conecte-se conosco


Política

Semana na ALMT tem audiência pública, sessão solene e Prata da Casa

Publicado

Foto: Fablício Rodrigues

/

Secretaria de Comunicação Social

A Assembleia Legislativa tem uma agenda movimentada esta semana. A programação começa hoje (3) com a exposição “Prata da Casa” onde servidores e familiares expõem trabalhos artesanais, segue com a realização de Sessão Especial de entrega do Certificado de Responsabilidade Social na noite de hoje e prossegue com quatro sessões ordinárias, na terça-feira às 17 horas, quarta-feira as 8 horas e 17 horas e quinta-feira às 8 horas. Tem ainda, reuniões de comissões permanentes, Sessão Plenária Especial de entrega de Título de Cidadão Mato-grossense e Honrarias e Audiência Pública para debater a Regularização Fundiária, Infraestrutura Rodoviária e Abastecimento de Água, na Agrovila das Palmeiras.

Confira a agenda:

Segunda-feira (3)

Tem início o “Prata da Casa” uma mostra e feira de artesanato produzidos pelos servidores da ALMT e familiares. A feira é aberta ao público e funciona no saguão da AL até quinta-feira das 8 às 17 horas e, na sexta-feira (7), das 8 às 13 horas.

Das 19 às 22 horas acontece Sessão Plenária Solene de entrega de Certificado de Responsabilidade Social do Estado de MT – Edição 2018.

Leia mais:  Barra do Garças já tem 88 casos de covid-19, Mato Grosso registra 3.029 casos e 79 óbitos nesta quarta

Terça-feira (4)

Às 14 horas tem Reunião Ordinária da Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Às 17 acontece Sessão Ordinária no Plenário Das Deliberações Renê Barbour.

Quarta-feira (5)

Às 8 horas a ALMT realiza Sessão Ordinária no Plenário Das Deliberações Renê Barbour.

Quinta-feira (6)

Às 8 horas será realizada Sessão Ordinária no Plenário Das Deliberações Renê Barbour e às 19 horas , Sessão Plenária Especial de entrega de títulos de cidadania mato-grossense à pessoas com serviços prestados ao desenvolvimento do Estado de Mato Grosso.

Sexta-feira (7)

Último dia da feira Prata da Casa, com encerramento às 13 horas. 

Às 14 horas tem Audiência Pública para debater a Regularização Fundiária , Infraestrutura Rodoviária e Abastecimento de Água, na Agrovila das Palmeiras, em Santo Antônio de Leverger.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Política

Governo autoriza vacinar professores após forças de segurança

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) autorizou a reserva de 10% das vacinas contra a covid-19 que o Estado receber para a imunização dos profissionais da educação das redes públicas e privadas. A informação é do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Segundo Carvalho, a decisão ocorreu na manhã desta segunda-feira (12) durante reunião com os secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo (Saúde), e da Educação, Alan Porto.

“Estamos fazendo um ofício para a Secretaria de Saúde, solicitando que após a vacinação dos profissionais das forças de segurança, que também sejam imunizados os profissionais da educação”, disse durante entrevista ao programa Tribuna da rádio Vila Real FM.

A decisão tem por base a pressão por parte dos deputados estaduais e do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep). Isso porque na semana passada, os deputados aprovaram em 1ª votação a educação como serviço essencial na pandemia. Caso seja aprovada em 2ª votação, as aulas presenciais poderão retornar.

Com isso, muitos deputados cobraram que os professores entrassem na lista de prioridades para a vacinação no Estado, já que o retorno das aulas está em votação.  O projeto de retorno às aulas garante que a rede privada pode voltar com as aulas presenciais. Já  na rede pública poderia ocorrer de maneira virtual, até que se criem as condições para o retorno presencial.

Leia mais:  Entenda qual a carga tributária do etanol e qual o impacto no preço final. Olhe vídeo

O Sintep chegou ameaça greve em fevereiro, caso o governo determinasse o retorno das aulas presenciais. Atualmente as aulas continuam remotas e o governador Mauro Mendes (DEM) aprovou na Assembleia um projeto para a compra de notebooks e o auxílio internet para mais de 15 mil professores da rede pública estadual.

O valor depositado aos professores é de até R$ 6.020. Os profissionais terão que comprovar a compra dos computadores e a assinatura da internet.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana