conecte-se conosco


Cidades

Secretarias discutem soluções para ataques de piranhas no Lago do Manso

Publicado

A secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio da adjunta de Turismo, e a de Meio Ambiente se reuniram nesta segunda-feira (22) em busca de ações que possam amenizar o problema de empresários do Lago do Manso que estão preocupados com os ataques de piranhas na região. A discussão ainda contou com a participação da deputada estadual Janaína Riva (MDB).

De acordo com o secretário adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, a medida é importante. “A gente sabe da importância que o Lago do Manso tem para o turismo e para a sociedade civil e iremos encontrar mais rápido possível a solução para esse problema”, assegura.

Um dos principais problemas apresentados foi a necessidade da conscientização coletiva da população, já que muitas pessoas acabam alimentado peixes e jogando comida na água, o que acaba contribuindo para atrair as piranhas. Além disso, a compra de predadores, como tem sido feito por muitos moradores da região, pode desiquilibrar o ecossistema, já que peixes como tucunaré comem não apenas piranhas, mas também outros peixes.

Leia mais:  Prefeito lamenta falecimento de servidora aposentada

“A Sema está orientando os interessados sobre os estudos necessários, antes da autorização de soltura de qualquer espécie nos rios e lagos de MT. Vamos registar essas informações dos ataques num banco de dados e avaliar a melhor alternativa”, afirma Valmi Lima, superintendente de Licenciamento da Secretaria de Meio Ambiente.

É recomendável que turistas e moradores da região não atirem comida nas águas e nem entrem no lago com feridas não cicatrizadas, de acordo com a Secretária de Estado de Meio Ambiente.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Desespero; Estado tem 30 óbitos e 6 hospitais já estão sem leitos de UTI

Publicado

Conforme os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), 6 dos 21 hospitais de tratamento contra a covid-19 estão acima da taxa de ocupação, sendo que o Hospital e Pronto Socorro Municipal Milton Pessoa Morbeck, em Barra do Garças (520,6 km de Cuiabá), está com 2 leitos bloqueados.

Nas últimas 24 horas, Mato Grosso registrou 30 óbitos e 1.486 novas confirmações de casos, contabilizando 5.968 óbitos e 259.946 infectados.

Das mortes registradas, 9 foram em Cuiabá, sendo 6 homens e 3 mulheres. Várzea Grande registrou 1 óbito de uma mulher de 82 anos.

A taxa de ocupação está em 96,45%, havendo uma leve diminuição, desde à última quinta-feira nas UTIs adulto e em 49% para enfermarias adulto.

Nos casos confirmados, suspeitos e descartados do novo coronavírus, há 462 internações em UTIs públicas e 409 em enfermarias públicas.

Os municípios que mais registraram casos de contaminação da covid-19, desde o começo da pandemia, foi Cuiabá (55.913), Rondonópolis (20.363) e Várzea Grande (16.352).

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeito lamenta falecimento de servidora aposentada
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana