conecte-se conosco


Polícia

Rotam em Cuiabá faz abordagem e encontra pessoa amarrada no porta malas; olhe vídeo

Publicado

Cinco bandidos em um Toyota Corolla foram presos no bairro Nova Esperança 2, em Cuiabá, após tentarem executar um homem na noite desta terça-feira (6).

Os bandido sequestraram a vítima, conhecida como “Jangadinha”, no Nova Esperança 3. Eles o espancaram e depois o jogaram no porta-malas do carro.

Ao passarem pelo Nova Esperança 2, em direção ao Distrito Industrial, os criminosos foram presos pela PM que realizou um cerco na Avenida V2.

Durante a abordagem, os policiais perceberam que havia uma pessoa presa no porta-malas do carro que gritava desesperadamente por socorro.

Jangadinha relatou à PM que os bandidos iriam executá-lo, pois o acusavam de realizar roubos na região. Pelo roubo, o homem “teria que pagar com a própria vida”.

A PM também constatou que o Corolla utilizado pelos criminosos era roubado e estava com placa clonada.

O carro foi apreendido e os cinco bandidos encaminhados à Central de Flagrantes do bairro Verdão. No boletim de ocorrência, eles foram autuados pelos crimes de sequestro, cárcere privado, homicídio tentado, lesão corporal e receptação.

Leia mais:  Campanha Natal Solidário PJC entrega doações na Pastoral para Migrantes de Cuiabá

Como estava muito machucado devido ao espancamento, Jangadinha foi encaminhado ao Pronto Socorro de Cuiabá.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de esfaquear vítima e largar ao lado de Pronto Socorro de Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria |PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil esclareceu a autoria de um homicídio ocorrido no dia 31 de março de 2019, em Várzea Grande. A vítima Otaniel Monteiro dos Santos, 38 anos, foi deixada com perfurações de arma branca, em uma lanchonete ao lado do Pronto Socorro do município, local onde foi à óbito na noite do mesmo dia.

O suspeito foi identificado pelo nome de Willian dos Santos, 37 anos, Ele teve a prisão temporária (30 dias) representada nas investigações da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) e cumprida na quinta-feira (18), na zona rural do município de Poconé, onde também responde por outro homicídio, em que uma pessoa morreu enforcada.

Testemunhas ouvidas no inquérito policial contaram que a vítima foi largada por desconhecidos na porta do estabelecimento, com muito sangramento. Quatro populares carregaram a vítima em um carrinho de mão, emprestado de uma obra vizinha, até o PSM-VG.

Na investigação, os policiais apuraram que a vítima foi deixada no local (lanchonete) por uma motocicleta, que após largá-la sangrando na calçada tomou rumo ignorado. Outras testemunhas também viram a vítima sendo largada no local e informaram que ela estava na garupa da motocicleta, muito debilitada e sem capacete, que logo saiu em alta velocidade, impossibilitando anotar a placa.

Leia mais:  PRF apreende 13 tabletes de maconha com passageiro de ônibus em Diamantino

Foi apurado que o suspeito, Willian, residia com a vítima em uma das quitinetes no bairro Jardim Icaraí, em Várzea Grande.

Conforme o delegado Caio Fernando Álvares de Albuquerque, o homicídio foi praticado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. “Demonstra haver indícios suficiente de autoria em face do suspeito. Era pessoa conhecida por todos que se encontravam no local”, disse.

O delegado acrescentou que a prisão temporária será representada pela conversão em prisão preventiva, por o suspeito ser réu confesso e reconhecido por testemunhas como autor das facadas.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana