conecte-se conosco


Cidades

Seduc admite falha no pagamento de 4,3 mil professores interinos

Publicado

A Secretaria de Educação (Seduc) admitiu que houve uma falha no pagamento de 4,3 mil professores interinos, que irão receber apenas 66% dos salários nesta sexta-feira (27). Segundo o governo, o restante dos pagamentos será pago em uma folha suplementar, porém, a data ainda não foi divulgada.

Na quinta-feira (26), o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep) solicitou à Seduc e à Secretaria de Planejamento (Seplag) explicações sobre o não pagamento integral dos salários, sendo que apenas os profissionais contratados tiveram esse corte.

A explicação da Seduc é que uma falha técnica causou o erro no lançamento dos salários. No entanto, a Secretaria afirmou que os técnicos estão trabalhando para resolver o problema.

“As duas secretarias lamentam o ocorrido e se esforçam para resolver a situação o mais rápido possível e ressaltam que os demais servidores não sofrerão qualquer problema no recebimento do salário”, diz trecho da nota divulgada pelo governo do Estado. (Com informações da assessoria)

Comentários Facebook
Leia mais:  TJ suspende atendimento em 3 varas por causa da covid-19
publicidade

Cidades

Lotação das UTIs de hospitais particulares chega a 86% em MT

Publicado

Os hospitais particulares de Mato Grosso também estão próximos de não terem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes com covid-19. A taxa de ocupação chegou a 86,5%, bem maior dos que os 70% de ocupação das UTIs públicas.

 

Em nota, o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) afirmou que o número de pacientes internados em hospitais particulares por causa do novo coronavírus tem aumentado.

Em 8 de janeiro 80% dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 estavam ocupados. Uma semana depois, em 15 de janeiro, essa taxa já era e 86,5%. Já a ocupação geral de leitos para covid-19 (enfermaria e UTI) está em 73%.

 

A situação é de alerta no estado, não só nos hospitais particulares como no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, apesar das UTIs públicas estarem com 70% de ocupação, o momento é de preocupação, pois na primeira onda da pandemia em 15 dias a taxa de ocupação saiu de 70% para 100%.

Leia mais:  Secretaria Municipal de Saúde emite alerta sobre Influenza

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana