conecte-se conosco


Mato Grosso

Setas recebe certificação de responsabilidade social da AL

Publicado

A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) recebeu o Certificado de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. A sessão solene para entrega foi realizada na última segunda-feira (03/12).

Na ocasião a secretária da Setas, Mônica Camolezi, foi homenageada com a Moção de Congratulação – no ato representada pela secretária adjunta de Assistência Social, Marli Luz. O superintendente de Inclusão Social, Aparecido Cavalcante e a contadora Wanderneia Pereira também receberam a homenagem.

A Setas faz gestão de política pública social, também exerce seu papel com a responsabilidade social e intensificou suas ações desde o espetáculo Auto da Paixão quando inseriu nas qualificações trabalhadores do aterro sanitário, indígenas, migrantes haitianos que participaram do evento como atores e figurantes.

De acordo com Aparecido Cavalcante, superintendente de Inclusão Social, a certificação é viabilizadora de recursos públicos e aumenta o ‘status quo’ da Setas alinhando a secretaria com as de outros estados.  “A Setas pela primeira vez recebeu essa certificação, isto para nós é muito importante. É um marco, pois é a primeira vez que a assistência social recebe esse reconhecimento. Desenvolvemos política pública social e também responsabilidade social”, reafirmou.

Leia mais:  Quinze tabletes de droga foram apreendidos em chácara de Sinop

A secretária da Setas, Mônica Camolezi, disse que a certificação é um reconhecimento do trabalho árduo de cada servidor em fazer o melhor. “O impacto desse nosso trabalho a comunidade sente, pois são mais de 300 mil famílias assistidas por políticas publicas geridas pela Setas em Mato Grosso que inclui os integrantes do Pró-Família, Bolsa Famílias, Criança Feliz e o Benefício de Proteção Continuada”, afirma a secretária.

Este ano a Setas está desenvolvendo o projeto-piloto com a Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável de Mato Grosso Sustentável (Asmats). Já foram entregues mais de 600 quilos de material reciclável, em 120 dias, consolidando o compromisso com a inclusão socioprodutiva.

O superintendente informou que esse projeto já permite a sensibilização do público interno, motivando a reduzir o desperdício. “Nós já iniciamos a transferir o material para os catadores e nos impactou porque também percebemos que precisamos melhorar nosso comportamento, reduzindo o resíduo produzido pela secretaria”, afirma.

A parceria visa proporcionar, além da reciclagem, melhora financeira para as famílias, já que a iniciativa gera recursos para a Associação. A Secretaria fica responsável pela coleta seletiva destes materiais e acompanhamento dos resultados, enquanto a Associação fará o manuseio correto e a venda dos materiais.

Leia mais:  Primeira parcela dos salários dos servidores é depositada nesta quarta-feira

Selo

Esta é a 13º edição da concessão do Certificado de Responsabilidade Social – selo criado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Os colaboradores e contadores das instituições receberam moções de congratulações. Este ano, 55 empresas, fundações, associações e cooperativas receberam a certificação.

A Comissão Mista de Responsabilidade Social de Mato Grosso, que reúne representantes de diferentes entidades, avalia e analisa o balanço social apresentado. Esse documento permite visualizar a qualidade das relações internas, externas e com o meio ambiente, além desses vários outros itens são analisados, antes de escolher as entidades para a certificação.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Alunos aprendem cultura africana e indígena com projeto de pintura

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana