conecte-se conosco


Cidades

Rodoviária de Cuiabá será entregue à iniciativa privada por investimento de R$ 30 milhões

Publicado

A futura empresa vencedora do processo licitatório poderá explorar comercialmente o local pelos próximos 25 anos.

O Governo de Mato Grosso publicou no Diário Oficial, que circula nesta terça-feira (23), a abertura da concorrência pública para realização da concessão, por 25 anos, da rodoviária de Cuiabá. Será um novo modelo de gestão do terminal que receberá R$ 30 milhões em investimentos privados.

A concessão é resultado de um choque de gestão executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), com o objetivo de modernizar o atendimento ofertado à população, que, ao pegar ônibus intermunicipal, contará com mais segurança e conforto.

A futura empresa vencedora do processo licitatório poderá explorar comercialmente o local pelos próximos 25 anos. A vencedora do certame terá como obrigação fazer melhorias significativas na estrutura da rodovia.

“A concessão da rodoviária tornará o terminal uma grande referência nacional. Com o conceito moderno de Rodoviária Shopping, teremos vários serviços e benfeitorias no local. Dentre eles, elevador panorâmico, escadas rolantes, painéis de iluminação solar, telas com horários de partidas do ônibus, ar-condicionado, caixa eletrônico, grande praça de alimentação, uma unidade do ganha tempo, bilhetagem eletrônica e muito mais serviços”, destacou o secretário da Sinfra”, Marcelo Duarte, responsável por conduzir o processo licitatório.

Leia mais:  Prefeitura participa de seminário sobre Ética e Compliance”

A licitação faz parte de um longo processo de melhoria da rodoviária, iniciado na atual gestão. Em novembro de 2017, o Governo de Mato Grosso contratou, emergencialmente, uma empresa para administrar a rodoviária. Desde então, foram investidos aproximadamente R$ 300 mil em uma série de ações que melhoraram a infraestrutura do terminal, principalmente em acessibilidade, limpeza e segurança para os usuários do transporte coletivo.

No mês de julho, a Sinfra realizou audiência pública para debater o tema com a sociedade, que aprovou as mudanças. De acordo com o edital publicado, as empresas interessadas deverão entregar as propostas no dia 23 de novembro, a partir das 14h30, no auditório da Sinfra.

Por: G1

CUIABÁ

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Secretaria de Educação divulga informações aos pais sobre o calendário escolar

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Atendimentos na Policlínica do Planalto devem ser normalizados até o fim desta tarde

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana