conecte-se conosco


Educação

Seduc realiza encontro Novembro Negro, Cidadão.

Publicado

Foco do encontro será os 15 anos da lei que orienta o ensino da história e cultura afrobrasileira, com a participação de profissionais da educação das escolas e da própria Seduc nesta sexta (28).
Para refletir os 15 anos da lei 10.639/03 que orienta o ensino da história e cultura afrobrasileira e africana, a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) realiza o encontro Novembro Negro, Cidadão. O evento ocorre nesta sexta-feira (30), às 14 horas, no auditório da instituição.

Segundo o coordenador de diversidades educacionais da Seduc, Admilson Mário de Assunção, o encontro também lembra a década internacional afrodescendente da Unesco. “Vamos fazer uma análise de conjuntura dos 15 anos da implementação da lei 10.639 e as perspectivas para o futuro e refletir sobre a década afrodescendente”, adianta.

A professora mestre Rosana Fátima de Arruda, especialista nas relações etnicorraciais, vai abordar a aplicabilidade da lei e sua efetivação na rede estadual de ensino.

A programação conta ainda com palestra sobre intolerância religiosa, proferida pela professora Sônia Aparecida da Silva, que dará destaque para as religiões de matrizes africanas. Para o encontro, foram convidados profissionais da educação das escolas, da própria Seduc. O evento é aberto para toda a comunidade escolar.

Leia mais:  Retirar ensino superior do MEC pode provocar quebra no atual sistema educacional

Serviço

Evento: Encontro Novembro Negro, Cidadão

Data: 30/11 (sexta-feira)

Horário: 14h

Local: Auditório da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) – R. Eng. Edgar Prado Arze, 215 – Centro Político Administrativo, Cuiabá.

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Governador Mauro não vai dar uniformes aos 390 mil estudantes de MT

Publicado

por

Os mais de 390 mil alunos da rede estadual de Mato Grosso vão ficar sem receber uniformes neste ano letivo. A informação foi confirmada pelo governo do estado, por meio de nota na Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Se no decorrer do ano letivo o estado tiver dinheiro, poderá entregar os uniformes, mas não há garantia.

Conforme a nota, as escolas que ainda tiverem uniformes guardados de anos anteriores podem distribuí-los aos alunos.

De acordo com a assessoria, todas as escolas estaduais foram comunicadas da não distribuição dos uniformes este ano. As escolas podem confeccionar os uniformes para seus alunos, no entanto, é preciso que isso seja acordado com a comunidade escolar. Por meio de reuniões, as escolas devem conversar com os pais sobre o assunto e os mesmos devem estar de acordo com a aquisição dos uniformes

Além disso, segundo a Seduc, as unidades escolares têm autonomia de colocar a logomarca da própria escola nas camisetas. Isso facilita a identificação do aluno na hora de entrada e confirma que o mesmo estuda na unidade. Como as escolas pagam pelo serviço, o total é repassado aos estudantes num valor simbólico que varia de R$ 3 a R$ 5, por uniforme.

Leia mais:  Eleição de diretores das escolas estaduais ocorre nesta quinta.

O valor cobrado será revertido para a própria unidade escolar para ser investido em melhorias e projetos pedagógicos.

A Seduc orienta as escolas a não impedirem que os alunos assistam às aulas se estiverem sem uniformes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana