conecte-se conosco


Política

Santa Casa vai receber R$1 milhão da Prefeitura de Cuiabá para compra de medicamentos

Publicado

O valor será destinado à compra de medicamentos para os pacientes que estão internados na Instituição.
À frente do Movimento “Santa Casa de Portas Abertas”, o vereador Toninho de Souza (PSD), deu início nesta segunda-feira às reuniões para a construção de uma proposta sobre o que precisa ser feito para reabrir as portas da Santa Casa. Já na primeira reunião, um importante passo foi dado, a liberação de R$1 milhão para compra de medicamentos.
“Tivemos hoje primeira reunião do grupo de trabalho na Secretaria de Saúde de Cuiabá que está tratando da situação da Santa Casa de Misericórdia. Tivemos um avanço importantíssimo, a garantia da liberação, até a próxima quinta-feira, do valor de R$1 milhão para a compra de medicamentos aos pacientes que estão internados na Santa Casa de Cuiabá”, informou o parlamentar.
Na próxima semana o grupo irá se reunir com o Prefeito Emanuel Pinheiro e uma nova liberação de recursos pode ser alinhada. “Nesta reunião temos a expectativa de garantirmos a liberação de valores para o pagamento dos salários dos servidores da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá”, disse.
O Movimento para reabrir as portas da Santa Casa de Cuiabá já está dando resultados positivos, a iniciativa tem mostrado a importância do engajamento dos mais diversos setores em busca de resolver o impasse em torno da Instituição.
“Estamos avançando, tudo isso é fruto do Movimento Santa Casa de Portas Abertas, que eu criei, e que está tendo o envolvimento de todos, dos vereadores, da Sociedade Organizada, todos com o mesmo objetivo, reabrir as portas da Santa Casa e colocar um fim a paralisação desse Hospital tão importante para o estado de Mato Grosso”.
A Bancada Federal também vai trabalhar em Brasília para trazer recursos para a unidade hospitalar. “A dívida da Santa Casa é monstruosa, só com o repasse normal não é possível resolver a situação, é preciso ajuda de todos os lados”, disse o vereador Toninho de Souza, idealizador do movimento “Santa Casa de Portas Abertas”.
Fazem parte da Comissão, representantes da direção da Santa Casa, dos funcionários, da Câmara Municipal e da Prefeitura.
Verônica Rakel
Assessoria de Imprensa

Leia mais:  Vereador quer temporizador em semáforos com radares

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta-feira

Publicado

por

O pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), exercício 2019/2020, começa na quinta-feira (25) da próxima semana. A liberação do dinheiro para os cadastrados no PIS vai considerar a data de nascimento e os do Pasep, o dígito final do número de inscrição.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberão o abono do PIS ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020. Recebem também este ano os servidores públicos cadastrados no Pasep com dígito final do número de inscrição entre 0 e 4. Os com final entre 5 e 9 receberão no próximo ano.

A data para o fechamento do calendário de pagamento do exercício 2019/2020 está prevista para o dia 30 de julho de 2020. A estimativa é de que sejam destinados R$ 19,3 bilhões a 23,6 milhões de trabalhadores. O pagamento do abono salarial referente ao PIS será feito pela Caixa em suas agências em todo o país; e o abono do Pasep será pago no Banco do Brasil.

Leia mais:  Vereador quer temporizador em semáforos com radares

Quem tem direito Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, o trabalhador tem de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para os trabalhadores que tiverem os dados declarados na Rais 2018 fora do prazo e entregues até 25 de setembro de 2019, o pagamento estará disponível a partir de 4 de novembro de 2019, conforme calendário de pagamento aprovado, e, após este prazo, somente no calendário seguinte.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana