conecte-se conosco


Agricultura

Secretário de Aquicultura e Pesca viaja a Israel na comitiva do presidente Bolsonaro

Publicado

O secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, representará o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em viagem a Israel, neste sábado (30), na comitiva do presidente Jair Bolsonaro. Na Aquicultura, Israel se destaca pelas modernas tecnologias de criação de peixes e crustáceos com reaproveitamento de água, ponto forte para a aquicultura de modo geral e, em especial, para a região Nordeste do Brasil, que sofre com a escassez de água.

A partir de segunda-feira (1/4), Seif fará visitas técnicas acompanhado de cinco empresários brasileiros e de um representante da Associação Brasileira de Piscicultura (PeixeBR). Acompanhará a delegação a pesquisadora brasileira Isabel Campos Portugal, que tem trabalho de pesquisa e desenvolvimento reconhecido naquele país.

Uma das empresas visitadas será a Aquamaoff, que no meio de um deserto criou uma próspera fazenda industrial de produção de peixes, usando o Sistema de Aquicultura Recirculante Indoor, capaz de cultivar espécies de agua doce e marinhas reaproveitando água para irrigação de oliveiras.

Também serão visitadas as empresas Aquatec, especializada no sistema de aquicultura indoor na área do deserto, e a empresa Enzootic. No dia 2 (terça-feira), o grupo participará do Brasil Israel Innovation Summit, organizado pela Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), com a abertura do presidente Jair Bolsonaro e do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Haverá um seminário e mesas redondas temáticas, sendo que em uma delas será realizado um debate sobre aquicultura e pesca.

Leia mais:  Produtores e especialistas debatem o futuro da caprinocultura e da ovinocultura

Mais informações à ImprensaCoordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Comentários Facebook
publicidade

Agricultura

Portaria libera uso de agrotóxicos para combater nuvem de gafanhotos

Publicado

por

O Ministério da Agricultura autorizou, em caráter emergencial, o uso de determinados agrotóxicos para o controle da praga de gafanhotos que ameaça as colheitas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Pela portaria publicada nesta terça-feira (30), o uso de inseticidas biológicos, à base de fungos e bactérias, e outros produtos podem ser usados no caso de surto comprovado da praga de gafanhotos. Entre os princípios ativos autorizados em caráter temporário, estão o acefato ou organofosforato, a cipermetrina, deltametrina, melationa, entre outros.

Os responsáveis pelo registro dos produtos ficam desobrigados de modificar a bula para o uso desses inseticidas. A portaria do Ministério da Agricultura ainda determina que o plano para o controle da praga deve ser estabelecido pelo Órgão de Defesa Agropecuária de cada estado a partir de procedimentos gerais determinados pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério.

 

Os órgãos estaduais devem apresentar ainda a instância federal do setor relatórios trimestrais com todas as ações realizadas durante o período emergencial, incluindo a quantidade de agrotóxico usado nas plantações.

Leia mais:  Enchente em SP eleva preços na Central de Abastecimento de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana