conecte-se conosco


Mato Grosso

Samu reativa projeto para prevenir trotes em MT

Publicado

A Escola Estadual Senador Azeredo vai receber nesta sexta-feira (07.12) as atividades do projeto Samuzinho. O programa foi criado pelo Ministério da Saúde em 2007, com o objetivo de conscientizar crianças do ensino fundamental sobre quando acionar corretamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Técnicos do serviço irão instruir os jovens.

Segundo dados estatísticos do Samu, o número 192 recebeu 110.092 ligações entre janeiro e outubro deste ano, sendo que 33.316, ou 23% do total, foram trotes. A grande maioria dessas ligações, foi realizada nos horários de entrada e saída das escolas e durante os intervalos das aulas.

De acordo com a superintendente do Samu, Bruna Karoline de Almeida Santiago, essas ligações, além de ocupar as linhas telefônicas, muitas vezes geram deslocamento desnecessário de recursos, envolvendo ambulâncias e motolâncias, ocasionando consequentemente a demora no atendimento para as solicitações que realmente necessitam dos serviços especializados.

Durante as aulas as crianças aprenderão de forma lúdica e dinâmica como ocorre todo atendimento inicial do SAMU 192, desde as funções de cada servidor que se encontra na Central de Regulação de urgências (CRU), localizada na capital Cuiabá. 

Leia mais:  Cooperativismo alavanca produção e conquista comércio em Sorriso

Na execução do Projeto nas Escolas, os profissionais da saúde vão orientar quais os casos em que o Samu é indicado para ser acionado, além de receberem aulas práticas de primeiros socorros.

“Assim, de modo geral conseguimos realizar ações através do Núcleo de Educação em Urgências (NEU) do Samu-MT, melhorando o serviço, apresentando informações sobre o mesmo e obtendo como resultado a melhoria da qualidade das ações fornecidas e prestadas à sociedade”, concluiu Bruna Santiago.

A partir de 2019 o projeto terá continuidade com o agendamento de atividades em outras escolas. As unidades interessadas em receberem o projeto Samuzinho podem manter contato com o Samu por meio do telefone (65) 3317-3200 e solicitar o agendamento. O Samu também confeccionou uma cartilha educativa específica sobre o projeto para ser distribuído nas escolas.

SERVIÇO

LANÇAMENTO PROJETO SAMUZINHO

DATA: 07/12/18  (sexta- feira)

LOCAL: ESCOLA ESTADUAL SENADOR AZEREDO N.675

HORARIO: MANHÃ E TARDE

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Secid recebe últimos relatórios de consultoria sobre o VLT

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana