conecte-se conosco


Cidades

Rua do Rasqueado será na praça da Mandioca com banda Real Som e performance inspirada

Publicado

Nesta quinta-feira (12), acontece o quarto evento da “Rua do Rasqueado”, desta vez na praça da Mandioca, no Centro Histórico de Cuiabá. Na programação da semana está a banda Real Som e o cantor Dito Saca rolha, além de uma performance inspirada em Silva Freire da artista plástica, Halbina dos Santos. O evento é gratuito, das 18h às 22h.

A “Rua do Rasqueado – Cuiabá 300 anos” foi aprovada em edital FUNDO/2019 na categoria música. O projeto conta com 12 eventos, sempre às quintas-feiras, que serão distribuídos em praças pelo Centro Histórico de Cuiabá, sempre gratuitos.

O evento será dividido em blocos de lambadinha, lambadão e rasqueado, além de um quadro de Clássicos Mundiais, que de acordo com Guapo, será o momento das canções e artistas que marcaram época, como Beatles, Frank Sinatra entre outros.

A banda Scort Som foi a convidada para abrir o projeto no último dia 22 de agosto, mas a cada quinta-feira a programação se faz nova e abre-se espaço para novos e consagrados talentos da música autoral em Cuiabá. Na segunda semana do projeto, quem subiu aos palcos no Centro Histórico foi a banda Signos e o cantor Roberto Lucialdo. Já na terceira semana foi dia de comemorar o aniversário do realizador do projeto, o Guapo com apresentação da banda Loop e convidados.

Leia mais:  Prefeitura e UFMT inauguram presépio vivo

O projeto “Rua do Rasqueado” é o primeiro dentre os 51 projetos aprovados no edital FUNDO/2019 a ser executado. A Secretaria de Cultura publicou no último dia 09 de agosto o cronograma de desembolso em que se definiu para o mês de agosto o pagamento dos projetos de música e artes visuais para projetos coletivos. O cronograma será tratado como prioridade pela Secretaria de Cultura e também pela Secretaria de Fazenda, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro. Ele segue até novembro, totalizando R$ 2,1 milhões em investimento em cultura na capital mato-grossense.

SERVIÇO 

O que: Quarto encontro da Rua do Rasqueado – Cuiabá 300 anos

Quando: quinta-feira (12), das 18h às 22h

Onde: praça da Mandioca, Centro Histórico de Cuiabá

Evento gratuito

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Saiba quando será necessária a troca para o novo modelo de placa

Publicado

por

O novo modelo de Placas de Identificação Veicular (PIV), padrão Mercosul, está em vigor desde o dia 17 de fevereiro, em Mato Grosso. No primeiro momento de implantação, a obrigatoriedade da nova placa é somente para os seguintes casos:

– Primeiro emplacamento do veículo;

– Substituição de qualquer das placas em decorrência de mudança de categoria do veículo;

– Furto, extravio, roubo ou dano da referida placa;

– Mudança de município ou de Unidade Federativa;

– Necessidade de instalação da segunda placa traseira, perda ou dano no lacre.

O proprietário de veículo que desejar fazer a troca voluntária para o novo modelo de placa também poderá fazer o emplacamento.

Locais de compra da nova placa

No site oficial do Detran-MT está disponível a lista com o nome, endereço, número para contato e e-mail das empresas que já estão credenciadas pelo órgão de trânsito a realizar o emplacamento no novo modelo em Mato Grosso. CONFIRA AQUI

 

Conheça a Placa Mercosul

O novo modelo de placa é oriundo de um acordo entre os países do Mercosul, assinado em dezembro de 2010. O padrão vai manter os sete caracteres da placa atual brasileira, porém com quatro letras e três números, e não mais três letras e quatro números, que poderão ser “embaralhados”, e não mais dispostos de maneira fixa em uma sequência.

Leia mais:  Prefeitura e UFMT inauguram presépio vivo

O fundo também sofreu a mudança de cor e passa a ser totalmente branco. Além disso, a bandeira do Brasil e a escrita substitui o município. Com isso, os veículos com a nova placa podem circular livremente nos países que integram o Mercosul, sem autorização prévia.

A nova placa não tem mais os símbolos que permitiam a identificação de local de registro do veículo. Também sofreu mudança a cor dos caracteres para diferenciar os tipos de veículos. Os veículos de passeio com a cor preta, veículos comerciais (aluguel e aprendizagem) na cor vermelha, carros oficiais na cor azul, a verde para veículos em teste, para veículos diplomáticos dourado e cinza prata para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão conter o código de barras tipo (QR Code) com informações do banco de dados do fabricante da placa e o número de série. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalações da PIV nos respectivos veículos, além da verificação da sua autenticidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana