conecte-se conosco


Polícia

Sete são detidos por tráfico de droga em Cuiabá, Várzea Grande e Tangará da Serra

Publicado

Policiais militares prenderam quatro homens e apreenderam três adolescentes por tráfico de droga nesta segunda-feira (28.07). Deixaram de circular porções de maconha, pasta base de cocaína e cocaína.

Na capital, a ocorrência foi no bairro Jardim Liberdade e atendida pela equipe do 24º BPM. Na ação foram apreendidos dois adolescentes e um homem foi detido. Com o trio foram tiradas de circulação 97 porções de pasta base de cocaína, 10 porções de cocaína, cinco porções de maconha. Durante o procedimento, um dos adolescentes teve um ataque  epiléptico. O Samu foi acionado e atendeu o jovem que foi encaminhado a uma unidade de saúde.

Em Tangará da Serra, os policiais do 19º BPM foram informados que um homem estaria traficando no bairro Barcelona. No local, a informação foi confirmada e apreendidos 21 porções de maconha já prontas para venda.

Em Várzea Grande, os militares do 4º BPM prenderam três homens e tiraram de circulação quatro porções de cocaína, uma porção de ácido bórico  e um copo de liquidificador com vestígios da droga.

Leia mais:  Polícia Civil recupera objetos roubados em assalto a casa em Nova Santa Helena

O trio foi detido depois que uma informação apontou que homens estariam traficando droga em um veículo Fiat Uno prata. Os policiais realizaram diligência no bairro Boa Esperança, em Cuiabá, na casa de um dos detidos.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Força-tarefa fecha duas clínicas de recuperação em Várzea Grande

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana