conecte-se conosco


Carros e Motos

Salão de Genebra: muitos supercarros, mas quase sem novidades para o Brasil

Publicado


Salão de Genebra 2019 tem o exemplar único do Bugatti La Voiture Noir como a grande vedete do evento suíço
Newspress

Salão de Genebra 2019 tem o exemplar único do Bugatti La Voiture Noir como a grande vedete do evento suíço

O Salão de Genebra abre suas portas para a imprensa mostrando que o que não falta é supercarro para endiheirados europeus. Além do exemplar único Bugatti La Voiture Noir, de US$ 19 milhões, há uma série de outros modelos do gênero de marcas que estavam até desaparecidas do cenário global ultimamente, como é o caso da Gumpert e da Hispano Suiza, como pode ser conferido na galeria abaixo, com 55 imagens. 

 LEIA MAIS: Confira as principais novidades do Salão de Genebra 2019, na Suíça

Quem tiver a oportunidade de percorrer os estantes no Salão de Genebra 2019 vai ficar satisfeito com os superesportivos que compareceram em peso, inclusive de fabricantes tradicionais nesse nicho de mercado, como a Ferrari, que trouxe o novo F8 Trubuto  no lugar do 488 GTB, ou a McLaren, com o híbrido Speedtail, com mais de 1000 cv de potência somando os rendimentos do motor a combustão e do elétrico.

Mas vai ser bem difícil encontrar novidades do Salão de Genebra 2019 que interessam ao Brasil. De tudo o que está sendo mostrado, encontramos apenas três carros que podem dar o ar da graça no País. Um deles é o novo Peugeot 208, que será fabricado na Argentina a partir do final de 2020 e chega ao mercado brasileiro no ano seguinte. 

Do Salão de Genebra 2019 para o Brasil


A versão híbrida do novo Corolla é a principal novidade do Salão de Genebra 2019 que estará no Brasil
Newspress

A versão híbrida do novo Corolla é a principal novidade do Salão de Genebra 2019 que estará no Brasil

Entre os poucos modelos que estão no Salão de Genebra e logo estarão no Brasil está o novo Toyota Corolla híbrido. O carro deverá ser lançado no País no fim do ano como o primeiro híbrido flex do mundo. Será fabricado em Indaiatuba (SP) sobre a nova base TNGA (Toyota New Global Architecture), mais leve que a do Corolla atual, o que deverá contribuir com ganhos de eficiência. 

Leia mais:  Dafra Citycom 300i chegou e conquistou

LEIA MAIS: Toyota confirma produção do primeiro híbrido flex do mundo no Brasil

Além disso, a fabricante concluiu que o híbrido flex é capaz de atingir um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO2 gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro. Quando abastecidos apenas com etanol (E100), os resultados se mostraram ainda mais promissores.


O novo Peugeot 208 é outro modelo do Salão de Genebra que vai estrear no Brasil. O mais provável é que desembarque por aqui em 2021
Newspress

O novo Peugeot 208 é outro modelo do Salão de Genebra que vai estrear no Brasil. O mais provável é que desembarque por aqui em 2021

Com linhas mais arrojados que as do Peugeot 208 atual, o novo segue o estilo do dupla de SUVs 3008 e 5008, o que inclui lanternas traseiras com lentes escurecidas e que usam LED no lugar das lâmpadas convencionais. O apelo esportivo fica ainda mais evidênte nessa nova geração por detalhes como  o defletor de ar no teto, na versão GT, também vem na mesma cor, com para-choque e difusor de ar com moldura preta ao centro.

Leia mais:  Scooteres e motos elétricas surgem como opções sustentáveis para serviço e lazer



LEIA MAIS:  Confira detalhes do novo Peugeot 208 mostrado no Salão de Genebra 

O carro da Peugeot também impressiona pelo interior futurista, que conta com o novo cluster digital e a nova central multimídia, que por sua vez ficaram mais elevados. Elas virão com painel em dois níveis, com comandos cromados, em estilo teclas de piano, como no SUV 3008. Mais abaixo, o console parece ter carregamento de celulares por indução e a alavanca com acionamento elétrico.


Jeep Renegade com novo motor 1.3 turbo no Salão de Genebra 2019 também está na curta lista dos carros do evento que interessam ao Brasil
Newspress

Jeep Renegade com novo motor 1.3 turbo no Salão de Genebra 2019 também está na curta lista dos carros do evento que interessam ao Brasil

No caso do Jeep Renegade mostrado no Salão de Genebra, o que chama atenção é o motor 1.3 turbo, que deverá ser adotado no Brasil para substituir o pouco eficiente 1.8 flex, cuja origem vem da antiga Tritec e que recebeu algumas mudanças para equipar os modelos do Grupo FCA.

Na Europa, esse novo motor 1.3 turbo, com injeção direta de gasolina, é capaz de gerar entre 150 cv e 180 cv. No Brasil, deverá ser convertido para funcionar tanto com etanol quanto com o derivado do petróleo. Com isso, haverá como torná-lo ainda mais potente para substituir o 2.0 Tigershark que equipa hoje em dia o Compass Flex.

LEIA MAIS:  Mitsubishi antecipa detalhes da linha 2020 do ASX com novo visual


A versão renovada do Mitsubishi ASX é um dos poucos carros que estão no Salão de Genebra 2019 e que deverão chegar ao Brasil
Newspress

A versão renovada do Mitsubishi ASX é um dos poucos carros que estão no Salão de Genebra 2019 e que deverão chegar ao Brasil

E o terceiro carro que está no Salão de Genebra 2019 e poderá ser vendido no Brasil está o Mitsubishi ASX reestilizado. As mudanças estão mais concentradas na frente, com para-choque saliente que se integra à nova grade cromada e aos faróis redesenhados e parecidos com os do Eclipse Cross.

Na traseira, a principal mudança da versão renovada do ASX mostrada no Salão de Genebra 2019 fica por conta das lanternas redesenhadas e que usam apenas LED no lugar das lâmpadas convencionais. Também aproveitaram para reestilizar as linhas do para-choque, que passou a ter um aspecto mais esportivo. 

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Toyota Yaris XL Plus 1.5: um sedãzinho eficiente

Publicado

por

source
Toyota Yaris Sedan arrow-options
Carlos Guimarães/iG

Toyota Yaris Sedan XL Plus vem com o básico do conforto e sofisticação para famílias pequenas no dia a dia

Quem não quer um SUV, está bem servido de sedãs compactos no Brasil. Além da chegada do novo Onix Plus há também opções um pouco menos sofisticadas que a novidade da GM e que entregam um pacote interessante. Uma delas é o Toyota Yaris XL Plus (R$ 75.190) que se mostrou eficiente no dia a dia em alguns aspectos que vamos detalhar mais adiante.

 LEIA MAIS: Toyota Yaris Sedan: ele é melhor que Honda City e VW Virtus?

O Toyota Yaris Sedan XL Plus vem com uma lista bem recheada de equipamentos. Entre os destaques há farois com acendimento automático, câmbio CVT que simula 7 marchas, rodas de liga-leve de aro 15, bancos traseiros com encosto bipartido, partida por botão, piloto automático, controle de estabilidade (ESP), ancoragem ISOFIX e Top Tether e central multimídia com tela de 7 polegadas.

Mas o acabamento é bem simples, com revestimento de tecido e plástico por todo lado no interior. A central multimídia poderia ser mais prática, embora seja compatível com Android Auto e Apple Car Play. Há apenas uma entrada USB, que fica escondida debaixo do apoio de braço entre os bancos dianteiros, no porta-objeto. Sim, o carro agrada, mas o preço faz muita gente torcer o nariz.

Mesmo porque, estamos falando de um sedã compacto com motor 1.5, de 110 cv que funciona com o pacato câmbio CVT.  Mas que tem seus méditos, como o variador de fase na admissão e escape, o que ajuda na eficiência em garantir um desempenho razoável com boa economia de combustível. De acordo com dados do Inmetro, com apenas gasolina no tanque, o Yaris Sedan XL Plus pode fazer até 14,5 km/l na estrada e 13 km/l na cidade.

Leia mais:  Scooteres e motos elétricas surgem como opções sustentáveis para serviço e lazer

O econômico Yaris Sedan

Toyota Yaris arrow-options
Divulgação

Interior do Toyota Yaris Sedan é simples, mas há boa dose de equipamentos de série que contribuem com o conforto

Essa cerimônia em consumir combustível nos impressionou nesse  sedã que foi feito para ser dirigido sem pressa, quando o nível de ruído se mantém sempre em níveis bem civilizados. Se for pisar mais fundo no acelerador, o ronco do motor invade a cabine e atrapalha o conforto. O funcionamento do CVT, que procura priorizar a economia desanima a impor uma tocada mais quente.

LEIA MAIS: Toyota Yaris XL 1.3 CVT mostra bom custo-benefício se comparado ao XS 1.5

Bom também é que a suspensão consegue absorver bem as irregularidades do piso, com ajuda dos pneus borrachudos 185/60R 15. Some também a visibilidade adequada e terá um sedã compacto interessante para enfrentar o trânsito das grandes cidades e viajar com calma no fim de semana, tendo 473 litros de espaço no porta-malas.

Pelo preço que custa, não apenas Yaris Sedan XL Plus, mas todas as versões do sedã da marca japonesa deveriam ter ajuste de profundidade do volante, que pode ser regulado apenas em altura. E com um vão livre do solo de 15 cm vale  ter certa cautela em passar por valetas e lombadas para não correr o risco de raspara parte de baixo do carro.

Leia mais:  Ducati Panigale V4 S chega ao Brasil com desenvolvimento da MotoGP

Nas curvas, o Yaris Sedan XL Plus apenas cumpre seu papel, nenhuma pretensão esportiva. Em contrapartida, o carro tem uma série de assistências que contribuem com a segurança e o conforto, como a direção elétrica que ajuda nas  manobras e o assistente de partida em rampas, que segura o carro durante três segundos para que não desça e bata no que estiver logo atrás.

 As conveniências que o Yaris Sedan XL Plus tem também incluem comando um toque nos vidros elétricos e volante multifuncional,  ar-condicionado digital e farois auxiliares de neblina, tanto dianteiros quanto traseiros. De fato, o carro é um sedãzinho eficaz, “pedra no sapato” de rivais como Fiat Cronos, Honda City, VW Voyage e Ford Ka Sedan.

LEIA MAIS: Toyota Yaris XLS enfrenta o rivai Hyundai HB20 Premium 2019. Qual vence?

Conclusão

Se fosse um pouco mais em conta, o Toyota Yaris XL Plus iria incomodar ainda mais os principais concorrentes, exceto o Chevrolet Onix Plus e o VW Virtus, que ficam um degrau acima no terreno dos sedãs compactos, já tem têm um grau de sofisticação superior, tanto no que se refere ao conjunto mecânico (com motores turbinados) quanto aos equipamentos disponíveis (como o acesso à internet via 4G, do GM).

Ficha técnica

Preço: a partir de R$ 75.190

Motor:  1.5, quatro cilindros, flex

Potência:  110 cv (E) / 105 cv (G) a 5.600 rpm

Torque:  14,9 kgfm (E) / 14,3 (G) a 4.000 rpm

Transmissão:  Automático, CVT, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios:  Discos ventilados (dianteiros) / tambor (traseiros)

Pneus:  185/60 R15

Dimensões: 4,43 m (comprimento) / 1,73 m (largura) / 1,49 m (altura), 2,55 m (entre-eixos)

Tanque: 45 litros

Porta-malas: 473 litros 

Consumo gasolina: 13 km/l (cidade) / 14,4 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 12 segundos

Velocidade máxima:  186 km/h   

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana