conecte-se conosco


Mato Grosso

Servidores do Socioeducativo recebem instruções de combate a incêndio e primeiros socorros

Publicado

Servidores do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Rondonópolis (214 km ao sul de Cuiabá) concluíram nesta quinta-feira (06.06), o curso de primeiros socorros. O treinamento foi ministrado por profissionais do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e abordou atividades teóricas e práticas de salvamento e combate a incêndio.

O curso começou na quarta-feira (05) e teve duração de oito horas. Ao todo, 41 servidores da unidade participaram das instruções.

Dentre as atividades práticas, esteve a prevenção e combate a incêndio. No pátio da unidade, em uma área aberta, os servidores foram instruídos a apagar chamas de maneira segura e eficaz.

Outras instruções foram sobre primeiros socorros em vítimas com lesão, fratura e hemorragia, entre outras especificidades clínicas.

“Este treinamento foi muito importante para todos que laboram no Case. Tivemos técnicas de combate a incêndio que aprimoraram nosso conhecimento. A instrução sobre como garantir um socorro correto também foi fundamental. Agrademos a esta parceria com o Corpo de Bombeiros Militar”, afirmou o gerente da unidade, Thiago Dias Brito.

Leia mais:  Primeira-dama discute ações na área social com deputado estadual

Atualmente, o Centro de Atendimento Socioeducativo de Rondonópolis conta com 12 adolescentes em internação. No estado são 98 internos em oito unidades socioeducativas: Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças, Cáceres e Lucas do Rio Verde.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicado


A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Leia mais:  Novas linhas de ônibus vão interligar municípios de MT

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Leia mais:  Acolhimento e respeito às diferenças são marcas da Escola Presidente Médici

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana