv. Estamos sempre revisando nossas políticas e continuaremos a consultar especialistas e pessoas com experiências pessoais para informar nossa abordagem”, acrescentou.

Além disso, a plataforma deixará de recomendar conteúdo relacionado à terapia de conversão, como depoimentos sobre sua eficácia ou postagens com elogio ou apoio à prática, exceto aqueles em um contexto legislativo.

No início deste ano, o Instagram proibiu anúncios pagos desse tipo de serviço.

Terapia de conversão é qualquer tentativa de alterar a orientação sexual ou a identidade de gênero de alguém. Não funciona, e estudos mostram que aqueles que se sujeitam a ela correm um risco maior de depressão e suicídio.

Vários estados dos EUA o proibiram e, em maio, a Alemanha se tornou um dos primeiros países grandes a proibi-la para menores de idade.

No Reino Unido, uma proibição total prometida pela ex-primeira-ministra Theresa May em 2018 ainda não se concretizou e não foi incluída em nenhuma das agendas legislativas do primeiro-ministro Boris Johnson.

O Facebook e o Twitter não responderam imediatamente a perguntas sobre suas políticas.

Leia mais:  Isis Valverde é atacada após exibir corpo seco dias após dar à luz

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana