conecte-se conosco


Mato Grosso

Servidora da Secitec cria startup que ajuda pais a encontrar babá para filhos

Publicado

Ser mãe nos dias de hoje não é nada fácil. Ainda mais que as mulheres se dividem em diversas funções simultâneas, entre trabalho doméstico, vida profissional e a criação dos filhos. Imagine então o malabarismo necessário que elas precisam fazer, para ter uma vida social.

A servidora da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), Lecticia Figueiredo, disse que em agosto do ano passado participou de um evento de empreendedorismo: ‘Startup Weekend Sinop’. Esse evento dava a oportunidade de os participantes apresentar suas ideias e formar equipes para desenvolver o modelo de negócio e no final apresentá-las aos mentores que ajudavam a construir os projetos.

Lecticia explica que no meio do evento, Maria Clara, 10 anos, subiu no palco e disse “A minha mãe sempre quer sair e não tem com quem me deixar, alguém me ajuda resolver esse problema”? Foi aí que surgiu a ideia de criar a startup – Quem indica sua Babá (Q.I Babá).

A servidora conta que logo se viu na mesma situação que a mãe de Maria Clara. Ela tem uma filha de cinco anos e sempre precisa de babá. “Quando nossos filhos nascem, esquecemos de nós. Porque a partir dali tudo gira em torno deles. Ficamos assim, por um longo período, só que precisamos também de um tempo para nós. Foi aí que vi a oportunidade de transformar o problema em solução”.

Leia mais:  Indea informa que emissões do DAR estarão indisponíveis pelo site

Com isso, ela e mais sete pessoas formaram uma equipe e naquele final de semana colocaram a ideia em prática. “Conseguimos fazer a validação fechando dois negócios durante o evento, o que resultou em 1º lugar no Startup Weekend Sinop”.

Após o evento, o grupo começou a fazer os planejamentos para inserir a startup no mercado, eles tiveram monitorias jurídicas e de marketing para saber como deveriam proceder. “Temos que fazer muitas videoconferências, porque os membros são de Cuiabá, Sinop e Tangará da Serra, por isso utilizamos essa ferramenta para nos comunicar”, destaca Lecticia. 

Mais do que fechar um negócio, a proposta é atender o cliente e resolver aquele problema da melhor forma possível, e realmente é maravilhoso, segundo ela, consiguir disponibilizar uma babá de boas referências para uma mãe ou pai. “Em dois meses de funcionamento, já temos como resultado mais de 30 babás cadastradas e já atendemos 16 chamados. Então pais, precisam sair hoje? Chame a Q.I Babá”.

Da necessidade à solução

A partir dessa necessidade, foi observadao que muitos pais estavam na mesma situação, pois queriam ter uma vida social, mas não encontravam a solução certa para isso. O negócio está ganhando força e popularidade.

Leia mais:  Garimpo em Aripuanã é batizado de nova 'Serra Pelada" e começa atrair centenas de pessoas

Quem somos

É uma startup que nasceu para acalmar os corações dos pais, vinculando as melhores babás e disponibilizamos os serviços por horas ou diárias.

Para segurança dos clientes, há no banco de dados referências de cada profissional, informações pessoais, histórico de pesquisa de satisfação analisada pelo nosso compliance e entrevista de validação.

Encontre os serviços

A sócia-fundadora da Q.I Babá, Juliana Gonzalez explica que os serviços estão disponíveis nas redes sociais @qibababrasil, é só acessar o chat e escolher as opções. Também pode ligar para: (65) 99955-4577; ou solicitar os serviços por e-mail: [email protected].

Juliana relata que as profissionais passam por um processo seletivo rigoroso para fazer parte da rede. “Após o atendimento as babás são avaliadas e está avaliação fica disponível para outros pais também. Mais do que isso, o projeto permite chamar babás para crianças de seis meses até 16 anos”.

É necessário que os pais preencham o cadastro uma única vez e o pagamento é feito online. Os atendimentos estão sendo feitos em Cuiabá, Várzea Grande e Sinop.  

Equipe conseguiu fechar dois negócios durante evento e alcançou 1º lugar no Startup Weekend Sinop

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Militares concluem o estágio sobre emergências com produtos perigosos

Publicado

por

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso realizou nesta sexta-feira (24.05) o encerramento do 3º Estágio de Primeira Resposta a Emergências com Produtos Perigosos. A cerimônia aconteceu no auditório da Polícia Rodoviária Federal, em Cuiabá. Concluíram o estágio 17 militares do Corpo de Bombeiros e dos Batalhões de Transito da PM e da Polícia Militar Ambiental. 

O estágio visa capacitar os militares de forma atualizada para, diante de uma ocorrência, promover o isolamento, colher informações sobre o produto perigoso e atender possíveis vítimas. Foram 40 horas de atividade que começaram no dia 13 de maio, contendo aulas teóricas e práticas. “É de grande importância termos profissionais capacitados para atuarem nesse tipo de ocorrência”, disse o Tenente Saboia, da Companhia de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, do BEA e coordenador do Estágio.

O Coronel Silvio Bernardes, Diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa (DEIP) do CBM afirmou que “cada vida salva vale o investimento em ensino dentro do CBM”. A diretoria é responsável pelo planejamento e realização de todos os cursos e estágios ocorridos no Corpo de Bombeiros. O Comandante geral do CBMMT, Coronel BM Alessandro Borges, destacou que esse estágio “é uma atividade integrada entre o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, duas instituições imprescindíveis à sociedade”. 

Leia mais:  Processo de atribuição de efetivos para 2019 começa em novembro

Participaram do encerramento os comandantes dos sete Comandos Regionais do CBM distribuídos pelo estado. A Companhia de Emergências com Produtos Perigosos é integrante do Batalhão de Emergências Ambientais do CBMMT. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana