conecte-se conosco


Mato Grosso

Servidores do Socioeducativo recebem instruções de combate a incêndio e primeiros socorros

Publicado

Servidores do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Rondonópolis (214 km ao sul de Cuiabá) concluíram nesta quinta-feira (06.06), o curso de primeiros socorros. O treinamento foi ministrado por profissionais do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e abordou atividades teóricas e práticas de salvamento e combate a incêndio.

O curso começou na quarta-feira (05) e teve duração de oito horas. Ao todo, 41 servidores da unidade participaram das instruções.

Dentre as atividades práticas, esteve a prevenção e combate a incêndio. No pátio da unidade, em uma área aberta, os servidores foram instruídos a apagar chamas de maneira segura e eficaz.

Outras instruções foram sobre primeiros socorros em vítimas com lesão, fratura e hemorragia, entre outras especificidades clínicas.

“Este treinamento foi muito importante para todos que laboram no Case. Tivemos técnicas de combate a incêndio que aprimoraram nosso conhecimento. A instrução sobre como garantir um socorro correto também foi fundamental. Agrademos a esta parceria com o Corpo de Bombeiros Militar”, afirmou o gerente da unidade, Thiago Dias Brito.

Leia mais:  PCI lança ferramenta para que empresas apoiem desenvolvimento sustentável em MT

Atualmente, o Centro de Atendimento Socioeducativo de Rondonópolis conta com 12 adolescentes em internação. No estado são 98 internos em oito unidades socioeducativas: Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças, Cáceres e Lucas do Rio Verde.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Escolas estaduais e particulares participam de curso sobre Censo Escolar 2019

Publicado

por

Representantes de escolas estaduais e particulares de Várzea Grande participaram de um curso sobre o censo escolar 2019 para tirar dúvidas sobre o período de ajustes das matrículas, que termina no dia 31 de outubro. A formação ocorreu, nesta segunda-feira (21.10), no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Segundo Rodrigo Miguéis Jacob, do Núcleo de Dados, Informação e Estatísticas da Seduc, o foco do curso é a retificação dos dados preliminares da matricula inicial do censo escolar 2019. “Esse ajuste é necessário, pois os dados preliminares, ocorreram no período de 29 de maio a 31 de julho, na base do programa Educacenso do Ministério da Educação (MEC)”.

Rodrigo Jacob assinala que o censo impacta tanto as unidades escolares públicas como da rede particular, uma vez que as escolas das rede estadual e municipais recebem verbas de programas federais e estaduais baseadas no número de alunos matriculados no ano anterior. Os repasses para o próximo ano estarão vinculados ao número de alunos da escola deste ano.  

Leia mais:  Mesa Diretora da Assembleia Legislativa empossa, Carlos Avallone, na vaga de Maluf

“São dados censitários e é importante também para as escolas privadas, uma vez que o número de alunos entra no sistema nacional de matrículas e, não só para que a escola obtenha a autorização, como a obrigatoriedade dos estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estarem vinculados a uma escola”, frisa.

A secretária Noeli Almeida dos Anjos, da da Escola Estadual Maria Leite Marcoski, no Jardim Marajoara, gostou do curso, pois foi o momento de tirar as dúvidas. ”É um curso obrigatório para todos os responsáveis pelo censo. Sempre temos algo a aprender. Eu já estou com tudo pronto, mas sempre é bom participar de um curso assim”, declara.

A secretária, Letícia Pereira, da escola Crescer e Aprender, do bairro Alberto Canelas explica que é a primeira vez que participa do curso, mas não terá problemas em cumprir o prazo estabelecido pelo MEC.

A assessora pedagógica Geovaní Provenzano explica que muitas escolas estão com secretários novos e ainda precisam tirar algumas dúvidas sobre o censo escolar. “Por mais que tenham conhecimento, sempre existe uma dúvida. Esse é o momento dos esclarecimentos” ressalta.

Leia mais:  Mulheres em cargos de comando no Estado falam dos desafios da função

Cuiabá e Municipais

Na semana passada, a Seduc realizou a mesma formação para representantes de escolas estaduais e municipais da Capital e municipais de Várzea Grande.  Em relação ao interior, os técnicos foram nos Centros de Formação e Atualização de Profissionais da Educação Básica (Cefapros) para reunião com representantes de escolas dos respectivos polos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana