conecte-se conosco


Cidades

Semob prioriza pedestres durante obras da passarela da rodoviária

Publicado

Pedestres e motoristas que trafegam pela Avenida República do Líbano, nas proximidades do Terminal Rodoviário Engenheiro Cássio Veiga de Sá, devem redobrar a atenção durante o período de construção da Passarela no local. A estrutura vai substituir o semáforo e a faixa de pedestres atualmente instalados neste ponto da via, evitando a formação de filas de veículos.

De acordo com a coordenadora de Engenharia da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Adrielle Martins, os pedestres foram priorizados no trabalho de sinalização da região. Sendo assim, foi criado um corredor com barreiras de plástico (New Jersey), fitas zebradas e super-cones, para que os mesmos possam atravessar entre o hotel e posto de gasolina, localizados nas esquinas da Rua Padre Roquete.

A obra deve ser entregue até o final do ano e contará com dois elevadores que vão proporcionar acessibilidade às pessoas com deficiência (PCD) e idosos.  “A intervenção considera ao máximo a trafegabilidade de condutores transeuntes, evitando que a população seja prejudicada. Durante este período, pedimos a compreensão dos munícipes, uma vez que a obra resultará em benefício coletivo”, diz Adrielle.

Leia mais:  Governo orienta motoristas a usarem rotas alternativas na região da trincheira

O titular da Pasta, Antenor Figueiredo reforça que a Rua Padre Roquete foi fechada com placas informativas, proibindo a conversão tanto para quem está na Rua Marechal Deodoro, quanto para quem está na Rua Tereza lobo. Deste modo, a via hoje serve apenas para trânsito local.

Ele reforça que a implantação deverá ser feita sem que sejam causados prejuízos ao trânsito. Assim, só haverá fechamento da via em caso de extrema necessidade. “Se for preciso, os condutores serão devidamente orientados e adotaremos desvios. Nosso planejamento, contudo, é para que a obra transcorra sem fechamentos, mantendo os motoristas a uma distância segura dos trabalhadores da obra”, finaliza.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Seminário discute inclusão a programas do Governo Federal e permanência no campo

Publicado

por

Davi Valle

Agricultores familiares, pesquisadores e especialistas no setor se reuniram no 4º Seminário de Agricultura Familiar de Cuiabá, na quarta-feira (4). O evento, promovido pela Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, discutiu as alterações mercadológicas e o acesso de produtores da Baixada Cuiabana a programas do Governo Federal.

De acordo com a titular da Pasta, Débora Marques, o encontro está em consonância com as principais demandas do setor, acompanhando seus processos de inclusão e transformação. “O olhar direcionado a este nicho demonstra que a Prefeitura tem responsabilidade, o que possibilita que a Secretaria preste assistência técnica lá na ponta, colocando em diálogo os produtores e as entidades de pesquisa”, disse.

Na ocasião também foi lançada a revista Saberes da Terra, com um balanço das ações voltadas ao setor e orientações aos produtores. “Acreditamos que o diálogo seja o melhor caminho para que possamos atender a estas demandas e agora esta proposta foi coroada com a revista. Ela servirá como uma ferramenta para informação dos agricultores e manterá este canal de contato aberto com a Secretaria.”

Leia mais:  Detran-MT notifica 30 condutores para defesa por irregularidade na obtenção da CNH

O Seminário contou com apoio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Empresa Mato Grossense de Pesquisa Assistencia e Extensao Rural (EMPAER), que enviaram especialistas para ministrar palestras. Assim, ao longo da manhã foram abordados temas como a Agricultura Familiar em Âmbito Nacional; Crédito Rural e Como Aumentar o Número de Jovens no Campo.

O representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em Mato Grosso, José de Assis Guaresqui, destaca a importância da valorização da agricultura familiar, responsável por suprir as demandas urbanas. “O destaque que temos na balança comercial não se restringe à produção em larga escala, e este olhar para o pequeno é fundamental para que possamos avançar.”

Também participaram do evento os vereadores Vinícius Hugueney, Orivaldo da Farmácia e Luís Claudio; o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Celso Nogueira; o representante do Sicred, Osvaldo Biazi e a coordenadora do SIM de Várzea Grande, Kely Enciso.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana